sexta-feira, 7 de maio de 2010

O que vale é que isto, em geral, são dois dias, três no máximo


Jeanne Moreau e Brigitte Bardot

Na altura em que eram permitidos comentários anónimos aqui no blogue (agora, felizmente, passam-se meses sem que eu tenha de eliminar um comentário que seja), eu recebia com alguma frequência comentários do género:

Quem é que julgas que és? Tu não passas de uma encalhada. Ninguém te quer. As mulheres que depois dos trinta continuam solteiras já não prestam, já passaram de validade.

As mulheres até podiam pegar com outro tipo de coisas, mas, em geral, pegam sempre com o mesmo. Mulher com mais de vinte e cinco/ trinta anos sem relação estável é uma desgraçada. Não tem homem para lhe aquecer os pés no Inverno e, de repente, torna-se na criatura mais infeliz do mundo. E eu só me apetecia responder que, de facto, até é verdade. Que sou de facto uma encalhada (mas não são só os navios que encalham?). Que ninguém me quer. Sniff. Sniff. Que já passei de validade há muito. É uma realidade (já o sinto na minha pele que, de dia para dia, está mais flácida). E que até tenho dias, como o de hoje, em que nem eu me aturo a mim própria, que dirão os outros? Como hoje.


(Mas poupem-me a comentários do género: essas tipas que escrevem isso têm é inveja, blá, blá, tu és a maior, adoro-te, palmas para ti, que eu já não posso ouvir esse tipo discurso. é que agora toda a gente que faz uma crítica tem inveja de toda a gente, mesmo que a pessoa não tenha nada que invejar.)

(este post foi escrito ontem. à hora a que ele for para o ar estarei eu a vigiar provas de aferição e a pedir a todos os santinhos que os meus alunos não façam muitas asneiras.)

24 comentários:

Filipa disse...

E mais nada!!!

Mi disse...

Não suporto pessoas com essa visão tacanha de que temos que estar casadas aos 30, senão somos umas tristes que vamos morrer sozinhas. Acredito que algumas delas apenas assentaram porque tinham medo de ficar sozinhas, e se calhar nem estão com alguém que realmente amam.
kiss

Lolita disse...

Parece todas temos de ter um "fã" mais fanático! eheheh

Jojozinha disse...

oh nao ligues a essas gajas....

há dessas em todo o lado, caga...
xD

Precis Almana disse...

Olha, eu já passei dos 40, vou a caminho dos 50, portanto toda eu sou bolor e cheiro a podre. não? (se pensarmos nessa da validade :-p). Mas então que dizer de quem é pegado e anos depois largado - ou que larga? É que, a ser assim, tu e eu já fomos também pegadas e largadas, e também já largámos, não é? Só não ficámos nessa do "para sempre". Mas hoje em dia quem é que pode dizer isso?

siceramente disse...

lool! assim não tens o prazer de apagar comentários :)

tuaregue disse...

essas senhoras(es) nunca devem ter tido namoradas com 30 anos ou mais. tadinhos, não sabem o que é bom.

joana disse...

Minha querida e as que tÊm alguém e só falam mal da vida? Ninguém diga que está bem, por vezes as pessoas estão casadas/juntas só para não estar sós. Eu sou do tipo mais vale estar só que mal acompanhada...embora tenha a sorte de estar muito bem acompanhada. E a vida de solteira tem coisas tão boas...tempo para nós, o comando da tv só com uma dona, a casa de banho e o armário só nossos, a organização da agenda depende só da nossa vontade...trocar isto tudo só mesmo por alguém que valha a pena!Bom fds!

Daniela disse...

Ola...

Sou leitora assidua do teu blog apesar de nunca ter feito nenhum tipo de comentario. Hoje decdidi fazer, porque cada vez mais vivemos nua sociedade onde todos se criticam, onde todos sabem o que fazer com a vida alheia, todos opinam... A minha questao é so uma porque é que essas pessoas nao olham para a ua propria vida, nem resolvem os seus proprios problemas.
Devemos olhar mais para dentre nos proprios e so depois reparar nos outros...
Vivam as vossas proprias vids nao tentem viver as dos outros, cada um deve aprender com os seus erros....

Continua a escrever e nao te deixes abater por comentarios de pessoas maliciosas...

Boa sorte para os teus alunos....

Capitão Microondas disse...

O que considero curioso no teu post é assumires o óbvio com alguma facilidade: que esses comentários só podem, como é óbvio, ser de origem feminina. Digo ser curioso tendo em conta que a blogosfera feminina versa, frequentemente, sobre as inúmeras imperfeições masculinas, sendo que as caixas de comentários dos mesmos acabam por demonstrar que o principal problema das mulheres não são os homens, mas sim as outras mulheres.

FUSCHIA disse...

CAGA

Isilda disse...

A Joana respondeu à letra.Gostei muito!
Mas eu acho que estar encalhada depois dos 30 também depende muito de como é a pessoa em questão...sei lá pode ser uma falhada ou uma ingénua ou uma valente mal agradecida...e isto pode fazer com que os homens se afastem.
Mas sei que também há homens muito ordinários,não valem nada e mais valiam ficar calados em vez de virem fazer asneiras!

Alexandra disse...

