sábado, 31 de agosto de 2013

Do amor

Elle Fanning para a Teen Vogue

Depois de ter passado dias de grande angústia e sem saber ao certo se a teria de volta ou não, no dia 31 de agosto do ano da graça de 2010 chegou a notícia pelo meu Amor de que sim, ela ia chegar. E assim foi, quando cheguei ao aeroporto já ela estava à minha espera (o voo veio mais cedo do que pensávamos) e logo que me viu correu para mim. Abracei-a com todas as minhas forças. Neste momento nasceu-me a minha Menina. Lembro-me como se fosse hoje e emociono-me sempre que penso nisso.  Esse dia foi o primeiro dia da nossa vida juntas, na mesma casa, como mãe e filha. Passaram três anos. Parece que foi ontem.

12 comentários:

Cristina disse...

Olá! Já li por aqui muitas histórias sobre a princesinha mas ainda não entendi qual a tua ligação com ela. Quando escreves sobre essa história de amor?

Bjs

d* disse...

acompanho este blog muito antes dessa data, de fato passou tão rápido. desejo muitas felicidades a uma linda família. *****

Conto de Fadas disse...

Cristina, ela escreveu muito na altura. A Princesinha foi adoptada por eles, já era uma menina (não bebé, portanto). E pelos vistos foi a melhor decisão de sempre. ;)

beijo de mulata disse...

Sim, por favor, conte a história da sua Princesinha! Morro de vontade de conhecer mais histórias de amor com adoção, histórias como a minha e do baby-de-mulata!

Parabéns! Três anos já dá para viver muito!

(um) beijo de mulata

cabranazi disse...

Sobre a adopção tenho múltiplos sentimentos e acho que depende muito de caso para caso, do que nos move, do que nos motivou a fazê-lo, etc. Acho que não o faria mas lá está, o que sentimos pode mudar completamente o que pensávamos anteriormente... :)

Um dia podias partilhar melhor a tua história...

Kitty Fane disse...

Cristina e Beijo de Mulata, (obrigada Conto de Fadas), o que posso dizer da minha história com a Princesinha muito resumidamente é que nos conhecemos em 2010 e a nossa ligação foi de tal forma grande e especial que eu a adoptei. E foi, sem dúvida, a melhor decisão que tomei em toda a minha vida.:)

beijo de mulata disse...

Que lindo! O meu amor pelo meu baby-de-mulata também foi assim: fortíssimo e à primeira vista. Tive de o trazer para casa!

(um) beijo de mulata

Adriana KittensandElephants disse...

:) Há uns tempos fui até lisboa e entrei no metro, sentei-me e quando olhei para o lado ia uma rapariga parecida com a elle fanning (relativamente parecida) e eu só me lembro de pensar para mim "é a princezinha..., só pode!"

Podia ser, podia não ser, nunca vou saber, mas na altura só sorri e pensei "é mesmo a princezinha" e mesmo sem ter a certeza fiquei contente por saber que tinha a dois metros uma pessoa que secalhar me percebe mesmo sem me conhecer.

Parabéns pelos três anos. Venham muitos mais.
Há pessoas que esperam anos para encontrar uma relação especial. O importante é saber reconhecer a pessoa quando a temos á nossa frente, ver como são especiais, e aceitá-las para sempre. E a espera vale muito a pena.

Eu não adoptei uma criança, adoptei uma adulta por quem tive uma grande ligação, que escolhi para minha madrinha. Porque só fazia sentido se fosse ela.
E também parece que foi ontém :)

Kitty Fane disse...

beijo de mulata e Adriana, que histórias bonitas. :)

Cantinho da Bê disse...

Parabéns por esse amor tão bonito que vos une. Os laços de coração podem ser tão ou mais fortes que os de sangue.

luarte disse...

Tal como outras leitoras o pediram, atrevo-me a pedir também. Gostava tanto de ler com mais detalhes a história de amor entre a Kitty Fane e a Princesinha :)
Beijinhos e muitas felicidades às duas :)

Ângela Ferreira de Sousa disse...

Felicidades para todos e um beijinho especial para a Princesinha. :)