segunda-feira, 25 de março de 2013

Espanta-me como é que o Carlos Cruz ainda não está a apresentar concursos infantis

No Centro de Saúde da Graça, em Lisboa, onde continua a exercer, integrado no Serviço Nacional de Saúde, orgulha-se de ser "o médico com mais utentes".
No seu consultório privado, situado em Belém, Lisboa, Ferreira Diniz garante que tem "os mesmos pacientes que tinha antes do processo". Além de que, assegura, "continuo a ver os doentes de há muitos anos, que traziam os filhos deles ao meu consultório e que agora trazem os netos". "Não têm problemas em confiar-me as crianças, que atendo no consultório", reforça o médico.

DN


6 comentários:

Green disse...

Há coisas que de tão irreais, nem merecem comentários.

Miss Pipeta disse...

O crime de que estão acusados é do mais horrível que pode haver, e quem o pratica devia ser enfiado numa cadeia para o resto da vida. Infelizmente, e porque esta é a justiça que temos, já ouvi tantas histórias diferentes, tantas testemunhas que se dizem e desdizem, tantas "provas" que afinal não o eram que infelizmente não consigo acreditar em nada do que envolve este processo. Nem para um lado nem para o outro. Não sei se são culpados ou não, é um facto, mas no meio disto tudo, se realmente não forem também já não me espantaria muito!

Ângela Ferreira de Sousa disse...

Sinceramente, não tenho a certeza se são culpados ou não. Este processo, foi sem dúvida envolvida por grandes fraudes por muitos lados, mas a Justiça deveria fazer o seu trabalho melhor. Investigar. Poderemos estar a colocar crianças em risco!

Cantinho da Bê disse...

Não sabendo se são culpados ou não, jamais levaria um familiar meu ao seu consultório. Nunca arriscaria tal coisa, por isso, mais do que chocada com o facto de o senhor ainda dar consultas, choca-me que as pessoas continuem a levar os seus filhos e netos...

Plim disse...

Onde há fumo há fogo. Nem sei o que diga depois de saber isto!

Mary disse...

Estou sem palavras. Coisa que (quem me conhece sabe) é difícil de acontecer.