terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Publicidade nos blogues, sim, mas devidamente identificada!





























Linda Evangelista fotografada por Steven Meisel, setembro 2011

Há uns dois anos fiz passatempos aqui no blogue e ganhei algumas coisas com eles. Hoje em dia recuso-os porque não tenho o tempo que tinha nessa altura para responder, para ler, para selecionar vencedores, para reencaminhar os e-mails para as marcas, e também porque penso que a maior parte deles não compensa o trabalho que dão. Sim, organizar passatempos, sobretudo aqueles que envolvem escolher textos vencedores, dá trabalho e, muitas vezes, chatices. Mas não tenho nada contra quem os faz. Muito pelo contrário. Muito menos tenho contra quem faz do blogue o seu ganha pão. Numa altura de crise ou não, porque não? Tivesse eu tempo e paciência e queriam ver se eu não punha este blogue a render. A fórmula para o sucesso desse tipo de blogues é muito simples, e mais simples se torna quando já se têm muitos leitores. E hoje em dia rentabilizar um blogue pode ser um emprego como outro qualquer. Ou, da maneira em que estamos, melhor ainda que outro emprego qualquer. Poder ficar em casa a trabalhar sem prestar contas a ninguém, poder gerir o nosso próprio tempo, é um sonho tornado realidade. Que o digam os bloggers que vivem assim. Nunca ouvi nenhum deles a queixar-se.

No entanto, neste momento e, como já disse em cima, não me apetece mexer um bracinho para ganhar um creme ou um colar, ou seja o que for. Nem para dizer bem de uma marca que eu até nem gosto, mas que me pagou ou ofereceu produtos para isso. Que me desculpem, mas não consigo ser hipócrita a esse ponto. Aliás, acho que hoje em dia a publicidade nos blogues deveria ser identificada. Ou seja, deveria informar-se o leitor de que determinado post se está a fazer porque a marca pagou para isso. Não concordo que se diga, à laia de post pessoal e despretensioso, que determinado produto, que nunca se experimentou, é excelente, que faz milagres, só porque a marca pagou para isso. Isso, para mim, é enganar os leitores. E os leitores não são nada parvos. Publicidade nos blogues, sim, mas devidamente identificada, para que os leitores possam fazer a sua própria análise como fazem quando estão a ver determinada publicidade na televisão ou num jornal.

Contudo, quando alguma marca me quer oferecer produtos sem nada em troca, como fez algumas vezes a Clinique (um beijinho para a pessoa especial que está à frente do blogue dessa marca), eu aceito, obviamente. Nunca em altura nenhuma a Clinique me ofereceu os produtos com a obrigação de fazer um post pejado de links sobre eles. Nunca.  Aliás, todos os posts que fiz a elogiar determinado produto desta marca, foi porque experimentei os produtos e gostei de facto deles, se não tivesse gostado, não os faria. E fi-los como já fiz de outras marcas das quais nunca recebi nem pretendi receber nada em troca. E vou continuar a fazê-los gratuitamente, porque uma das coisas que gosto mais nos blogues femininos é poder conhecer a opinião de bloggers que eu gosto em relação a novos produtos e novas marcas.

Por exemplo, lembro-me que descobri a marca Benefit através da blogosfera, penso que foi através do blogue da Elite, numa altura em que ainda ninguém falava de produtos em troca de algo, e neste momento é uma das minhas marcas de cosméticos favorita. No entanto, quando percebo que determinado post, aparentemente pessoal, só está a ser feito porque a marca pagou para isso, desisto. Aliás, muitas vezes esse tipo de publicidade encoberta até tem um efeito contrário em mim. Ganho ódio à marca ou ao produto. Porque se há coisa que eu detesto é que me tentem enganar, ainda que indiretamente.

15 comentários:

Phil disse...

Não podia concordar mais :) Gostei!

Green disse...

Tens toda a razão. Eu cá muito raramente participo nessas coisas.

MissBlueEyes disse...

Olá Kitty. A Clinique é de facto MUITO boa, não que já tenha usado, porque acho os produtos caríssimos, e sendo eu uma pessoas "alérgica" a cremes, não valeria o investimento. A minha irmã usou durante muitos anos a marca, depois por questões financeiras deixou, com muita pena dela. O ano passado ela teve conhecimento do creme anti-manchas da marca. Tendo ela a cara manchada comprou, aquilo que parece um creme de teste, de tão pequeno que é, e o resultado foi MARAVILHOSO! Ficou com a cara quase sem manchas em pouco tempo. Os +-50€ gastos compensou largamente!

