segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Erros ortográficos


Bridget Moynahan

Ainda me lembro de um episódio do Sexo e a Cidade em que o Big acabou o namoro com a Carrie e começou a namorar a Natasha (personagem interpretada pela menina da foto acima). A Natasha, com quem veio a casar uns tempos depois, era uma daquelas mulheres cheia de classe. Altíssima, elegante, de cabelo escuro e brilhante, que trabalhava na Ralph Lauren e que presidia a uma Comissão de Mulheres.

Se a princípio tentou competir com ela, no final, a Carrie entregou as cartas e aceitou o facto de que na vida há mulheres melhores do que outras. E não há sapatos, carteiras ou roupas que mudem isso. Dizia ela, que nunca seria a mulher do cabelo perfeito nem a mulher que usaria branco sem se sujar. Nunca seria a mulher que presidia a Comissões de Mulheres e que escrevia notas de agradecimento.

Quando entregava as cartas e se dava por vencida, a Carrie detecta um erro ortográfico numa das notas de agradecimento escritas pela Natasha. Um erro ortográfico daqueles grosseiros. Ficou radiante. Afinal aquela mulher tinha defeitos - dava erros ortográficos.

Eu sou assim. É triste ter de o admitir, mas é a realidade. A mulher ou o homem podem ser seres perfeitos, mas quando vislumbro um erro ortográfico (qualquer erro, sobretudo um daqueles mais grosseiros tipo "fizes-te", que se vê nitidamente que não foi uma distracção por estar a escrever à pressa) penso exactamente o mesmo que a Carrie. A pessoa deixa de ser aquilo que eu imaginava, perde toda a magia, é que afinal de contas nem sabe escrever em condições.

54 comentários:

P. disse...

ahaha! sim sim! eu cá concordo ctg. odeio, ODEIO erros ortográficos!

*

Vekiki disse...

eheheheh...eu detesto erros ortográficos. Acho que é neles que se vê o "berço"...

Gingerbread Girl disse...

Eu também não gosto de ver erros ortográficos... mas não seria isso de certeza que me iria fazer deixar de ver a magia numa pessoa.

PercebesteS?


:p



*

Anônimo disse...

O meu querido dava uns erritos quando comecei a namorar com ele, coisa q me desgostava e que eu tratei logo de corrigir. Hoje é vê-lo a escrever impecavelmente, que orgulho!

Sofia

Micragirl disse...

Eu também sou assim com os erros ortográficos e mais ainda quando se saem com: "Yahh", "prontos" ou "há-des". Aí estão completamente na lista negra. Temos pena! :)

disse...

Concordo que seja um turn off, mas se algumas vez "rejeitas-tes" um menino só po causa disso, tb não acho bem...Ás tantas perdes uma oportunidade de ouro.

:p

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Tenho uma história tão tão parecida !

E eu confesso, não posso reclamar muito pois não coloco muitos acentos visto que o meu teclado francês AZERTY não tem acentos como em Portugal.

Nunca tive aulas em Português na minha vida, mas o "fizes-te"... teclado nenhum aceita...

E o "voçê" com "ç" ? hahaha!

A Elite

Anônimo disse...

Também sou bastante esquisitinha com os erros ortográficos. Um texto pode estar todo muito bem escrito, com um vocabulário rico, mas os meus olhos, como que por magnetismo, dão logo com os erros.
Mas não sei se isso seria suficiente para me afastar de alguém. O que me podia pôr de pé atrás era perceber que a pessoa tinha noção de que dava imensos erros mas não tentava corrigir-se...

Ines disse...

Como te compreendo... ontem, nas legendas de um filme, aparecia um "para ir-mos". Arrepie-me toda!
E chamam a isto profissionais!

Ines disse...

Nem podia ser de outra forma... num comentário sobre erros, tinha de estar um... Onde está "arrepie-me" dever-se-á ler "arrepiei-me".

Textículos disse...

Afinal é fácil contentar uma mulher! :)

sweetie disse...

Sou exactamente igual! Posso estar deslumbrada com a pessoa, mas se vejo um erro, seja ele qual for, o encanto desvanece.se logo! Até pode ser uma estupidez, mas não consigo evitar.. beijinho **

«-(¯`v´¯)-«Madalena»-(¯`v´¯)-» disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
«-(¯`v´¯)-«Madalena»-(¯`v´¯)-» disse...

É mesmo verdade, eu sinto isso exactamente...fico toda arrepiada com os erros ortográficos....brrrr
Horrível!!!!!!!!
Bjs ♥ ♥

Anônimo disse...

Miss Kitty Fane..
Tive um namorado que escrevia "adorete muinto".. lol

Aproveito o cantinho e peço-lhe que me tire uma dúvida. pf. (sem querer estar a abusar, claro!)

Escreve-se:
"há uns anos atrás(...)"
ou
"à uns anos atrás(...)"
?

é que ando nesta "briga" com um colega e vi agora uma bela oportunidade de dizer-lhe qual a maneira certa! (ou não)

Obrigada e todos os dias ando por cá no "O Amor é um lugar estranho" :)
Parabéns pelo Blog

Carina

Saltos Altos Vermelhos disse...

