quarta-feira, 1 de maio de 2013

Toni Garrn para Madame Figaro, abril 2013

A maior parte das pessoas ficou triste porque hoje, feriado, não esteve um sol e um calor de rachar. Nós ficámos felizes por podermos ir a uma esplanada à beira-mar almoçar, sem termos de quase andar à porrada para estacionar o carro a quilómetros do local e sem termos de morrer de fome antes de sermos atendidos no restaurante. Eu adoro o verão e o calor (desde que não seja em excesso), mas confesso que me falta cada vez mais a paciência para a confusão que se instala junto ao mar nesses dias.

4 comentários:

Jo disse...

Verdade! Somos duas.

Minimi disse...

É verdade, também detesto a complicação que é para conseguir arranjar um lugar de estacionamento nesses dias!

ana disse...

é verdade. eu vivo em frente ao mar e nesses dias sinto-me "invadida" :)

amigos das onze horas disse...

Eu também detesto a confusão nesses dias. E para mais com um bebé, não há paciência para andar às voltas à espera de encontrar um lugar livre