sábado, 17 de agosto de 2013

Da crise a todos os níveis

Depois de tanto sururu nas redes sociais, dei-me ao trabalho de agora ir ver a entrevista de ontem no jornal da noite da tvi de Judite de Sousa ao tal rapaz milionário, o Lorenzo Carvalho. E devo dizer que morri de vergonha alheia. Não dele, mas dela. Em primeiro lugar, não percebo por que razão o rapaz foi convidado para o Jornal da Noite (só porque tem dinheiro e gastou milhares de euros numa festa de anos? ceerto!) mas ainda bem que foi, para ver como o tiro pode sair pela culatra com estas novas estratégias de jornalismo. O rapaz foi posto ali para ser julgado e para ficar mal, mas quem acabou por ficar mal foi a Judite de Sousa que decidiu atacar, crucificar, pedir explicações ao rapaz pelo simples facto de este ter dinheiro e de o gastar como entende. E ia dizendo que este tinha obrigação de ajudar os outros (sim, tem, todos temos, sobretudo quando o fazemos com o coração,  mas pela sua ordem de ideias, ao invés da senhora  se pavonear de biquíni em todas as capas de revista também teria obrigação de estar a ajudar os outros numa qualquer instituição), que ele se devia sentir mal pelo facto de o país estar em crise e ele gastar rios de dinheiro (por essa ordem de ideias, ela também se devia sentir mal de comprar malas Louis Vuitton ou de ter estado de férias num hotel de luxo na Quinta do Lago, quando muitos portugueses nem têm dinheiro para pagar férias num parque de campismo em Quarteira) e poderia continuar por aqui fora.

É por estas e por outras que se percebe que o nosso país está em crise a todos os níveis.

18 comentários:

Martine disse...

Mais uma estratégia social para levar os portugueses a acalmarem a sua fúria quanto a viverem mal. Esse rapaz serviu de exemplo: "estão a ver como é mau terem mais dinheiro?"

Mas a estratégia saiu realmente muito ao lado, porque realmente a atitude dela foi, isso, sim, fútil.

Ela é que disse que ele não tinha como sentir inveja alheia, porque tinha aquele dinheiro.

Quer isso, portanto, dizer que o dinheiro é tudo na vida? Não poderia ele ter inveja da vida dos outros, sem levar em conta o dinheiro?

Dá que pensar: afinal de contas, quem foi o fútil?

Imperatriz Sissi disse...

Não me revejo de todo no estilo deste rapaz que me pareceu apesar disso (pelo pouco que vi) cortês e bem educado. Mas desta senhora há que esperar tudo: a dicção MEDONHA. As mini saias. E toda uma adesão a tudo quanto é modismo de jornalista. Tratar o convidado por "você isto, você aquilo" com tanta agressividade é demais. Mas num país onde o "rico" é odiado como o bicho papão, que não deixa as pessoas trabalhar nem enriquecer em paz só por inveja do alheio, não há que admirar que acabe por haver crise, nem cenas tristes destas. Como diz o povo "nem o invejoso medrou, nem quem ao pé dele morou".

http://jessi-aleal.blogspot.pt/2012/09/da-inveja-portuguesa-o-rico-esse-papao.html

Cristina disse...

Se eu tivesse o dinheiro deste rapaz, a minha única preocupação seria como gastá-lo! Ajudaria quem eu entendesse e curtia o dinheiro ao máximo! Haveria de conhecer tudo de bom que este mundo nos pode oferecer!

Bjs

Miscelânea disse...

Creio que já comentei este mesmo assunto em outro blog, mas nunca é demais repetir que este foi um daqueles momentos em que ela tinha estado melhor calada do que a fazer esta figura triste.
O que cada um faz com o seu dinheiro fica na consciência de cada um e ela não é ninguém para acusar.

Mamã de Peep-Toe disse...

Nunca gostei dela como profissional. E aqui está um exemplo do seu péssimo profissionalismo. O Jornalista está ali para dar a notícia,se bem que não entendo como isto pode ser notícia num jornal nacional,e não para julgar. Ela que gasta dinheiro em malas e sapatos de griffe pensa na "afronta" que faz a quem não o pode fazer? Pensa na crise do País? Cambada de falsos moralistas! Mete-me e meteu-me nojo!

Cantinho da Bê disse...

Não podia estar mais de acordo. Cá em casa vimos ontem à noite e depois de tanto julgamento feito por ela, acabámos por mudar de canal. Obrigação social? Quem é ela?

Lalipop disse...

De louvar a atitude correcta que ele teve durante toda a entrevista, sempre educado, nunca se enervou ou irritou. Se calhar outro nao teria reagido do mesmo modo, sobretudo tratando-se de uma entrevista em directo.

