quinta-feira, 23 de maio de 2013

Do cabelo

Há anos que uso o cabelo bem comprido. Comecei a deixar crescer por volta dos dezoito e nunca mais tive coragem de fazer cortes radicais. Usei risco ao lado, depois ao meio, depois ao lado. Escadeei, acertei, mas mantive quase sempre o mesmo comprimento. Fiz madeixas  por volta dos vinte anos e arrependi-me logo à saída do cabeleireiro. Depois disso, mantive sempre a sua cor natural. Sempre que cortava o cabelo ninguém notava, porque raramente passava dos três dedos. Habituei-me a isso. Adoro ver cortes diferentes nos outros, mas em mim faltou sempre a coragem. Além de que sempre gostei dele como era. Mas ultimamente andava farta de ver aquele cabelão e já quase me sentia uma concorrente do big brother, daquelas cheias de extensões. E, digamos que, a partir de certa idade não gosto de ver o cabelo muito comprido, ainda que bem tratado. Por isso, há cerca de dois dias decidi dar o grito do ipiranga. Não, não fiz um daqueles cortes radicais. Mas cortei tanto que todas as pessoas, para além dos meus dois Amores, repararam. E isso é mais raro do que a passagem do cometa Halley pela terra. Sinto-me mais leve, sem dúvida.

Estava mais ou menos assim:


Demi Moore

E ficou mais ou menos assim:

Mila Kunis

10 comentários:

Pippa Coco disse...

Também tenho pensado em mudar, porque tenho o cabelo como a imagem em cima, também. Ando a pensar num corte com franja, tipo este: http://www.amlul.com/2013/05/s-recommendation-night.html#more
beijinho

pippacoco.blogspot.pt

S V disse...

Só acho piada ás fotos selecionadas! A antiga e a atual mulher do Ashton Kutcher!

Cailin disse...

ando na luta contrária, a deixar crescer à cerca de dois anos! tive o cabelo aos caracóis até quase ao rabo até aos 15 e cortei por cima dos ombros. só a dois anos consegui voltar a deixar crescer que já tenho saudades mas é tão dificil! o cabelo curto é mil xs mais simples. boa escolha, fica bem mais leve, ainda por cima ag no verão! boa escolha.

http://justknowingmeknowingyou.blogspot.pt/

Su disse...

É uma espécie de cabelo Ashton Kutcher.

catarina martins azevedo disse...

ah...não cortaste assim tanto :) eu estou a arranjar coragem para cortar acima dos ombros. é muito mais prático e não deixa de ser versátil.

catarina

stantans disse...

por acaso não gosto de ver cabelo muito comprido em ninguém. acho que um corte mais curto emoldura mais a cara e fica melhor a quase toda a gnte

Cantinho da Bê disse...

Eu tenho o meu comprido (mais comprido do que o da Mila), mas tenho o cuidado de não o ter comprido de mais . Por mais bonito que seja, acho que não fica bem a ninguém...

rosa do deserto disse...

Eu ando há anos numa luta contrária. Quero-o ter muito comprido mas é muito difícil pois cresce pouco e estraga-se muito. É muito fraquinho. ADORO cabelos compridos! Acho muito mais bonito em toda a gente, incluindo nos homens :P

Paty Michele disse...

Gosto de mudar o cabelo. Nos últimos anos fiz diversas mudanças e geralmente as pessoas notam. rsrs

Sua mudança foi sutil, mas surtiu efeito. Deve estar lindo.
Gosto do cabelo castanho liso. Faço mechas pq os fios brancos já incomodam.
E já ando pensando em cortar na altura dos ombros.

Um abraço.

Blogadinha disse...

Relatividade capilar - gracejei com o "tanto" no texto. E também eu nunca passo dos cinco dedos... :)