quinta-feira, 8 de julho de 2010

E que tal inovarem um bocadinho?


Katherine Heigl e Justin Chambers em "Anatomia de Grey"

Há uma coisa que me irrita solenemente nas séries e nos filmes lamechas - no final acabam todos invariavelmente com casamentos. Muitos deles completamente forçados. Aliás, as personagens podem ser contra o casamento durante seis anos de série, mas no final, em minutos, passa-lhes sempre qualquer coisa pela cabeça e casam. E quantos mais casamentos, melhor. Mas o que me irrita mais e que acontece em todos os filmes, todinhos, e em todas as séries, é que, enquanto o tal casal está no altar a casar, os outros que assistem à cerimónia olham todos assim com grande cumplicidade para o seu amor, que tanto pode estar ao lado como pode estar seis cadeiras atrás, ou na outra ala da igreja. Estão a ver do que eu estou a falar?

9 comentários:

Silvia disse...

Eu confesso já não ter pachorra para estas séries. A Anatomia de Grey então, nem por engano me apanham. Séries de médicos e advogados já se fizeram muitas e boas mas não mais. Agora continuam a fazer aquilo que designo por "milking the cow" mas a coitada (da vaca), a meu ver, já não tem mais por onde.

synapse disse...

não sou de casórios. não quero um casório. mas o pedido de casamento no elevador (que nem foi pedido, foi mais 'quero passar o resto dos meus dias contigo') e o post-it... isso sim. gostei do casamento da izzie, não posso dizer que não, por tudo. mas sim, percebo a repetição.

VidasTecidas disse...

Acho que vais gostar da 6 temporada!!!
Susana

someone disse...

Posso dizer que a temporada 6 de Anatomia de Grey não tem nenhum casamento no final, nem nada que se pareça. Nada de final feliz, é mais para o infeliz.
Não vou dizer mais porque também não gosto que me contem as séries que ainda não vi.

*

Gelatina de morango disse...

Se estou!
Então as novelas brasileiras (e eu gosto delas) acabam quase todas assim!

Pink Lolli disse...

Sim, completamente! Novelas, séries, filmes, tudo! Acaba sempre tudo ou a casar, ou noivos, ou aos beijos. E de preferência, um casal, um beijo muito apaixonado. Que lamechas!

oamornaoexistente.blogspot.com*

*no último comentário enganei-me e pus no link o nome do blogue :( mas visita, please!

Celeste disse...

Desde quando é que a Izzi era contra casamentos? ela adorava-os! e ele foi a reboque, foi conquistado. Acho normal e credível. Desculpa lá, mas eu adoro esta série :p tenho sempre coisas boas para dizer sobre as personagens :)

Isa disse...

Ai Kitty, que azeda ;) A Izzie sempre foi romântica, o casamento dela fez todo o sentido. E essa cumplicidade entre casais quando estão a assistir a algo romântico, qual é o mal? Quem me dera sentir sempre isso até morrer.

Kitty Fane disse...

Meninas, mas onde é que eu disse que a Izzie era conrta o casamento? Expliquem-me, por favor. Este post aborda de uma forma geral o final das séries e dos filmes. Por na foto estar a Izzie, não quer dizer que eu me estivesse a referir a ela em concreto. Percebido? :-)