quinta-feira, 28 de julho de 2011

Dos sentimentos estranhos

Kate Winslet fotografada para a Vogue UK por Regan Cameron, Janeiro 2007


É impressionante a quantidade de pessoas que por não terem uma boa relação, não conseguem perceber que realmente há quem tenha encontrado um Amor mesmo especial (com quem se tem uma excelente relação, com quem não se tem de fazer joguinhos para nada, que tem os mesmo gostos que nós, que nos completa totalmente e com quem se é cem por cento feliz). E parece que para essa pessoas é mais fácil duvidarem, e acreditarem que sim, que aquela pessoa está mesmo a mentir e a inventar só mesmo para se armar aos cucos.

14 comentários:

Lux disse...

É a inveja querida... é a inveja.
E acima de tudo, vemos sempre o mundo e os outros com os nossos olhos.

xoxo
Lux

Olhares disse...

Às vezes mais do que perceber, não conseguem aceitar que há pessoas que foram brindadas... Chegando a inveja a tentar arranjar negros na vida do proximo, que só essa pessoa vislumbra.

Juanna disse...

Sério??
Ainda bem que não me dou com gente dessa. Tenho um óptimo casamento, cheio de altos e baixos, e sou feliz. Mas feliz mesmo. E trocaria muito pouca coisa. Ahhhh sou feliz :)

Juanna disse...

Tudo isto para dizer que os teus amores não me parecem nada estranhos. Com certeza terás também altos e baixos mas tens mais altos que baixos e são os altos que aqui descreves. Por isso há gente ache que tu vives no mundo da fantasia e só te acontecem coisas boas. Conta aqui sobre as vezes que te aborreces com "ele", aposto que ficariam todosssss contentinhos.

Shiine* disse...

Este texto poderia ser meu! Concordo, e já escrevi sobre isso. Infelizmente, é essa a sociedade em que vivemos. Como essas pessoas não são felizes, têm discussões atrás de discussões, são traidas e fazem o mesmo. E, não se respeitam de todo. Gritam, ofendem-se. Bem... Eu, felizmente, tenho uma relação que me completa, e isso deixa algumas pessoas cheias de inveja, e a achar que :"Um dia esse mel passa".. Já lá vão 3 anos...

Isabel disse...

Eu gosto de acreditar nesses amores e pensar que, se aconteceu com outras pessoas, também pode acontecer comigo. Muitas felicidades :)

Helena Barreta disse...

Eu acabo por ter pena dessas pessoas, é que na ânsia de quererem ver infelicidade onde ela não existe, esquecem-se de viver e serem felizes. Se se focassem nas suas vidas, ao invés de invejar a vida dos outros, e tentassem fazer melhor, amar mais e não julgarem, com certeza também seriam felizes.

Um beijinho

Paulo Nunes disse...

As relações 100% felizes não existem. Existem relações que se consegue ter um optimo relacionamento isso sim! Mas pela amostragem... a maior parte das relações... passados alguns anos deixam de ser interessantes e daí....hajam algumas dúvidas em acreditar nisso. Claro que a culpa é de ambos.. que muitas vezes não faz em nada para alterar esse novo sentimento.

She knows disse...

Ohhh. Percebo o que queres dizer, mas não concordo que seja inveja. Há pessoas mais pessimistas e/ou realistas do que outras. E há umas com mais sorte do que outras. Eu confesso que sou um bocado céptica em relação ao amor e acho-o muito difícil de encontrar, em especial para mim. Mas quando vejo uma relação especial à minha volta reconheço e fico feliz. Até me dá uma certa esperança.

Isabel Metello disse...

Kitty, não ligue aos invejosos e aos vampiros emocionais- há pessoas que são abençoadas com Amores assim e já se viu que o é- se as pessoas tivessem vida própria não seriam tão mazinhas...olhe, eu não sou infeliz, tb não sou feliz, sou mais triste e desencantada, mas fico felicíssima quando vejo que os outros o são...todavia, o Paulo tem razão, se bem que eu aprecie mais a palavra responsabilidade do que culpa...mas, há relações (quase) perfeitas, apesar de raras e como tudo o que é raro é cobiçado e invejado...a vulgaridade nunca entenderá a elevação de sentimentos, pois é-lhe contrária em essência e o que a Lux disse faz todo o sentido- as pessoas projectam nos outros as suas próprias inseguranças...há pessoas inseguras e magoadas com a vida que, todavia, desejam o melhor aos outros...

verde aruba disse...

Não sei se é inveja, mas é comum as pessoas analisarem as realidades alheias à luz do que conhecem e tomarem assim a realidade pessoal como referência. Até os pais fazem isso quando tentam proteger os filhos, por isso não acredito que seja maldade mas mais cepticismo e horizontes curtos...

Adoro o teu blogue!:D

Lótus disse...

Os verdadeiros infelizes...

XS disse...

E é tãaaaao bom...

Agri Doce disse...

É verdade, mas isso eu acho que é inveja.Olha eu sou solteira embora, neste momento, viva uma relação que, simplesmente aconteceu..e contra tudo o que sempre achei "normal". De qualquer modo vejo me como solteira, tive uma relação há uns anos que teve um fim traumatizante.Passei a ver as relações de outra forma e, essencialmente, a acreditar apenas em mim. MAS acho fantástico quem consegue acreditar, quem encontra alguém que tenha a capacidade de nos fazer sentir "cheios".
Facto é que este meu novo "caso" traz me uma nova visão das coisas...mas a meio termo.NEm 8, nem 80 :)