_+*Ælitis in Paris*+_ disse...

Ohhh! 1/um xi-<3 para ti.

2/Espero que a Benefit venha aqui, leia isto e te ofereça a ti (e a mim!!) produtos (ou cheques desconto) a partir de hoje para os produtos da marca.

Please, please, please!

Maria de Lurdes disse...

Eu falo de imensos produtos e marcas no meu blig e até hoje foi tudo do coração, haha!

Concordo contigo na identificação da origem. Quem não goste de dizer "publicidade", diga que a marca X ofereceu o produto, ou que a seu pedido fala-se de X...

Quem me dera ser contactada pelas marcas para experimentar produtos, I'm the ultimate goodies whore!

A. disse...

É por estas e por outras que eu gosto muito de ler este blog. Beijinhos Kitty!

Su disse...

Toda a razão!
A parte que mais gosto de blogs de beleza são os comentários a produtos, mas de facto agora estes comentários parecem todos comprados. E eu acabo por não me interessar.
O cúmulo que já vi foi um post sobre um produto em que, a blogger tecia milhares de elogios, mas no fim dizia que não era um produto para a pele dela.

Luísa disse...

Bom dia,

Não podia concordar mais.
Pessoalmente irritam-me os bloggers que fazem esse tipo de publicidade mal disfarçada. Topo-os logo, e geralmente deixo de acompanhar. De fato, não vejo mal nenhum em publicidade em blogs, mas feita dessa forma irrita-me!
E sim, gosto de ler blogs em que é dada uma opinião pessoal e sincera acerca de determinado produto; esse pode ser um fator decisivo para que experimente o produto.
Acho que depende mesmo da forma como a publicidade é feita.

art.soul disse...

concordo plenamente. os posts "patrocinados" deveriam estar indicados, tal como a referência à fonte das imagens... é outra coisa não aprecio nada.

e deixa-me dizer que te gabo a opção, seja qual for o motivo, de manteres o blogue "limpo". como costumo dizer, gosto de blogues sem fins lucrativos:)

Marta FG disse...

Concordo plenamente contigo. No meu blog até me solicitaram que falasse de determinados locais/hóteis sem nunca lá ter estado. Cúmulo dos cúmulos...obviamente que lhes disse que não.

Simplesmente Ana disse...

Concordo inteiramente contigo. É tão fácil perceber que é publicidade paga, por isso não sei porque é que os bloggers ainda se são a trabalho de disfarçar. Fico muito desiludida quando isso acontece com blogs de que gosto muito, pois perdem logo a credibilidade.

Vanessa G' disse...

Concordo plenamente!:)

sandra disse...

Concordo plenamente. Nós que lemos e procuramos por vezes uma opinião genuina acerca de determinado produto somos levadas a cair em erro porque aquilo que acreditamos ser a experiência face aquele produto não é mais que o que se poderia ouvir de alguem que publicou determinada informação tendo para isso recebido alguma retribuição.

joana cardoso disse...

Não podia estar mais de acordo...
Acho claramente que as marcas devem aproveitar para fazer publicidade num blogue que sabem que é lido por x numero de pessoas e, caso compense, que apostem.

Mas acho completamente ridículo, as blogueres que aparentam um tipo de vida, que se nota claramente que vivem de patrocínios para tudo - deixam de ter credibilidade, vontade propria, etc etc etc.

É um mundo que parece cor de rosa e cada vez mais as pessoas estão a criar mais blogues.. principalmente de moda! Com looks diários e com a lista das marcas todas...

Menos, por favor, menos!!

Maria HDias disse...

daqueles post's que podiam ser escritos por mim! Tenho reflectido sobre este assunto ultimamente, em um mês e meio comprei dois produtos porque estava a precisar e pelos blogs falavam bem e não é que em mim não faz nenhum dos efeitos que falavam?! Já era o tempo em que se podia confiar nos conselhos dos blogs! Acho que hoje em dia ver os anúncios na tv ou em blogs vai dar ao mesmo..