quinta-feira, 21 de junho de 2012

A minha veia de anti-social a falar

Michelle Williams fotografada por Mark Segal, 2011

Se dependesse de mim, todos os dias e a todas as horas haveria um jogo da seleção. Lisboa tornar-se-ia numa espécie de paraíso. Ruas semi-vazias. Estradas com meia dúzia de carros. Horas de ponta? Isso não existiria. Praias desertas. Restaurantes sem filas. Silêncio...

11 comentários:

ana disse...

Silênco...até Portugal marcar um golo depois vira a selva, tudo aos gritos!! Ainda se tivessem a distribuir empregos ou assim..enfim!

Lois Lane disse...

Como te compreendo!! Gosto tanto do sossego exterior, com toda a gente metida nos cafés aos gritos e aos pinchos! :)

Heriwen disse...

Concordo!
Haja alguém que tem a mesma opinião que eu ;)

PinUp Me disse...

O pior foi o trânsito que apanhei antes... Saio mais cedo do trabalho a correr para o curso naquela de "escapar" e acabo por demorar mais do dobro do tempo :S

stantans disse...

por mim também, mas nunca aos domingos. é um sossego no trabalho enquanto duram os jogos da selecção...

Cecíl disse...

E no último jogo em que as urgências do Hospital de Santa Maria tinham apenas 6 utentes para atender durante o jogo? Diz muito sobre os portugueses.
Cecil

marianinha disse...

Era tão bom a nossa cidade em silêncio.

lucia100 disse...

Cecil, no Hospital de Stº Maria 6 doentes pode querer dizer rapidez no atendimento, já no de Loures 9 doentes numa urgência significa 6 hores de espera!!!! Quanto ao post por mim tb devia haver jogos todos os dias, mas é mesmo porque adoro ver os jogos da seleção!!

disse...

Eu trabalhei até às 21h30, mas fiquei com essa mesma sensação.

Kate disse...

Verdadinha, trabalha-se muito melhor depois da debandada geral...Não percebo esta loucura com o futebol!

Clementine Tangerina disse...

ja tinha pensado no mesmo...é o melhor dia para se fazer tudo!!