terça-feira, 22 de março de 2011

Vamos ajudar os leitores # 3

Anne Hathaway

A Isabel enviou-me este e-mail há quase um mês, no entanto e com tanta coisa na minha vida (também já ando a ponderar fazer o mesmo que ela, confesso), ainda  não tinha tido tempo de me debruçar sobre ele e de fazer algo para a ajudar. Como mais vale tarde do que nunca, cá vai. Vamos ajudá-la?


(...) então a situação é a seguinte.

Há cerca de seis meses conheci um rapaz pelo qual rapidamente me apaixonei. Não foi amor à primeira vista, mas foi quase. E foi correspondido desde o início. Tanto que rapidamente contámos aos nossos amigos e conhecidos o quanto gostávamos um do outro e a nossa vontade de passarmos a maior parte dos nossos dias juntos. Acontece que a partir do momento que começámos a contar aos nossos amigos e conhecidos isto, as coisas começaram a descambar.

Eu nunca acreditei em bruxas, sempre desdenhei de quem acredita nessas coisas, mas a verdade é que neste momento já estou por tudo. Já aconteceu de tudo para nos separar e o que ainda nos faz continuar nisto e a tentar, é mesmo o nosso amor um pelo outro, que com isto tudo tem ficado ainda mais forte. A princípio pensava que eram coincidências, mas agora já não. Agora tenho a certeza de que há algo mais forte do que apenas isso. Sempre que nos queremos encontrar não conseguimos. Já tentámos com amigos nossos também a ajudar-nos e mesmo assim acontece sempre algo mirabulante que faz com que tenhamos de deixar as coisas para outro dia. Marcamos coisas juntos e há sempre um ou outro que não pode estar presente. Ou porque morre alguém muito chegado, ou porque se apanha um acidente e as estradas ficam cortadas horas e horas, ou porque temos um furo no pneu e não conseguimos contactar o outro, ou porque nos perdemos inexplicavelmente durante horas, em sítios que conhecemos bem, ou porque nos mandam a um ou ao outro fazer um trabalho irrecusável numa cidade muito distante durante vários dias...

Kitty, sabes o que é tentarmos tudo e não conseguirmos nada? Sabes o que é sentirmo-nos completamente impotentes com isto? Ele também já diz que está por tudo. Diz que tenta tudo o que puder. É que tem sido assim há meses. E o nosso medo é: o que virá a seguir?

Portanto, apesar de ambos não acreditarmos em bruxarias e coisas do género, a verdade é que já estamos por tudo. Isto porque suspeitamos de uma rapariga, da zona do Algarve, chamada Sílvia, morena e de cabelo comprido, que era apaixonada por ele e que se tentou sempre meter entre nós desde o início, primeiro fazendo-se de muito amiga, quer dele, quer de mim, e mais tarde chegando mesmo a enviar e-mails para outras amigas dele de que eu não prestava e outras coisas que tais. Felizmente, as amigas dele conhecem-me e vieram ter comigo a contar-me.

Eu sei que isto te fará confusão, porque já li por algumas vezes que não acreditas muito nestas coisas, mas eu estou desesperada e vou tentar o que for preciso para conseguir ter paz.

Kitty, podias fazer um post sobre isso, naquela rubrica que tiveste em tempos e que se chamava "Vamos ajudar os leitores?". Será que algum dos teus leitores nos podia ajudar? Será que algum deles conhece uma bruxa, uma medium, alguém que possa ajudar em alguma coisa, de confiança (charlatães, não obrigada) e me pudessem dar o contacto (moro na zona de Sintra, mas serve qualquer contacto da zona da grande Lisboa)? Será que alguém já passou por uma situação deste género? O que fez? (...)

19 comentários:

Su disse...

Olá

Já passei por situações semelhantes, infelizmente :(

Posso te dar um contacto de uma pessoa que me ajudou muito (já foi à uns anos)e ainda hoje de vez em quando vou lá.

o meu mail é sapmota@hotmail.com, se quiseres o contacto.

