sexta-feira, 7 de maio de 2010

Já não podemos ouvir falar de agências de rating? Who cares? Afinal de contas, é Sexta-feira!


Jude Law e Ewan McGregor fotografados por Lorenzo Agius

Porque há alturas em que não compreendemos os homens. Afinal o que querem eles?

11 comentários:

A Pipoca Mais Azeda disse...

Caramba mulher, isso anda mesmo mal... relax ;) afinal é sexta!

Su disse...

O problema é mesmo eles não terem coragem para lutar pelo que querem. No fundo eles saber até sabem, só que preferem acomodar-se!

Framboesa disse...

Nem me digas nada... não é que com quem eu andava a trocar algumas "mensagens", com quem eu achava que havia um "clima", venho a descobrir que tem namorada!!! Mas eles querem coleccionar-nos ao mesmo tempo???
Desde que soube, nunca mais lhe disse nada...

sonia disse...

Bom fim de semana e deita tudo para trás das costas

Joana disse...

O que querem? Única e exclusivamente, fazer o que querem e satisfazer desejos. Os deles. Apenas os deles. Mesmo que para isso nos magoem a nós.

Miss Piglet disse...

Não sei o que querem. Quando descobrires avisa-me, sff.

Isilda disse...

Mais uma vez a Joana tem razão!
Eh pá eles são cães em pessoa!

JAV disse...

A partir do meu último "post", poria exactamente a mesma questão, mas no feminino :-)

Amoreca disse...

Acho que querem o mesmo que nós, mas no sentido inverso. Eles precisam de uma relação estável para se poderem abrir para o mundo. Nós fechamos o nosso mundo para nos centrarmos na relação.

ordep disse...

Querem o mesmo que as mulheres: que os amem, que os respeitem, que não fiquem hipersensíveis à minima palavra ou expressão que eles possam dizer ou mostrar. É difícil para um homem ter que estar a pensar no que vai dizer para não vos magoar. Nós somos mais autênticos e menos diplomatas.
Bom fim de semana.

Homem disse...

nós queremos é foder (perdoem-me a sinceridade e a frontalidade)!

o resto é letra.

Ps- Um dia destes conto como é que os homens escolhem com quem ficam (porque dar uma queca, os homens dão com quem quiserem, mas escolher e ficar com uma mulher, só quando a "tal" chega).