Preconceito? Ignorância?
Não compreendo o que é isso de estar encalhada...será obrigatório as pessoas serem casadas, juntas ou mesmo namorarem? E aquelas pessoas que estão sozinhas/sozinhos por opção? Que estão sozinhas/os (e não sós) porque ainda não encontraram a tal pessoa que complementa...mas não são infelizes por isso.
Sou uma rapariga de 30, não namorada, não casada, não junta. Se isso me preocupa? Não. Se me preocupam os comentários menos agradáveis de pessoas preconceituosas? Não.
Normalmente, quem tem tendência a julgar os outros, vive com telhados de vidro. Há muitas relações perfeitas que são verdadeiros pesadelos...é só um exemplo. O importante é sentirmo-nos bem connosco próprios, o resto é paisagem!!

ME disse...

Eu assim muito pessoalmente tenho medo de ficar sozinha, não porque não consiga viver sozinha, mas porque não é o meu sonho, nem é o que eu quero.

E agora?

Beijo
ME

Fernanda disse...

Toda panela tem sua tampa! Mais nada...

Vida de Gorda disse...

Uma das coisas que vale (eu ia dizer O QUE VALE, erradamente) são os/as comentadores/as deste blog. Sim que isto uma pessoa aqui aproveita tudo, dos posts, aos comentarios.

O meu comentário.... é que o que cada uma quer fazer depois dos 30 é lá com ela. Encalhada talvez seja quem quer ter uma relaçao e nao consegue agarrar homem nenhum, tipo desesperada. Uma pessoa sã é aquela que até gostava de ter uma relaçao mas ainda não encontrou ninguém como deve ser: fica á espera/vai á procura em vez de se contentar com o mediocre.

Eu por mim (com 29 anos, uma filha, 3 anos de vida juntos, muitos namorados, muitas curtes) neste momento prefiro estar sozinha. Daqui a 10 anos não sei. Daqui a 5 não faço ideia. Logo se vê. Agora ter uma pessoa só para não ficar sozinha não me parece...e já tive essa oportunidade mas não é isso que eu quero. Mal por mal mais vale só que mal acompanhado (mesmo que a pessoa seja boa)

Amoreca disse...

Para usar a mesma linguagem, eu andei foi a encalhar em enseadas diversas durantes os meus intas, e só desencalhei no meu porto seguro quando entrei nos entas. E sempre me rebelei contra esse preconceito de que as mulheres sozinhas são coitadas. Que patetice! Enquanto eu me divertia, andavam muitas amigas minhas a choramingar pelos cantos por causa dos filhos, do mau sexo, das rotinas domésticas, dos divórcios. Amar e ser amado é excelente, e é natural que quem não tem isso se entristeça. Mas ter que casar? E ainda para mais com uma idade limite?
Capitão M, esses comentários também vêm de homens, que literalmente se assustam com mulheres que estão "sozinhas".

mr.Z disse...

esquece isso...
continua a escrever, tu rulas, eu tou sempre cá!!!

RBM disse...

A questão Kitty é que a esmagadora maioria das pessoas que têm esse pensamento estão em relacionamentos fictícios - relaçõezinhas comódas que não dão chatices, óptimas para quem tem o altar e uma prole de filhos como objectivo único da sua existência triste na Terra. Se é para partilhar a cama com alguém até ao fim do meus dias, que seja com alguém que me faça sorrir ao acordar e não começar logo a discutir porque já se está atrasado, ou pior, que não me "faça fazer nada" tal é a indiferença. As pessoas que falam das encalhadas são aquelas que almoçam e jantam com os namorados e não têm assunto para falar, além das "aventuras" enfadonhas do emprego e das conversas com os pais. São as que vivem na ilusão que são felizes com aquilo que têm, porque se o fossem realmente não vinham comentar o estado das outras pessoas, porque pura e simplesmente estavam mais ocupadas a amar.

Heidi disse...

Eu nunca diria isso, porque também sou "encalhada" e isso não me afecta assim tanto!
Aquilo que me apraz dizer é que me pareces perfeita demais para existir: viagens a Barcelona e NY (esta última pelo menos uma vez por ano), queres um "pedido de namoro", achas piada a quando os dates não dão certo,quando não há uma ponta de "qualquer coisa em comum", gostas de lingerie cara e de marca. Parece tudo um pouco, perfeito demais para ser verdade....
Eu gosto de ler porque de perfeita não tenho nada, e é como dizem, costuma-se sentir atracção por aquilo que é diferente!

Post it disse...

Que valor tem para ti a opinião dessas pessoas? São pessoas importantes para ti? Se NÂO é a resposta, entao a única coisa que tens que pensar é porque é que te preocupas com a opinião de pessoas que não valorizas e nem são importantes para ti.

GATA disse...

Antes encalhada que desgovernada! :-)

Martini Bianco disse...

Eu ainda não tenho trinta mas também devo ser um "encalhado" desses que descreves, mas provavelmente tal como tu e pelo que leio sobre ti, talvez ja tenhamos vivido mais histórias e bem mais interessantes do que muitos/as que deram o nó cedo, (sim, quem se amarra cedo é q é totó nos dias de hoje) e vivem relações frustrantes baseadas na rotina, nas necessidades económicas, pressões familiares, etc só para terem a exclusividade de uma pessoa. Não, obrigado.

romantikscent disse...

A Joana respondeu mesmo bem! As pessoas acreditam obsessivamente que ter um companheiro é a fórmula matemática da felicidade! Só se iludem a elas próprias...