segunda-feira, 29 de julho de 2013

Demasiado mau para ser verdade

Há dias vi um Panorama bbc na sic notícias sobre as terapias que existem nos Estados Unidos da América para converterem rapazes homossexuais em heterossexuais. Sim, isto é demasiado ridículo para existir na realidade, mas existe mesmo. Foi chocante ver como as famílias encaram a homossexualidade como uma doença, como um erro, e tentam a todo o custo que os seus filhos corrijam esse "erro" nessas terapias, custe o que custar. Os miúdos carregam uma culpa do tamanho do mundo e tentam ao máximo livrar-se da sua homossexualidade, tentando muitos deles o suicídio durante esse processo. Mas os pais parecem mais preocupados com o facto de não carregarem o fardo de terem um filho gay, do que propriamente saber se eles sofrem ou não com tudo isto. É que as terapias são uma completa aberração e nota-se claramente que não funcionam, a não ser aparentemente. Por exemplo, um dos rapazes que já andava há algum tempo nessa terapia, dizia que já não se sentia atraído por rapazes no dia-a-dia, mas à noite via imensa pornografia gay (a pornografia heterossexual dava-lhe nojo). Um bocadinho estranho. Só um bocadinho.

5 comentários:

Lois Lane disse...

Há pouco tempo vi um episódio do Mentes Criminosas, cujo tema estava relacionado com um desses centros. Mas a ideia era tão absurda que não pensei que de facto existissem...

Perfect Skirt! disse...

Há que ter pena de pessoas que vivem para querer mudar os outros, ou pior ainda, pessoas que ainda insistem hoje em dia em mexer no cérebro de alguém normalíssimo e fazê-lo sentir "anormal" (talvez as aspas nem fossem necessárias)! Não basta já aquilo que muitos homossexuais sentem bem no fundo dos seus corações e a vida difícil que enfrentam e terão de enfrentar sempre provavelmente... Indecente!

Ângela Ferreira de Sousa disse...

Fiquei extremamente chocada. A sério que existem destas coisas?

Paulo Nunes disse...

Nos USA existe de tudo!
Só me admiro não haver um programa especial para converter humanos em extraterrestres! deveria ser um sucesso!! :)

Cristina disse...

Realmente as pessoas passam a vida a Peter o nariz na viradas pessoas.
Temos que ser felizes da maneira que acharmos melhor..
Tenho 3 filhos pequenino se um deles for homossexual vou estar com ele, não vou tentar transformar... não tenho esse direito.
Bjs africanos