segunda-feira, 20 de julho de 2009

Venham os próximos



Comecei a ler o livro ontem à tarde, li-o por toda a madrugada e terminei de o ler há bocado na praia. Já há muito que um livro não mexia tanto comigo.

16 comentários:

Jade disse...

Não é este livro que está na base do novo filme com a Penélope Cruz?
Beijinhos

Pecansis disse...

Uau. Vou procurá-lo na próxima ida à Fnac.

Le Enfant Terrible disse...

Desse autor só li ainda o "Teatro de Sabbath" que recomendo e achei soberbo!

Kikas disse...

olha a sombra do chapéu da kitty fane :D (nada a ver)

Hewitt disse...

Eu tou a ler Património também do Phillip Roth, é uma escrita genial...tou a adorar também.

Hewitt disse...

Boa escolha...

Miss Kin disse...

Eh pá! Fiquei curiosa!

Marisa disse...

É o livro que deu origem ao filme Elegy, com a Penélope Cruz e com um desempenho brilhante de Ben Kingsley. Ainda deve estar em exibição pelo El Corte Ingles. Gostei muito do filme, embora ainda não tenha lido o livro.

Adorei "Todo-o-Mundo" também do mesmo autor. Uma obra-prima!

Ana Red Nose disse...

Olá!
Também achei brilhante o livro! Forte, muito forte! Se gostaste, lê outros dele, são bons!!!
Beijinhos, boas férias!

Precis Almana disse...

Também o li num dia...
Tenho "O fantasma sai de cena" dele para ler. E "Mancha Humana" também é bom. Ele anda é sempre à volta do mesmo tema... O envelhecimento deve mexer muito com ele.

Tamborim disse...

É o "meu" único Roth até ao momento, e também gostei muito.
Posso sugerir outro livro? Talvez a Kitty Fane ou alguns (ou muitos) de Vós já conheçam, mas como é de um dos meus autores preferidos, aqui vai: Névoa, de Miguel de Unamuno. Editora: Difel.
Boas leituras e férias!

soninha disse...

estou a relê-lo depois de ter ido ver o filme elegia. philip roth é o meu escritor preferido. e este é, a par com o "everyman" (todo o mundo), também dele, um dos livros da minha vida.

quando vi o filme gostei imenso mas fiquei com a estranha impressão de que, embora parecido, diferia muito da história do livro, que já tinha lido há cerca de dois ou três anos. e foi por isso que decidi relê-lo. o livro é ainda melhor do que me lembrava. o filme, cada vez acho mais que vale sobretudo pelas interpretações, especialmente pela do sir ben kingsley, porque a história é bem mais linear.

Mónica disse...

Sou uma assídua visitante deste blog mas não tenho por hábito comentar. Como os livros são uma das minhas paixões aproveito a oportunidade para agradecer ter dado a conhecer um autor que desconhecia e que, pelos vistos, é para lá de excelente. Constará das minhas próximas aquisições sem dúvida.

Quanto ao resto do blog só posso dizer que adoro e que me identifico com muitas das situações que aqui reporta nomeadamente esta. Levei 5 anos a "curar-me" mas consegui cortar com todas as amarras que me prendiam a esse amor sem futuro. Hoje sou muito feliz com outra pessoa!

Vekiki disse...

Hum...acho que o vou comprar e juntar aos que vão de férias comigo :-)

S. G. disse...

grande livro...

bom para as férias :)

Anônimo disse...

Já tinha ouvido falar tanto do Philip Roth e nunca tinha lido. Descobri esse livro por mero acaso e fiquei completamente agarrado a ele...É raro livros de autores contemporâneos causarem tal efeito...
Um clique, um beijo