Sinceramente também não gosto!Tento ao máximo não dar erros!Mas claro que pode acontecer!Não sou perfeita hehehehe mas leio bastante para que não aconteça com frequência! Uma coisa que tento corrigir agora é a coisa dos acentos, acreditas que tenho um teclado inglês em casa e a coisa dos acentos é terrível! vou perdendo o hábito! Mas eu educo-me hehehehe

LORENZO MONSANTO disse...

Sério? Por causa de um erro?

Bem...Os pés também são factor eliminatório, para mim, é claro...

Femme Fatale disse...

Concordo plenamente contigo. Acho que todos somos assim um pco... até connosco mesmos!

=)

Pietra disse...

Também não gosto de erros, se bem que há aqueles erros de distracção e outros (os graves) de base gramatical, que já foram enumerados por alguns comentadores.
Para o anónimo:a expressão correcta é "Há alguns anos atrás..." há com H de haver/ existir... pois "à" é a contracção do artigo definido "a" com a preposição "a" que significa em direcção a..., ex.: "Vou à Rua 25 de Maio".
Bjs

Kitty Fane disse...

Carina - Há (verbo haver) uns anos. ( o atrás também é dispensável.) :-)

Anônimo disse...

Querida Kitty
pior que erros ortográficos é uma unhita suja, ouvidos com cera exposta ou unhas amarelas dos pés...entre outras pequenas (grandes) faltas de higiene... mas então o ser humano não é perfeito!
Céu

Laetitia disse...

Bem é verdade!Ainda mais se associado aos erros ortográficos vierem umasoutras tantas coisas (dignas de desilusão até para a mais santa :p) mua

Laetitia disse...

P.S faltou-me espaço entre umas e outas lool vá lá, foi só mesmo engano ;)

Sanxeri disse...

Avalio muito as pessoas pela maneira como escrevem, especialmente aqui na net.

Nao há nada mais "corta-interesse" que um homem que manda uma sms cheia de erros ou "x's" e "k's". Nao gosto mesmo.

Rafaela disse...

Querida Kitty, este post podia ter sido escrito por mim. Sou desde que me lembro de ser gente muitíssimo criteriosa, rigorosa e purista em relação à língua portuguesa.
Lembro-me perfeitamente desse episódio em que a Carrie ri por dentro ao saber que a Natasha dava erros. Eu não só rio por dentro como categorizo um pouco as pessoas pela forma como escrevem. Mas infelizmente cada vez mais os erros na escrita são uma constante e é raríssimo encontrar um homem - no nosso caso - que não escreva com erros. Se o encontrares, agarra-o com unhas e dentes. :)

dualitate disse...

Bem eu neste aspecto dos erros sou um bocadinho mais liberal.
Talvez porque tenho uma dislexia fonológica (que só não é profunda porque eu sempre li imenso e escrevi imenso desde criança o que atenuou a doença... o que também fez com que só fosse feito o diagnóstico da doença também mais tarde, devido a alguns sintomas de despistagem próprios) não dou assim tanta importãncia a isso.

Porque é que eu, que muitas vezes não coloco acentos nas palavras (os disléxicos não distinguem a sílaba tónica das outras sílabas das palavras) e troco sílabas de frases escritas e faladas (característica de uma disléxia fonológica profunda) vou ser intolerante com alguém que pode dar determinado tipo de erros? E mesmo que não esteja relacionado com doenças desde género, há muitas razões para dar esses erros. E não há problema em corrigi-los. Assim é que se aprende.

Acho sinceramente que há coisas piores.

Beijo doce

Espiral

Anônimo disse...

Eu sabia que estava certa! :D

Obrigada! ;)

Carina

Miss K. disse...

:)

Anônimo disse...

Concordo contigo Kitty, mas quando se é professora do 1º ciclo, ainda estamos muito mais atentas! Bjs e boa semana. :)

Maria

DD disse...

Quanto mais uma expressão é socialmente utilizada mais hipóteses há de esta passar a ser oficial. Quem sabe se um dia não estaremos (os que se preocupam com a escrita e fala) todos na fila de trás. Pelo caminho que isto está a tomar, não há-de faltar muito para a lingua portuguesa passar a ser uma lingua abreviada e liberal. Vocês HÁ-DEM ver...

DD disse...

E já agora Sra. Kitty, o que achas do acordo ortográfico?

Bj.

Ana C. disse...

E quem diz erros ortográficos diz também pontapés na gramática, oralmente falando. Há para mim palavras que riscam imediatamente do meu mapa a pessoa que fala comigo e me provocam alergia cutânea. Passo a exemplificar:
Dói-me a cabeça derivado da doença
Fizestes mal
Há-des ver que é assim
BAHHHHH

Sunrise disse...

Dar erros ortográficos não é bonito, mas acontece aos MELHORES!

Gingerbread Girl disse...

Não existem erros... apenas perspectivas... =D

http://palavrasgenila.blogspot.com/

Mak, o Mau disse...

Só me çafo aconta do curretore oretorgárfico.

Mas disfarsso beim ;)

Koshdukai disse...

