quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Dos momentos estranhos

































Chloe Moretz fotografada por Paolo Kudacki para a Vogue Russia, abril 2012

Aquele momento estranho em que caminhamos num corredor de um Centro Comercial em alegre conversa com a nossa adorável filha e vemos duas mulheres que não reconhecemos de lado algum a olharem para nós e a sorrirem. Ao fim de alguns segundos percebemos que são duas colegas, com as quais  nunca tivemos grande confiança, que trabalharam connosco no tempo em que os dinossauros ainda habitavam a terra, que é como quem diz, no início da nossa carreira. Pensamos em fingir que não as vimos. Mas é tarde para isso. Já olhámos muito para tentar descobrir quem eram e elas já perceberam que as vimos. E a única coisa que nos sai é um sorriso amarelo e uma breve paragem e ficamos ali assim sem saber o que dizer. Sai apenas um: Tudo bem? Sim e contigo? É que nunca tivemos grandes intimidades com elas. E seguimos o nosso caminho evidenciando algum desconforto.

6 comentários:

Belicious disse...

Tal e qual, todas passamos por isso ;)

Imperatriz Sissi disse...

É embaraçoso, é. Noblesse oblige, mas se puder esquivar-me...

ana disse...

isso acontece taaaaanto. e fico sempre com uma cara de parva...

Lois Lane disse...

Eu encontrei um senhor que me cumprimentou e que eu sei que conheço de algum lado... Mas até agora não me lembro de onde!!!

Green disse...

Essas situações são sempre estranhas...

Ana Ricardo disse...

Péssimo...pior quando não me consigo lembrar do nome de alguma! :P