quinta-feira, 25 de abril de 2013

Das notícias surreais




















Omar Borkan Al Gala, um fotógrafo, ator e poeta do Dubai, foi preso pela polícia religiosa e deportado da Arábia Saudita por supostamente ser demasiado bonito (aos meus olhos tem um ar um bocadinho parolo e demasiado convencido, mas adiante, que gostos não se discutem, e que seria do amarelo se todos gostassem do azul). Os homens deste país acharam melhor mandá-lo embora, pois ele representava um monte de sarilhos daqueles que nem Alá sabe onde acaba para todas as mulheres, e acharam que, mais tarde ou mais cedo, ele as iria conquistar. Que rica auto-estima e confiança vai ali para os lados da Arábia Saudita.

6 comentários:

Maria Leal disse...

Bimbo que só ele, mas todo cheio de qualidades. Podia ser só fotógrafo e dar uma perninha na representação, mas não. Fótografo, actor e, não contente, ainda é poeta. :) :)

Maria Leal
10cmdesaltoalto.blogspot.com

Ana C. disse...

Temos o dever cívico de enviar um abaixo assinado para a Arábia Saudita, explicando-lhes, sob juramento, que nenhuma mulher cairá de amores e cometerá adultério por um homem que use eyeliner :)

cccccc disse...

Mas não eras tu que gostavas de homens de turbante?? ;)

chu disse...

Disparate! Ele não usa "eyeliner" nenhum. Há homens com olhos assim.

Imperatriz Sissi disse...

Já vi mais bonitos, mas pelo andar da carruagem, os sauditas vão obrigar os homens a usar abaaya! Isso é que era igualdade :D

Baby Q disse...

O gajo tem hormonas femininas a mais...mt lavadinho pra mim!