segunda-feira, 9 de setembro de 2013

A loucura das "50 Sombras de Grey"

Nunca li o livro "50 Sombras de Grey" e não faço questão de o ler. Foi daqueles fenómenos que me passou completamente ao lado e que não despertou em mim a mínima curiosidade (nem aquela curiosidade de o folhear na livraria para tentar perceber o porquê de tanto sucesso). Nunca compreendi a loucura à volta da historieta, mas que ela existe, lá isso existe. Dizem que melhorou exponencialmente a vida sexual das donas de casa por esse mundo fora (que, supõe-se, devia andar pelas ruas da amargura), e que até, segundo alguns, foi uma das causas, juntamente com a gravidez de Kate Middleton, do baby boom verificado este ano no Reino Unido. Mas a loucura é de tal forma que os seus fãs agora até acharam que deviam ser eles a escolher os atores para a adaptação cinematográfica do livro e vá de lançarem petições e mais petições contra os actores escolhidos, sugerindo eles os nomes certos. Podia dar-lhes para pior, é um facto, mas não deixa de ser absurdo tudo isto.

18 comentários:

Letrinhas disse...

Por acaso tenho uma amiga que tem a trilogia e emprestou-me. Não gostei de nenhum dos três livros. Eu bem continuava a ler, sempre à espera da parte espetacular, mas essa parte nunca chegou, pelo menos para mim. Não recomendo.

Hermione disse...

eu na altura também não percebi o boom, e há uns tempos uma colega de trabalho apareceu com esse livro e eu lá o li, para ver se percebia o porquê desse alarido. só consegui ler o primeiro, é sempre mais do mesmo e não me cativou minimamente para ler os próximos. conclusão: continuei sem perceber o porquê do alarido :b

Madrigal disse...

A venda dos direitos já aconteceu há cerca de um ano e desde aí quase todos os dias novos actores ou realizadores eram apontados como quase certos para os papeis. Se foi especulação da imprensa ou golpes de publicidade dos estúdios não sei, o que sei é toda a especulação deu lugar a que as pessoas tomassem partidos e pior criassem expectativas. Se toda a especulação foi uma forma dos estúdios manterem interesse por algo que muita gente começava a perder o interesse o tiro saiu-lhes pela culatra.
de resto eu não acredito que os estúdios vão mudar as escolhas e até acredito que alguns actores que possam ter sido sondados para os papeis tenham simplesmente recusado.

cabranazi disse...

Pois eu li os três e gostei! É tipo aqueles livros que li algumas vezes na adolescência: Sabrina e cenas assim, só que em versão mais longa. É giro, tem uma história leve, está razoavelmente bem encadeado mas muito mal escrito, ou então é a tradução. Só sei que já os emprestei e vendi, porque andava tudo louco com aquilo! Acho que foi tipo Twilight em versão adulta.E sim tem o seu quê porno...lol

cabranazi disse...

Ah e já agora junto-me ao coro das sopeiras: Michael Fassbender e Mila Kunis.

Não é pra qualquer um não... ;)

t disse...

Acho que sempre que lemos um livro, seja as 50 Sombras ou outro, imaginamos as personagens na nossa cabeça. Os actores que foram escolhidos nada têm a ver com as personagens que são descritas nos 3 livros.
Eu li os 3, gostei e também não concordei com a escolha dos actores porque não coincidem com as descrições dos livros.
Acho que é fácil atacar as 50 Sombras e criticar tudo o que tem a ver com isso... Kitty se tivesses um livro que gostasses muito, com personagens bem descritas que foste imaginando na tua cabeça também não gostavas de uma escolha completamente diferente :)

Ângela Ferreira de Sousa disse...

Foi uma das trilogia que nunca me suscitou qualquer tipo de curiosidade e continuo desinteressada quanto aos livros e futuros filmes...
Quanto a essa grande revolta das fãs penso que seja um pouco normal ao início, pois todos nós, quando lê-mos um livro imaginamos as personagens na nossa cabeça mas já está a tornar-se ridículo e um abuso.

Sílvia disse...

Eu li as primeiras páginas, tive que folhear a ver se melhorava e desisti. Não me identifico com as personagens por isso não gostei da história. E olha que eu li o twilight mas como mudei bastante a nível pessoal também não voltava a ler. Mas o mesmo se passou nessa altura. Fizeram-se abaixo-assinados a pedir para não ser o Robert Pattinson a representar a personagem e depois todos o adoraram.