Detesto deparar-me com erros ortográficos. Dá-se-me uma volta no estômago... é... uma reacção inconsciente/involuntária mesmo.

Mais detesto quando as descubro no que escrevo (acho q além da volta ocorre um nó no dito orgão digestivo).

Mas... o certo é que o mundo não é perfeito, nós não somos perfeitos, e claro, as pressas dão em asneiras (sim, vagares também, claro).

Por isso, habituei-me a tolerar um pouco os erros q vejo dos outros (ainda n consegui tolerar os meus), dependendo do meio usado... por exemplo, se os encontro num meio electrónico, q costumo consultar (blog, etc), normalmente envio um aviso a indicar o erro. É que, pior que ver um erro 1 vez, é vê-lo tantas vezes quantas se olhar para aquele texto.

susana disse...

Olá!

Descobri este blog há(!) dias, já o li na diagonal e adorei certos posts.

Também detesto ver erros (ortográficos e/ou outros) e até os corrijo nos avisos afixados no elevador! Defeito de profissão!
bjs

Nomyia disse...

Encontramos defeitos muito nossas nos outros. É assim, há coisas que nos afectam o sistema e esse é apenas um exemplo!
*****

Ana Paula disse...

Olá Kitty

Nunca tinha escrito no teu blog, apesar de te seguir diariamente.
Identifico-me completamente com o que escreveste.
É daquelas coisas que me dão logo vontade de fugir.

Gosto de te ler

Me... disse...

E quando escrevem "escolhes-te-me"??!! Ah pois é, já eu vi uma destas e ia ficando KO... infelizmente a língua portuguesa é muito maltratada...

Ana Raquel disse...

Eu também detesto ver erros ortográficos, o pior é quando até vamos ajudar a pessoa que o escreveu ela diz: "ahh não uso acentos".. ou "é a mesma coisa...".
Ainda hoje estava a ler a acta da reunião e tinha umas preciosidades: treceiro, tarzia e precebeu...
Enfim.
**

Teresa disse...

Eu sempre pensei assim.... É ver um "fizestes" ou um "eles ontem forão" .... e que camada de nervos!
Perde a magia!!!
Da mesma forma que me irritam todas as "net-abreviaturas" que agora se usam, e que fazem a nossa língua parecer japonês... é o "bjnhu", os "k" por tudo e por nada...

Luna disse...

E olha que erros desses de "fizes-te" e "tives-te" é o q se vêem mais aí aos montes... é inacreditável que as pessoas n vejam que a palavra "fizes" e "tives" n existe, como pode levar um travessão a seguir?!
enfim... cromitos é o que são!
Bj

hierra disse...

Eu que saí há tempos com uma criatura que se achava a última cocA-COLA no deserto, fiquei igualmente encantada quando o desgraçado escrevia que era uma verdadeira vergonha, nomeadamente escrevia "registrado"...pois que era tão bom, tão bom e não sabia escrever :)

branca disse...

Também detesto..há uns que não se perdoam!!! Mesmo se a pessoa já tinha uma certa "magia", assim perde-a toda...

Precis Almana disse...

é pá, é que concordo 100%

Anônimo disse...

Eu concordo contigo an medida que acho que um erro ortográfico pode ser pior que mau hálito.

Mas a verdade é que se aparecer um rapazinho que te dê a volta à cabeçinha, ele até pode achar que te deu a volta à cabeSSinha, mas tu vais criticé-lo, mas continuas a gostar dele da mesma forma... Não adianta negar, é assim a vidinha...

Beijinhos,
I.

Anônimo disse...

Também tenho um ódiozinho de estimação com erros ortográficos. Desfaz-se logo o encanto e passo a catalogar o/a autor/a do erro como uma perfeita aberração. Mas ...e há sempre um mas,também acontece uma criatura dominar com perfeição e estilo a língua ( salvo seja) de Camões e carecerem de qualquer interesse noutras áreas e serem até uns valentíssimos FDP. E aí eu fico um bocado aborrecida por ligar tanto ao domínio, oral e escrito da língua. É que há outros que não são de somenos importância. :)

Dive disse...

Nem mais. E para mim é um daqueles "corta-interesse" que tanto falaste ha uns tempos atras...

pikiewikie disse...

Não a conheço, como é óbvio. Só conheço o que vou lendo no blog. E isso é suficiente, porque acho imensa graça.

Cumprimentos

Trintão disse...

Para mim, depende do tipo de erro e do meio em que é feito!

O que me causa um turn-off imenso é uma pessoa dizer 'oralmente' (salvo o pleonasmo) estas palavras:
- fostes, dissestes, etc...
- prontos

matilde disse...

PRONTOS!!!
Por isso é que eu namoro com um professor de português!!!
;)

Eli disse...

Estive a ler (praticamente) todo o teu blogue até este post e só o fiz porque me apeteceu.

Ou seja, gostava que soubesses. Afinal é algo bem positivo!

:)

alex disse...

É,me intristece perceber que algumas pessoas tire conclusõe sobre outras atravéz de sua ortografia.Provavelmente Hitler escrevia com perfeição.Poderia,aqui, sitar muitos outros,mas me deterei apenas neste para que reflitamos.