segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Para aquelas pessoas desesperadas por arranjar alguém (seja quem for, só para não ficarem sozinhas)

Marion Cotillard fotografada por Tim Walker, dezembro 2012

(...)

"Companhia é uma coisa legal. Qualquer que seja: namorado, amigo, parente. Mas é preciso que seja boa. Isso é o que vai fazer toda a diferença. Mas o que determina a felicidade, não é o casamento. Marido não é troféu. Não se trata de um campeonato.

Ser sozinho não é doença e nem defeito. Muitas vezes é escolha, opção. A opção de estar livre até que apareça alguém que realmente valha a pena. A escolha de não querer abrir mão de quesitos que julga essenciais no outro. Principalmente, a decisão de que não precisa de um par único e específico para seguir em frente e ser feliz. Isto é ser solteiro.

Conheço muitos e bem satisfeitos com suas vidas. Falta um amor? Bem, na vida de todo mundo sempre falta alguma coisa. Posso fazer, em poucos segundos, uma lista enorme das minhas faltas. Isso me faz infeliz? Só se eu permitir. Porque, também em poucos segundos, posso traçar outra, com o dobro do tamanho, de tudo o que eu tenho para agradecer.

A capacidade de se divertir é individual. Poder rir do que deu errado, das besteiras que fez. Isso é tudo. Estar rodeado de pessoas assim, é muito bom. Precisa estar em um romance para isso? Não. Muitos estão acompanhados e, convenhamos, não têm se divertido muito, não.

(...)

 Escrito por Mônica El Bayeh, no site da Revista Época

8 comentários:

GAROTA DE IPANEMA disse...

Perfeito o texto... só apetece bater palminhas porque a autora exprime exactamente aquilo que penso.

Muita gente conforma-se com qualquer coisa que aparece à frente, para "tapar buraco". Há gente que, simplesmente, não sabe estar sozinha. E isso é tão triste...

Numa qualquer toalha de mesa disse...

a fotografia é de dezembro de 2012?

kiss me disse...

Essa sempre foi a minha teoria. Se não é "aquilo" não vou saltar para uma coisa que não me satisfaz só para ter alguém. Tenho amigas que simplesmente não conseguem ficar sozinhas e muita gente me dizia "uma rapariga como tu, porque é que não tens ninguém?". E eu muitas vezes a pensar "se é para ter alguém e estar sempre a queixar-me dele, como tu fazes, mais vale ficar sozinha que um dia há-de aparecer alguém". E apareceu ;)

E a verdade é essa, muitos estão acompanhados e, além de não se divertirem muito, sentem-se mais sozinhos do que nunca.

ana disse...

acho uma teoria muito, muito válida. mas já houve alturas em que eu queria ter alguém. porque sim! (deu sempre asneira...)

A Vida da Cinderela de Saltos Altos disse...

Concordo inteiramente com a autora do texto. Muitas mulheres não conseguem, ou simplesmente não querem, perceber que sozinhas podem ser tão ou mais felizes do que se estivessem acompanhadas.

Green disse...

Concordo totalmente.

Bridget-Jones disse...

Obrigada pela partilha. tambem concordo que nem todos servem. Gosto muito do teu blog.

Maria, Às vezes! disse...

Obrigada pela partilha. A autora conseguiu reproduzir por palavras mais ou menos o que penso sobre o assunto...!