segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Dos óscares

Colin Firth

Ontem toda eu era planos. Ah e tal vou alapar-me todo o dia no sofá a fazer vida de bebé (tem sido uma constante) - comer e dormir, e à noite vou estar fresca que nem uma alface e vou ficar a ver os óscares, de portátil ao colo, para me poder armar ao pingarelho numa espécie de crítica de moda, e, à semelhança do ano passado, postar postas de pescada como se não houvesse amanhã. Pois que os planos eram lindos, sim senhora, mas não deram em nada. À noite eu só queria era caminha, e para dizer a verdade nem me lembrei dos óscares. E pelo que tenho lido não perdi grande coisa, que pelo que consta desde a gala de 2009 com o portento do Hugh Jackman a apresentar, a cantar e a dançar, já nada tem piada. A não ser, claro está, o meu eterno Mr Darcy (até apetece dizer - Marry me, Mr Darcy!) que lá levou a mais do que merecida estatuetazinha dourada para casa. Ele é tão liiindo. Bye bye, Clooney.

6 comentários:

cristina.viula disse...

Ainda não vi o filme, mas gosto muito deste actor. De longe mais interessante que o Cloney, nem tem comparação.

S

rosa disse...

Tãoooo lindo!

Cátia Gomes disse...

Tãooooo lindo!

Isabel disse...

Seu Mr. Darcy não, meu Mr. Darcy, hehe
Pronto para não nos zangarmos nosso :)
Ele é simplesmente maravilhoso.

Mary disse...

Adoro-o: é giro, bom actor e ainda por cima tem aquele ar de teddy bear gigante que dá vontade de levar para casa!

Lady Ana disse...

Minha querida, não compare o charme do George Clooney à elegância do Colin Firth. O Colin Firth está muito longe de chegar às unhas dos pés do Clooney!
Mas agora que o senhor Colin parece ser uma pessoa mais interessante, mais inteligence e menos superficial que o Clooney, isso sim.