Filipa disse...

Na minha opinião a Judite esteve mesmo muito mal...não gostei da forma como ela tratou o rapaz...

http://Styleloveandsushi.blogspot.com

Filipa disse...

Na minha opinião a Judite esteve mesmo muito mal...não gostei da forma como ela tratou o rapaz...

http://Styleloveandsushi.blogspot.com

Belicious disse...

Exacto, uma crise a todos os níveis, triste de assistir. O que se passou ontem não foi nada de novo, tenho-me entristecido aos poucos com o novo tipo de preocupações das pessoas no geral, mas ontem a situação foi levada ao extremo.

A atitude fútil e invejosa da jornalista, ontem, transpareceu o pensamento fútil e mesquinho das pessoas perante alguém rico. Hoje tive de escrever sobre isso no blog. Beijinho e bom fim-de-semana :)

cabranazi disse...


Inveja e Hipocrisia no seu melhor!
A inveja eu até consigo perceber agora a hipocrisia da senhora... O rapaz tinha de ser cruxificado só por ter tido a sorte de ter nascido milionário, era o que faltava! Por muito que custe para certas pessoas gastarem 300 mil numa noite é como se gastassem 50 euros aí num restaurante qualquer, enfim... JS no seu pior!

Alexandra disse...

Concordo em absoluto. Senti tanta vergonha que apeteceu-me correr atrás do moço e pedir-lhe desculpas.

A inveja e a mesquinhez desta senhora vão daqui até à lua.

Engraçada também a forma como o tratou, exigindo-lhe grandes responsabilidades, quando, por várias vezes, já entrevistou políticos e malfeitores que deixaram o país no estado em que está (E continuam a delapidá-lo) mas tratando-os com o melhor dos sorrisos e desfazendo-se em simpatias.

Muita vergonha alheia. Espero que a onda de indignação chegue aos ouvidos do Lorenzo porque esta senhora não nos representa de forma alguma nem pode julgar-se uma profissional, quanto mais uma profissional consagrada.

Fiona disse...

Também estava um pouco a leste quando me dei conta de todo o sururu e, depois de assistir ao vídeo da entrevista realmente é ela que nos envergonha... Se o rapaz decide gastar dinheiro nisto ou naquilo, faz ele bem. Se pode, faça com o seu dinheiro aquilo que bem entendo. Um canal de televisão não pode escolher esta ou aquela pessoa para ser entrevistada (ou melhor, acusada) sobre o seu estilo de vida tentando com isso desviar o interesse do que é verdadeiramente notícia e que verdadeiramente importa para o país. Cada um sabe de si... E ela não pode apontar o dedo a um rapaz que até diz que quer ajudar quando ela anda a passear as suas roupas caras e acessórios e férias em tudo quanto é revista... Enfim...

Miss Maybe disse...

Que pseudo moralismos.

Deviamos estar agradecidos por estar cá, ganhar rios de dinheiro cá e ajudar a nossa economia. O dinheiro é dele o que é que interessa onde ou em que é que o gasta??? Até parece que anda a gastar dinheiro dos contribuintes.
Uma coisa tem razão: não tem obrigação nenhuma de ajudar quem seja.
Uma vergonha para nós profissionais e para qualquer português. Arrogante e altamente despropositada.

maybe-theblog.blogspot.pt

Agnes disse...

Nem sei como comentar...senti bastante vergonha com o que vi/ouvi e nem quero acreditar que isto tivesse lugar num telejornal!

Lorena Del Mar disse...

Muito se tem falado do ambiente que se vive na TVI, supostamente pela forma como a JS atua por lá.
Desconhecia totalmente este miúdo. A sério, olha para ele e é isso que vejo, um miúdo com brinquedos caros!
Infelizmente este é apenas um exemplo do maus jornalismo, mas, mais do que isso, é importante pensarmos nos fazedores de opinião - tudo o que nos chega é filtrado e nós nem nos apercebemos.

Perfect Skirt! disse...

Concordo perfeitamente... Com dinheiro ou outra coisa qualquer, cada um faz da sua vida aquilo que quer e não fazendo a mal a ninguém, nós e apenas nós saberemos o que fazer ou não com aquilo que é nosso! Ora esta...

Sissi disse...

Muito difícil ver a entrevista até ao fim!! Não percebo a estratégia de convidar alguém para depois o tentar humilhar, parece-me de mau gosto e narcisico, ou seja, ao realçar as falhas do outros abstraio-me das minhas...
Buuuuuuu!!! para estes supostos priviligiados de sucesso que pensam que estão acima de tudo e de todos.