quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Hoje é um desses dias


Eva Longoria
 

27 comentários:

Insatisfeito disse...

talvez nessa situação ainda se espere, ainda que inconscientemente, que algum desses casos mal resolvidos tenham um caso feliz.

Se calhar é mesmo conscientemente... =)

ADEK disse...

Oh... Não! Basta que apareça aquele BEM resolvido para que todos os outros percam importância. [só que o desgraçado que nos faz acreditar que o "feliz para sempre" é possível não aparece quando mais precisamos de acreditar...:X]

*

Denise disse...

E vão acumulando-se casos não resolvidos ...

carinho

a estagiária disse...

Então.. se já sabes a causa a solução também está à vista...

paula'maria disse...

como eu te percebo...

Kikas disse...

a coisa mais básica que se pode dizer: e passares a resolvê-los, na altura certa? é que agora talvez não adiante muito resolver os antigos.. mas isso é a minha modesta opinião, de alguém pouco experiente :p

GATA disse...

Os meus casos foram todos bem resolvidos, o problema é que ELES (os homens, e não os casos!) é que eram mal resolvidos! :-)

GuroZen disse...

ufff.. tell me about it..

Clara disse...

e eu todos os dias penso que é porque não conheço homens que me atraiam (e é). e que, fatalmente quando isso por fim acontece, há-de haver qualquer coisa que torna tudo impossível. uma questão de azar, portanto, completamente fora do meu controlo.

mjf disse...

Olá!
Faz uma lista das coisas que não tens resolvidas e que dependem de ti...
Depois começa a concentrar-te numa e vai resolvendo uma a uma:=)))
Força.

Beijocas

Elena disse...

isso fez-me pensar...será que acontece o mesmo comigo? parece-me que sim! um beijinho

Lila* disse...

Ohhh Kitty tas desanimada?! Nao pode ser:)
Realmente devias arrumar alguns assuntos do passado mas nao é impossivekl seguires em frente se n arrumares tudo, tudo:)

Arrumas um de cada vez:)

Maria disse...

Ás vezes o passado atormenta-nos. Mas olha que se o TAL tiver de aparecer, o passado deixa de ser assim tão importante.

beijinho.

Girl disse...

Eu tenho um ex com quem namorei 5 anos e meio que ainda hoje me chateia a mona.

Garanto que resolvi tudo bem. Mais explícita do que fui não poderia ter sido. Já terminámos há 2 anos e meio. E aquela criatura ainda acha que há esperança?

Já para não falar daqueles com quem nunca tivemos nada, mas eles acham que um "não" é um "talvez" e isso significa que futuramente será um "sim".

Nada é unilateral. Para ficar bem resolvido são precisas 2 pessoas.

Beijinhos

Maria disse...

Axas k sim? Dass no way. Nao tens ninguem porque nao ha ninguem de jeito ORA ESSA!

j disse...

Não digas isso, não tem nada a haver, vais ver que mais tarde ou mais cedo o teu "love" vai aparecer quando menos esperares. Enquanto aproveita e sê feliz solteira. bjoka

disse...

Eu acho é que ainda não te cruzaste com o tal, o que te vai arrebatar, porque quando isso acontecer, os casos mal resolvidos desvanecem-se todos e deixam de ter impotância.

Precis Almana disse...

Kitty Fane
Obrigada e uma grande gargalhada para ti e obriga:-D (pelo comentário que me deixaste, claro que não é por teres casos mal resolvidos)
E essa tua amiga é boa pessoa, não é? ;-)

Agora indo ao post: olha, se de facto achas o que dizes, vai resolvendo... Digo eu que de vida sentimental percebo pouco ultimamente...

Miss Complicações disse...

Quando menos esperas, acontece algo que por magia soluciona tudo. Nessa altura tudo se torna tão simples...Até lá tudo vai parecer uma complicação.

de Marte disse...

ai ai ai!!!!

mas o que é isto?
que epidemia é esta??
andamos às dezenas a postar desilusões nos nossos blogues!!!!

Tem de haver aí um movimento de elevação de moral.

:) dá um pulo no meu e diz-me de tua justiça.

Beijinhos

Mak, o Mau disse...

Faz-te falta uma espécie de EMEL do amor, que te reboque casos mal estacionados, relações paradas em segunda fila ou artistas que não paguem parquímetro no teu coração.

;)

Feiticeira disse...

Nem de propósito hoje lembrei-me de um dos meus casos piores resolvidos. Nada como isso para me amargar os doces sorrisos provocados pelo ragazzo italiano. É díficil mesmo...

Anônimo disse...

I would tell you
That I loved you
If I thought that you would stay
But I know that it's no use
That you've already
Gone away

Misjudged your limits
Pushed you too far
Took you for granted
I thought that you needed me more

Now I would do most anything
To get you back by my side
But I just
Keep on laughing
Hiding the tears in my eyes
'cause boys don't cry

Ass. Anónimo

Kitty Fane disse...

És quem eu estou a pensar?

J disse...

Olá monkey. blog muito interessante. jinhus

Celinha 007 =) disse...

LOL eu tenho de concordar ctg. Deve ser um género de "maldição". Por isso toca a resolver :P LOL

Gaja com G maiúsculo disse...

Acho que só me resta juntar ao clube dos ''casos mal resolvidos''! É difícil interessar-me e apaixonar-me verdadeiramente por alguém, e quando isso acontece, ou não é mútuo, ou então há-de ser alguém que entra na minha vida para me fazer infeliz. Penso sempre que a seguir será diferente, mas até hoje nada :(

Por isso Kitty Fane, como te compreendo!!
Abraço