terça-feira, 11 de agosto de 2009

O maior corta-interesse de todos os tempos


(de um editorial de uma Vogue qualquer, desconheço os nomes dos modelos)

Ele - Queres ter filhos?

Eu - Sim, quero. Mas não para já.

Ele - Ah não? Então queres ter quando? Que idade é que tens mesmo?

Eu - Tenho 31 (isto foi há dois anos). Porquê?

Ele - Pois. Depois aos 40 querem engravidar e já não podem. Cof. Cof. Estas mulheres de hoje em dia... Sinceramente... (dito com ar de desprezo).

Rapazes que me estão a ler, se querem mesmo afastar uma mulher com mais de trinta anos e não sabem como, falem-lhe no facto de começar a ficar velha para ter filhos. Sim, este sim, é mesmo o maior corta-interesse de todos os tempos. Aliás, esta foi a única vez que deixei uma pessoa a falar sozinha na mesa de um bar. Levantei-me simplesmente. Sobretudo porque esta conversa foi o culminar de outras que já me estavam a pôr mal disposta. Foi estúpido, eu sei. Provavelmente se não estivesse com t.p.m. não o teria feito. Mas não senti remorsos.

E se na altura fiquei super irritada, depois agradeci. Porque assim tive um forte pretexto para nunca mais conseguir olhar para a cara da criatura, que era primo da amiga do amigo.

Sim, eu quero ser mãe, mas só mesmo se encontrar uma pessoa por quem eu esteja mesmo apaixonada, com quem eu sinta vontade de ter filhos, que tenha vontade de os ter também e que eu ache que cumpre todos os requisitos para isso. E aí a exigência é mais do que muita. Não, não serve qualquer aventesma, uma vez que vou ter de ficar ligado a ele para sempre. É que de crianças com problemas está o mundo cheio.

38 comentários:

acutilante - frank verlag disse...

Quando se encara a mulher como "reprodutora"....Pois.

GATA disse...

E quando a resposta é "não, não quero ter filhos"??? Então é que é o fim do mundo! Raios partam as pessoas que acham que as mulheres têm a obrigação de ter filhos!

Feiticeira disse...

Mais vale ter um filho sozinha do que ter uma avantesma a fazer de pai e a dar mau exemplo e transmitir valores errados. Acho que muita gente vê a decisão de casar como sendo do homem (e nós ali sempre à espera do anel) e a de ter filhos da mulher (e ele cheio de medo da responsabilidade mas caladinho que nem um rato). Tenho para mim que tanto uma coisa como a outra devem acontecer naturalmente da da fusão de duas vontades. Mais vale esperar e fazer bem as coisas e com segurança que mais tarde sofrermos as consequências de certas pressas. Hoje em dia as pessoas têm pressa para tudo, para casar, ter filhos... e quando têm essas coisas, quando finalmente alcançam tudo o que acharam que sempre quiseram, é o vazio.

um beijinho.

Uma mulher pode adoptar, pode fazer inseminação artificial ou pode ficar para tia que também não fica mal. Isto tudo sem um homem!

estrela666 disse...

Acho que fazes muito bem! A minha mãe esperou pelo homem certo até aos 39 anos e cá estou eu!

disse...

Odeio esse tipo de discurso. Tenho 30 anos e não tenho filhos e passo a vida a ouvir bocas do género e coisas como "mas já tens 30, olha que depois fica mais difícil"; "estás a ficar velha para ter filhos" - as pessoas não têm sequer consciência que se não tenho pode ser porque não posso e que podem estar a ser tremendamente insensíveis...

Anônimo disse...

Gostei mesmo muito desta crónica. Revi-me aqui há uns anos...E agora estou com A pessoa certa!

amartins

Mister Peter disse...

Gostei! :-)

Filipa disse...

Eu tenho (quase, quase) 29 anos, estou casada há 2 e ainda não pensamos em ter filhos. Mas não me livro dos comentários e das perguntas constantes: "para quando filhos?", "olhem que depois começa a ser tarde". Eu e o João, claro está, não ligamos nenhuma. Começamos a pensar em filhos quando acharmos que é o momento. E isso, só nós podemos decidir.

Beijinho

art.soul disse...

típico macho man da província...
não há paciência!

Alexandra disse...

Kitty, já passei exactamente pela mesma situação!

