segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Dos "hateblogues" e dos anónimos

















Lilly Cole

Muito se tem falado dos "hateblogues" e dos comentários anónimos, que, de repente, cresceram por essas blogosfera como cogumelos venenosos. Toda a gente fala deles como anónimos, que ninguém conhece, quem serão as criaturas?, mas eu sempre achei que essas pessoas são precisamente aquelas que segundinhos antes nos deixaram um comentário muito simpático na nossa caixa e até têm um/outro bloguezinho todo catita e tal.

Já por duas vezes duas pessoas diferentes deixaram comentários no meu blogue com o perfil de dois desses "hateblogues" ("hateblogues" que já não existem dirigidos a dois bloggers em especial) quando afinal queriam era deixar um comentário em nome do seu blogue verdadeiro, criando uma confusão imensa e vendo-se obrigadas a enviarem-me e-mail a pedir por tudo que eu não publicasse os comentários, uma vez que as incriminavam perante todos. Eu assim fiz. Mas nunca me esqueci de quem elas eram. E nunca me esqueci que a pessoa aparentemente mais simpática e querida pode esconder o mais parvo dos anónimos.

36 comentários:

Clementine Tangerina disse...

infelizmente é uma realidade...é uma tristeza!

Nokas disse...

Acredito que isso possa acontecer, mas não entendo o motivo...Quem lê e gosta comente, quem não gosta que siga em frente...
Sinceramente não consigo perceber o motivo de tanta fúria atrás de um nick...

MagicBfly disse...

Anda tudo louco e não é pouco, é só o que me ocorre dizer.
As pessoas que fazem isso, devem ter uma vida hiper-ultra-mega desinteressante. Ainda que isso explique o comportamento doentio, contudo não justifica tais atitudes.

Me disse...

Que tristeza catano. Cada vez mais me convenço que é gente mesmo muito triste e com falta de ter com que se entreter!

Inês disse...

Realmente, há gente com mt tempo livre... Deviam aproveitá-lo para fazer algo construtivo e interessante, em vez de andarem a lançar veneno em quem não tem culpa nenhuma! Obrigada por voltares a escrever :)

Ana C. disse...

Não sabia que nas instituições psiquiátricas, os doentes do departamento de psicopatia tinham acesso à net...
Está visto que não é uma boa ideia.

Rita disse...

Há gente muito triste

mi disse...

e se essas pessoas fossem descobertas era muito bem feita (assim numa espécie de odiozinho infantil, mas que era era)

Fiona disse...

Para mim, essas pessoas só podem ser extremamente inseguras pois nada explica este tipo de comportamentos. Um perfil todo fofinho e outro em que são as piores pessoas do mundo. Não faz mesmo sentido.

Jackeline Licá disse...

Teu mundo é um encanto :)

Crente disse...

Só hoje me apercebi de tudo isto (sim, sou distraída). Mas quis deixar um beijo para vocês 3. Melhores dias virão e ainda há gente que presta. E que gosta de te ler. Acredita.

Cherry Lee disse...

É por essas e por outras que a blogosfera me assusta. Os blogs são apenas um escape para quem os escreve, as pessoas levam-nos demasiado a sério.

Kitty, sempre gostei do seu blog. É bom tê-la, ainda que, (aos poucos) de volta.

Rubi disse...

Acredito que sim. Por isso e' que tambem acho que devemos criar um certo distanciamento do blogue. E' giro partilhar ideias, mas nao sou muito apologista de depois trocar e-mails e conhecer as pessoas. Acho que cada espaco com a sua abrangencia. Se o comentario me fere apago (so' me aconteceu uma vez). Tambem nao estou 'a espera que concordem sempre comigo, e obviamente ja' publiquei comentarios de leitores que nao concordavam comigo. Desde que o facam com educacao tudo bem. Mas imagino que com estas confusoes todas, Kitty, ja' desconfies de toda a gente. Beijinhos

Rubi disse...

Acredito que sim. Por isso e' que tambem acho que devemos criar um certo distanciamento do blogue. E' giro partilhar ideias, mas nao sou muito apologista de depois trocar e-mails e conhecer as pessoas. Acho que cada espaco com a sua abrangencia. Se o comentario me fere apago (so' me aconteceu uma vez). Tambem nao estou 'a espera que concordem sempre comigo, e obviamente ja' publiquei comentarios de leitores que nao concordavam comigo. Desde que o facam com educacao tudo bem. Mas imagino que com estas confusoes todas, Kitty, ja' desconfies de toda a gente. Beijinhos

Narizinho Lunático disse...

Enfim... Esses "anónimos" são uma praga! E coloco entre aspas porque julgo que todos nós sabemos quem são os ditos anónimos. Sejam pessoas que realmente conhecemos, sejam idiotas com quem nos cruzamos na blogosfera. Tenho dois anónimos de estimação lá pelo meu mundinho. Mas são pessoas que identifiquei. Uma facilmente, outra levou algum tempo. Conhecidos com dor de cotovelo. Inveja. Má conduta. Falta de moral. O que lhe quisermos chamar. Alguns comentários apaguei. Não interessavam a ninguém. Outros deixei estar pendentes, à espera da aprovação que nunca vai chegar. Mas estão ali para me relembrar da maldade humana. E que os maiores cordeiros afinal são lobos esfomeados, ansiosos por nos comer a carne!! :p Bjs

Sunrise disse...

