segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Algures no Alentejo


Adriana Lima
Ainda não vos disse que no fim-de-semana estive num sítio lindo, perdido no meio do nada, algures no Alentejo. Um sítio onde, durante o dia, apenas se ouviam os passarinhos a cantar e a chuva a cair. E, durante a noite, apenas se ouvia o cantar de uma coruja, enquanto se olhava o céu carregadinho de pontos cintilantes e se pedia um desejo ao ver a estrela cadente que nos iluminava.


14 comentários:

Cachecol do Pintor disse...

O Alentejo é fantástico. A minha costela alentejana é suspeita, mas é verdade.

Estas férias tive uns dias na Pousada de Portugal de Estremoz...recomendo vivamente!

Anônimo disse...

O Alentejo tem destas coisas... MARAVILHOSAS! 100% Alentejaninha!!!

Beijocas*

Inês

# Gabriela disse...

Há sitios mesmo especiais.
- "Talvez porque nunca se deva voltar aos locais onde fomos felizes." NÃO? Estou lixada!

Kikas disse...

tal como o Cachecol do Pintor, sou suspeita a falar.. mas realmente o Alentejo, principalmente certos sítios, tem um encanto especial :)
e agora, perdoe-me a Miss Kitty Fane, mas vou ser pirosa: "não chores porque acabou, sorri porque aconteceu" (eu disse que era piroso) - e é assim que tem que pensar!

Deboraah13 disse...

Nao sabia que nao se devia voltar aos sitios onde fomos felizes!

Entao eu que adoro voltar aos sitios que me fizeram sorrir de felicidade!

O Alentejo e maravilhoso!
A costa-vicentina fantastica!

E eu??
Eu fui muito feliz la ;)

Style&Stuff disse...

Que inveja... mas da boa! Sempre!

kiss**

fuschia disse...

Ah eu acho que se deve sempre voltar onde se foi feliz, mas só dá para voltar quando o capitulo foi mesmo terminado.

Vanity disse...

Vou para o alentejo no próximo fds... A vida é feita de instantes, tudo o resto conta muito pouco ;) by the way... gosto do novo header !

hierra disse...

Eu só queria dizer que já fui muito feliz no alentejo

Anônimo disse...

É uma nostalgia enorme e um nó no estomago voltar ao sitio onde se foi feliz.... principalmente quando se sabe que o que o destino juntou anteriormente já nao vai voltar a unir

Anônimo disse...

Todos os fins-de-semana, quando vou a casa, ao Alentejo, sou sempre mais feliz!! :)

R.

Tamborim disse...

E se fossemos todas afogar as mágoas em Ferrero Rochers? Afinal, se voltaram no Outono, bem podem servir este propósito de consolar as despedaçadas desta vida. Oh!

Anônimo disse...

Adoro o Alentejo e em particular o turismo rural da costa vicentina!

Claudia

D* disse...

O Alentejo tem outra vida... é bom para "esquecer" os problemas :)

Beijinhos**