Beijinho

Alexandra disse...

Kitty já passei exactamente pela mesma situação!

Beijinho

Inês disse...

E tá tudo dito! Mai'nada!!!

Liana Andra Marques disse...

Fizeste muito bem. Essas coisas que não se pensam quanto mais se digam. É verdade que à medida que o tempo passa, os riscos são maiores, mas acho que as mulheres estão cientes disso e não precisam que lhes abordem o tema desse modo! Além disso, e ainda mais importante do que esses riscos, não tem muita lógica ir ter filhos só por causa da idade! Tem de haver um conjunto de acontecimentos em sintonia, como os que falaste: amor, paixão, vontade a dois. Já para não falar que convém haver a mínima estabilidade financeira, o que nos dias de hoje não é cedo que se consegue.

Já deves estar cansadita de ler o que te vou dizer, mas tem mesmo de ser: parabéns por este blog, acompanhou-me muitos dias quando estava longe de casa, e valia muito pelas risadas! Pareces ser muito interessante como pessoa.

Beijinhos

Paulo Nunes disse...

Tens razão naquilo que disseste! acho que para ter filhos tem que ser com a pessoa certa! ter pais separados na educação dos filhos é a pior coisa que pode acontecer a uma criança! Cada vez os filhos nascem mais tarde.. o que também não é bom...eu nasci muito tarde e e diferença de mentalidades foi enorme! entre os 25 e os 30 é a melhopr altura... com a pessoa certa :P
Em reposta a um comentário...Uma mulher não é obrigada a ter filhos, mas ao escolher um parceiro,e antes de começar a namorar, é melhor informar desse desejo ou então não se admire de levar uma nega :)

Rubi disse...

Acho que fizeste muito bem, esse palerma teve o que mereceu!!!

Mara disse...

O rapazinho teve o que merecia...

Eu compreendo-te bem, infelizmente.
30 anos e casada há quase 5, levo "ensaios" descomunais acerca das vantagens da procriação e do facto de estar a passar do prazo de validade. Santa paciência!
E nós queremos ter crianças, imagina se não quiséssemos...

Anônimo disse...

... primo da amiga do amigo...-blind dates é muito mau.
Ele nunca esteve interessado em ti, senão só te falaria de coisas positivas.

Capitão Microondas disse...

Mais do que confrontar uma mulher com a sua idade parece-me que nenhum gajo minimamente orientado das ideias e que realmente tenha interesse numa fêmea vai buscar o tema dos filhos. Mas há algum gajo que, por mais que queira ser pai, se lembre desse tema quando está na aproximação à pista? Só compreendo esse episódio num gajo que ou não tem realmente interesse na rapariga ou é notoriamente estúpido, o que em qualquer dos casos não esconde alguma falta de tacto.

Anônimo disse...

E já agora, aproveitando isso do ter filhos, após bastante tempo de ausência venho aqui confirmar que a minha pimpolha, que faz 3 meses hoje, é a menina mais linda do mundo e tem o papá mais ultrababado do planeta. Venho avisar tb que esta será a minha última conversa sobre bebés pois já sei que não as aprecia particulrmente e eu tb não sou muito dado a elas ;)

Ósculos

Nuno Rechena

prada disse...

Cof cof é uma expressão francesa muito desdenhosa,não é?
Pensas muito bem e o ultimo parágrafo do post é o mais importante! Ninguem pede para nascer e há muita responsabilidade a ter em conta.
É um prazer ler-te!

P.s: bla bla... para sempre!! disse...

E, nessas alturas só à bofetada... passo-me com isso!

miminho no meu blog :D

Mónica disse...

Nem a propósito!

Ontem, durante a hora do almoço, voltamos a tocar no tema de crianças ao que respondi: "Ainda não me sinto minimamente preparada para tal e, a continuar a sim, não sei se alguma vez estarei".

Tendo em conta que já me juntei com alguém, um colega meu perguntou-me logo a minha idade (quase 29) e depois sai-se com esta: "É melhor não esperares muito mais tempo. Depois fica complicado. As minhas cunhadas levaram anos a engravidar e já não és muito nova"!

Já nem sei quantas vezes já ouvi este tipo de comentário. Acho que vou abster-me, de futuro, a explicar pela milésima vez o porquê de não querer ter filhos para já.