Bjs

Su

Blair ♥ disse...

Ela que me mande um e-mail (munxine@hotmail.com) e eu dou-lhe um contacto de uma senhora em Lisboa muito séria que ajuda.

beijinhos*

Leandro Santos disse...

Ore para o seu Deus ele sempre estará contigo.
Vou postar a baixo um texto para reflexão:

"Um dia eu tive um sonho...
Sonhei que estava andando na praia
com o Senhor
e no céu passavam cenas de minha vida.
Para cada cena que passava,
percebi que eram deixados dois pares
de pegadas na areia:
um era meu e o outro do Senhor.
Quando a última cena da minha vida
passou diante de nós, olhei para trás,
para as pegadas na areia,
e notei que muitas vezes,
no caminho da minha vida,
havia apenas um par de pegadas na areia.
Notei também que isso aconteceu
nos momentos mais difíceis
e angustiantes da minha vida.
Isso aborreceu-me deveras
e perguntei então ao meu Senhor:
- Senhor, tu não me disseste que,
tendo eu resolvido te seguir,
tu andarias sempre comigo,
em todo o caminho?
Contudo, notei que durante
as maiores tribulações do meu viver,
havia apenas um par de pegadas na areia.
Não compreendo por que nas horas
em que eu mais necessitava de ti,
tu me deixaste sozinho.
O Senhor me respondeu:
- Meu querido filho.
Jamais te deixaria nas horas
de prova e de sofrimento.
Quando viste na areia,
apenas um par de pegadas,
eram as minhas.
Foi exatamente aí,
que te carreguei nos braços."

Abrçs

Allie disse...

Antes de mais, é necessário saber a que distância vivem um do outro para terem tantos contratempos. 10, 50 ou 100 km? Só se encontram ao fim-de-semana?

Eu não acredito em nada disso (bruxedos e afins)e mesmo acreditando nas palavras da leitora, continuo sem acreditar que se deve a algum feitiço.

Miss Piglet disse...

O poder da mente é muito grande, e neste caso, mais vale pensar positivo do que acreditar em bruxas. Se pensares positivo, que queres muito uma coisa, ela acaba por acontecer, e vice-versa. Se eu fosse a pensar assim, Ele nunca teria voltado para mim. Boa sorte!

gralha disse...

O poder demente é mesmo uma coisa estrondosa. Quanta gente maluca, senhores!

Womae disse...

o facto de pensarmos em "bruxas" faz-no, sem querermos, irmos ao encontro destas situações que tanto receamos. mantenham-se fortes, riam-se das adversidades. caso seja mesmo essa silvia que está a arranjar problemas eventualmente a mesma ha-de se cansar e arranjar vida propria. acima de tudo não baseiem a vosa relação no "remar contra a maré" porque eventualmente a maré vai estar a vosso favor. bjos e felicidades

Helena Barreta disse...

Os contratempos, imprevistos, trabalhos que não se podem nem querem recusar são coisas que acontecem todos os dias, se houver amor e encantamento contornam-se esses obstáculos, mas isto digo eu que não acredito em nada mais do que aquilo que a ciência pode provar. Sou céptica em relação àquilo que diz, os desencontros serem causados por bruxaria e afins.

menina lamparina disse...

Não vou dar a minha opinião pessoal sobre bruxas e bruxarias, mas supondo que elas existem e que são a razão para todo o problema... porquê combatê-las com a mesma arma?

Não seria melhor procurar uma força maior para lhes fazer frente?

Não parece pouco inteligente ir pelo mesmo caminho?

O desespero às vezes cega-nos...

Se a leitora quiser outro tipo de ajuda, uma ajuda real e que evita adicionar mais porcaria à que já estiver feita, fica o meu e-mail: meninalamparina@gmail.com

Beijinhos*

myrtille disse...