Que confusão!!!! Nunca vi nenhum "hateblog", se calhar ando com os olhos tapados na blogosfera.

Amélia disse...

mas essas pessoal nao tem mais nada para fazer da vida?

Quando e como eu quiser disse...

É uma pena mas ultimamente dadas as circunstâncias os anónimos têm ganho um protagonismo na blogosfera, que a meu não merecem. Simplesmente devem ser ignorados. Do género, comenta em anónimo e o comentário é excluído. Não se acabaria rapidamente com esta raça?

Helena Barreta disse...

A grande e única questão aqui é que há pessoas de bem e há as outras. As invejosas; as de mal com a vida e com toda a gente; as infelizes; as frustradas. As pessoas que parece que o único prazer que têm na vida é infernizar a vida dos outros. E há também as pessoas como o feijão frade, aquelas que têm duas caras.

Beijinho

100 Pretensões disse...

Eu como estou há pouco tempo neste mundo dos blogues,não estou dentro do assunto mas acredit que seja assim
beijinhos*

Sandra disse...

Infelizmente estão a ganhar demasiada atenção. Não a merecem. Repugnam-me, como na vida "real" estas pessoas cujo veneno corre livre pelas veias e só conseguem sorrir à custa do sofrimento dos outros. Os vampiros estão na moda, é certo, mas esta gentalha reles suga-me a paciência!
Vamos lá a animar bloguers castiças deste país!Os cães ladram e a caravana passa!

Moreira disse...

Acho que nunca me aconteceu, mas acredito que haja... ;)

Dudu disse...

Oh vida triste a daqueles que não fazem mais nada que não seja destilar veneno. Felizmente não conheço nenhum hateblogue, mas parece-me que há quem não lide muito bem com felicidade, saúde, sucesso profissional e por aí fora que muitos de nós apregoamos nos nossos blogues.
Beijinhos

Ellie disse...

demasiado tempo livre! -.-

Daisy disse...

Estupidez, pura estupidez!

Mnemósine disse...

Que linda história. Pensava que isso eram só teorias e afinal até se assumem..

António Prates disse...

É o que se pode chamar de "estranho lugar das criaturas amorosas".

' Claudjinha disse...

Acreditas que também já pensei nessa possibilidade?

A. disse...

Não entendo muito bem a mentalidade de certas pessoas, mas enfim! Andará tudo louco? Certamente têm muito pouco que fazer e uma vidinha muito desinteressante...
Mudando de assunto...é muito triste ligar o computador de manhã e verificar, dia após dia, que não há nada de novo num dos meus blogues favoritos... :(
Entendo as razões mas sinto a falta dos seus posts diários...
Por favor volte...(assim que escrever lhe dê tanto prazer como a nós nos dá ler aquilo que escreve, claro!:))
Ana C.

Mami disse...

Bem , que confusão! Hateblogues? Nunca tinha ouvido tal coisa, mas este não é mesmo o meu mundo...
Tenho pena que passes por cá menos vezes, mas depois de ler tudo idto entendo perfeitamente.
É impressionante a quantidade de gente louca que anda por aí..!!

Bjs e boa sorte na tua vida real!

Mie disse...

Jasuuuus, ao trabalho que as pessoas se dao.
Ora assumem o que escrevem ou nao assumem, feijoes frade so no prato!!

Lady disse...

Que gente maluca... não têm mais nada que fazer na vida!
Ohhh pra lá com essa gente!

Ana disse...

Os hateblogues, basicamente, alimenta-se da atenção que se lhes dá.

Zina disse...

Não desistas!
A blogosfera não é a mesma coisa sem o "O amor é um lugar estranho".
Temos sentido a tua falta.
Felicidades.

Simplesmente Ana disse...

Bem, eu leio blogs há anos. Sobretudo babyblogs. Mas só há bem pouco tempo, desde que comecei a acompanhar este blog e o da Pipoca mais Doce, é que comecei a ter a verdadeira noção da hipocrisia da blogoesfera. Tantos comentários parvos, tanto ódio! Parece aquelas picardias de adolescentes, em que só se está bem quando se tem algum ódio de estimação. É que é uma verdadeira palhaçada! E também comecei a ter noção o quanto vale ser popular por aqui (blogoesfera) e dos truqes que se usam para se alcançar popularidade. Sim, porque há famosos nesta sociedade virtual, como os há cá fora. Eu tenho um babyblog privado, i.e., só escrevo para mim. Antes disto tudo, ainda pensei em publicá-lo para trocar impressões. Agora? Depois de toda esta palhaçada a que tenho assistido? Nunca na vida. Vade retro! É um meio doentio para expor a minha vida, desculpem lá.

Simplesmente Ana disse...

Ah, já agora. Tenho a noção de que se uma pessoa gosta da Kitty Fane não pode gostar da Pipoca e vice-versa. Como se fosse um choque de Titãs. Quem diz bem de uma tem que dizer mal de outra. Pelo amor de Deus. Haja paciência. Eu gosto das duas, ou melhor, dos dois blogs, que não vos conheço de lado nehum.

Foi só um desabafo Kitty, não que alimentes o que acabei de dizer, nada disso. Não me interpretem mal.