Como foi já dito, parece que uma mulher que chega a uma certa idade e não pensa ter filhos é um ser abjecto! Que irritação!!

Miss Pu disse...

ela é a Daria Werbowy.
ele não sei...

Anônimo disse...

O certo é que depois dos 35 anos a gravidez é considerada de risco; não deve ser por acaso.

Nao se pode ter tudo e, seja qual for a forma de pensar, teremos que viver com as consequências.

mjoaob disse...

É isso mesmo. E para gajos que achem que uma gaja só serve para ter filhos também já demos.
:P

Poetic GIRL - BELA disse...

Eu também sou apologista que devemos esperar pela altura certa. Ter filhos só por ter, desculpem mas para mim também não serve. E não tenho medo que "passe de prazo" como muita gente gosta de referir, se eventualmente passar, adopto. Não falta por aí crianças que precisam de quem lhes dê amor, ser pai e mãe está muito mais para além dos laços de sangue... beijocas

Miss Kitty disse...

Esta gente é maluca! parece que a mulher é obrigada a ter filhos e vem com prazo de validade! Visão antiquada...

BJS*

hierra disse...

Pois, eu percebo a atitude de o deixar a falar sozinho...já tive vontade de o fazer uma ou duas vezes, faltou-me talvez a coragem...há individuos mesmo desagradáveis :)

Anônimo disse...

Sim Kitty... é tudo verdade o que escreveu.. mas não se podem desejar todos os requisitos do mundo... senão fica-se mesmo só, porque não é só finais felizes. Não é o seu caso (sim Homens, a kitty é realmente das raras excepções..), mas muitas mulheres o primeiro requisito de um homem é a conta bancária ou o estatuto.

Depois... Tiaaaazzzonnnaaaasss!!!!

Margarida Vaz Pinto disse...

Agora disseste tudo!!!

É isso mesmo!

Beijinhos

Joana ' disse...

Ai como eu adoro os teus post's sobre os "corta-interesses"... Normalmente saio daqui sempre com um sorriso na cara, depois de rir às gargalhadas!

Regra geral, concordo contigo e este é mais um dos casos em que ambas partilhamos a mesma opinião.

E deixa lá esses sacanas que fazem comentários tristes e desagradáveis, não estás nada velha para ter filhos...

Beijinhos Kitty =)

Miguel disse...

Acho muito bem.

As pessoas casam com o/a primeiro/a que aparece e depois é só crianças filhas de pais separados...
Não que haja alguma garantia, mas sempre a probabilidade é maior...

fuschia disse...

Não percebo o arrependimento em te teres levantado da mesa do bar. Ele foi indelicado e tu simplesmente vieste embora, não lhe atiraste a mesa à cabeça nem fizeste um escandalo, que isso sim, já seria de me arrepender.

Bokwus disse...

Eu só tenho 23 aninhos e já sou bombbardeada com o raio da pergunta! O valor a pagar por estar numa relação há 8 anos :P
Mas giro giro é ver a cara das pessoas quando respondo que não tenho intenção de ter filhos nem agora, nem daqui a 10 ou 20 anos ... temos pena :P

S* disse...

Parvalhão sem tacto. TACTO, meus amigos, TACTO. Sensibilidade.

Anônimo disse...

Ultimamente também tenho sido bombardeada com a mesma questão, ainda por cima, vinda de pessoas da minha idade (30), mas que já tiveram filhos.Ás vezes chego a pensar que elas é que se sentem velhas, depois dizem essas coisas a quem ainda não tem filhos. Eu costumo dizer que ainda tenho muito tempo,pois a minha mãe tinha 40 anos quando eu nasci e não foi por isso que foi diferente das outras mulheres. Cada um sabe de si.Na minha opinião ter filhos implica muitas outras coisas, não é chegar ali e por um filho no mundo ejá está. Há coisas que devem ser muito bem pensadas e planeadas, mas parece-me que há muita gente que ignora esse facto.

Blue Sky

Trintão disse...

Não há que sentir remorosos. O "tipo" merecia pior ainda :p

Pink Panther disse...

Eu tb ja tive desses comentarios... de familiares ainda por cima... eu tive filhos qd achei que deivia ter e ponto final... tive aos 32 e qto a mim foi mto a tempo...