Lamento, mas não consigo encontrar qualquer razão para acreditar nessa história dos "feitiços"... mas numa coisa acredito: ninguém consegue derrubar o verdadeiro amor entre duas pessoas.Não precisas procurar ajuda em lado nenhum porque, se o sentimento é realmente recíproco, a arma mais forte e poderosa já a tens.

Tamborim disse...

Concordo totalmente com a opinião da myrtille: limpeza de cabça e coração, amor e, como dizia o avô Maia (Os Maias, Eça), deixar o sol entrar pelas janelas adentro espanta qualquer fantasma! Discordo e desaconselho envolvimentos com esses "poderes ocultos". Justamente por nunca se saber se los e las hay.

Sunshine disse...

O desespero leva-nos muitas vezes a ter atitudes radicais e desesperadas!
A energia das pessoas é algo muito real, mas eu prefiro acreditar que a nossa atitude positiva leva sempre a melhor e se não é, ou não acontece é porque não tinha de ser!
Respeito a situação em questão, mas acho que se deve ter cautela e nunca colocar a nossa vida, as nossas decisões em mãos alheias e mexer “com energias” que não dominamos e desconhecemos.
De qualquer forma desejo Boa Sorte, Boas Energias e que tudo se resolva pelo melhor!
Kitty, a si tenho que a felicitar pela boa atitude, pela iniciativa de ajuda e lhe desejar tudo de bom!

Medicina disse...

No campo mártires da pátria existe uma senhora que costuma estar la por volta das 6h da tarde (em frente à faculdade de ciencias medicas da univers. nova de lisboa). Ela nao e bruxa, mas ajuda bastante nesses casos. Ja ajudou uma amiga minha e bastante, acredita. Boa sorte

Lais Santanna disse...

A única coisa a fazer é entregar tudo e todos nas mãos do Senhor Deus! Seja qual for sua religião, nosso maior Ajudador, e Conselheiro é o nosso Pai !
boa Sorte. Beijooos ;*

lmmgarcia disse...

um convite ao desabafo
http://lmmgarcia.wordpress.com/category/10abafuz/

Revista disse...

Que legal...
Gostei muito do seu blog.
Aproveite e dé uma visita no meu:
http://www.meuestilogugafernandes.com.br

Paulo Nunes disse...

Bom, como é obvio eu não acredito em bruxas nem nada dessas coisas e todas as dificuldades que tive foram sempre ultrapassadas por mim proprio. Sigo sempre aquela máxima do filme Matrix: "Não penses que és, age como fosses" e isto faz muita diferença. Quando queremos, conseguimos.. mesmo que esteja o mundo contra nós! bom... tirando o Euromilhoes....sempre consegui o que queria :)
De notar... que a distância entre casais e namorados nunca fez bem a ninguem... e casos assim dos que conheco deram sempre para o torto! tudo está bem quando se tem uma paixão.. mas quando ela passa e surgem os problemas.... vai quase tudo por agua abaixo!
Por isso....estabelece prioridades, traça planos e segue à risca mesmo que hajam más linguas pelo meio! se for necessário acabar com amizades acaba... es tu que mandas em ti própria e não os outros.
Boa sorte :)

Simplesmente Ana disse...

Eu estou como o outro. Não acredito, mas às tantas acontecem coisas que me dão que pensar. Só não percebi a relevância da tal Sílvia ser morena e ter cabelos compridos... Significa que tem ar de "bruxa" ou assim...? Enfim...

Espero que tudo corra bem e, acima de tudo, pensa positivo.

Catarina disse...

Olá
Eu sou muito céptica em relação a esse tipo de coisas mas a minha mãe lança cartas de Tarot (eu sei, é bastante irónico ela ter uma filha céptica desta maneira lol) e é uma pessoa de extrema confiança e acredito que a possa ajudar. Também é da zona de Sintra e já apareceu num programa televiso e dou-lhe a minha palavra aqui que não é, de todo, uma charlatã, e já ajudou muita gente.
Se quiser o contacto dela envie-me um e-mail: catarina.ramos.r@gmail.com
Beijinho*