Moleskine disse...

É este o mundo em que vivemos, e dá-me pena...muita pena!

AS disse...

Eu li os três, mas não confesso que não percebo o porquê de tanto alarido.
Se é por causa das cenas quentes, já havia livros/romances com cenas bem mais escaldantes. A história é simples, sem grandes novidades, e com uma escrita sofrível.
MAS (e sublinho duplamente o mas) por mais básico que seja a trilogia, não deixamos de imaginar as personagens e as escolhas cinematográficas não batem certo.

(é a minha primeira visita a este blog e gostei. parabéns)

Ana Rita disse...

A escolha dos protagonistas já está feita http://www.people.com/people/article/0,,20730745,00.html
Eu nunca li os livro, não pretendo fazê-lo e muito menos ver os filmes. Acho que os actores que aceitaram fazer o casting e ficaram com os papéis vêm uma excelente oportunidade de promover as suas carreiras. E assumindo que a história é fraca é extremamente inteligente da parte deles.
Agora, quem leu os livros, pode comparar a imagem mental que criou das personagens aos actores que lhes darão vida =D

Kitty Fane, sou leitora assídua do seu blog e adorei que tenha iniciado um novo para contar as sua história no que diz respeito à sua luta contra o cancro. Gosto muito do serviço público que presta (e não estou a ser sarcástica). Obrigada.

Clau disse...

Coisas que merecem a pena:
Ao cair da noite - Michael Cunningham;
Sunset Park - Paul Auster;
Enquanto Lisboa arde, o Rio de Janeiro pega fogo - Hugo Gonçalves;
O Resto é Silêncio - Érica Veríssimo;
Verão no aquário - Lígia Fagundes Telles;
entre tantos outros...

Nia disse...

confesso que se fosse um dos "meus livros", talvez assinasse uma petição desse estilo se a escolha dos actores fosse muito ao lado. no entanto, normalmente os directores de casting sabem o que fazem. apesar disso, não deixa de ser triste o povinho unir-se por uma causa (livro) tão pobre...

Maria João disse...

Quem tem a capacidade de ler esses livros, também tem a capacidade de querer dar dicas aos realizadores de filmes... ou acha que tem...

Carla Isabel disse...

Por acaso eu li os 3...primeiro folheei e nao achei piada depois uma amiga emprestou-me e eu li. Li os 3. E gostei.Achei uma historia engraçada. Não é uma obra da literatura...mas lê-se bem.
E sim também fiquei desapontada para a escolha dos atores, eu e as minha comadres e cunhada, que também nao "concordaram"! E como já foi dito quem lê um livro imagina sempre os personagens pelo que é normal as pessoas e pelos vistos são muitas, não consoradarem com a escolha dos atores!

Pipa disse...

Concordo com alguns comentários. Eu li a trilogia e gostei. Gostei, não adorei, leitura fácil e um pouco repetitivo, pseudo-porno mais virado erótico não vejo em que parte poderia mudar a vida sexual das mulheres mas pronto... é a minha modesta opinião. Confesso que também não concordei com as escolhas para o filme, as personagens descritas no livro nada têm a ver com os actores escolhidos.

Fanny disse...

Quem fala das "50 Sombras de Grey" fala também de todos os livros que agoram sairam e que só pelo título dão para perceber que são eróticos. Nem por sombras me vou por a ler esse livro ou qualquer outro desse género, simplesmente porque essa coisa do sexo me está a irritar profundamente, já não bastavam os filmes e as séries que expõem erotismo e sexualidade por tudo quanto é sítio que agora é a vez da literatura! Estou a ficar tão farta dessa coisa em torno do sexo, porquê banalizá-lo tanto e não manter a sua parte romântica? (para quem ainda consegue ver romance no sexo e não apenas prazer)
Este mundo está cada vez pior!
Uma coisa é manter-se informado sem tabus, outra coisa é expor demasiado esse tema ao ponto de um dia mais tarde desencadear comportamentos pouco desejosos nas crianças!!!
Não percebo!

xusanita disse...

Confesso que já li os dois primeiros e estou no principio do terceiro. Mas acho que vou ficar por aqui.

Uma amiga minha disse-me que o segundo é que era espectacular no entanto, sinceramente não achei.
Até li bem o primeiro mas desde ai o interesse tem vindo a diminuir. É sempre mais do mesmo e não passa disso. O terceiro então, é só mesmo o arrastar da história!

Parabéns pelo blog!

Beijinho *