sábado, 24 de setembro de 2011

Meia-Noite em Paris























Não gosto de ir ver um filme muito tempo depois de ele ter estreado. Isto porque regra geral já há muita coisa escrita sobre ele, já muita gente me falou dele, e acabo sempre influenciada. Sobretudo quando me dizem muito bem de um filme. Vou para a sala de cinema toda empolgada, com grande expetativas, e acabo sempre por me desiludir. Aconteceu com este "Meia- Noite em Paris". Eu, que sou fã de Woody Allen, mais do velho Woody, não adorei este filme. Infelizmente. Talvez pela tal questão das expetativas, ou não. Gostei, ri-me em algumas cenas, dá que pensar q.b., mas não adorei.

(Ainda não sei se gostei ou não de ver o Owen Wilson como uma cópia do próprio Woody Allen nos filmes - os mesmo tiques, a mesma maneira de falar, as mesmas crises existenciais, até o mesmo casaco.)

(Como é possível o Adrien Brody, que arrasa no papel de Dali, só ficar em cena uns escassos minutos?)

20 comentários:

Frutinha disse...

Ainda não vi o filme.
Mas sei que não quero ir ve-lo ao cinema, sinceramente não sou fã de Woody Allen.

Clara disse...

mega-irritante aqueles tiques do owen.
o filme é encantador de um ponto de vista visual. mas não tem guião nem conteúdo.

Isa disse...

Sinceramente relativamente aos filmes de Woody Allen fico sempre com uma sensação agridoce... Não sou grande fã.

_+*Ælitis in Paris*+_ disse...

Achei o filme uma montanha de clichés na parte contemporânea.

So as partes do passado são apaixonantes.

E não tinha pensado nisso do Owen/Woody e tens toda a razão...

Panda disse...

Bem pelo menos agora há uma opinião diferente, também ainda não vi.

Jo disse...

Pois.. eu ainda não vi. Mas quero ver!

Fi ♥ disse...

Sério? Ainda não o vi mas só tinha ouvido falar bem...

Passatempo lá no blog*

Ana disse...

Que engraçado! Tenho exactamente a tua opinião: algum desconforto/estranheza por ver o "Owen Allen" e o desperdício dos escassos minutos brilhantes do magnífico Adrien Brody...
Beijinhos!

Moleskine disse...

eu quero ver... depois opino!

Mia disse...

Ainda não vi, queria ir ver hoje..

salto para a lua disse...

agora quem ficou influenciada fui eu. já não me apetece tanto ir ver o filme. principalmente depois de saber que o Adrien Brody ficou na sombra do Owen. muito mau...

Ana C. disse...

Ainda não vi, mas tenho um actor que odeio com paixão ardente. Esse actor chama-se Owen Wilson...
Se ele entra, é meio caminho andado para eu não conseguir adorar.

Catarina A disse...

Confesso que não sou fã de Woody Allen. E para mim foi mais um daqueles filmes que gostei de ver, mas não entraram para a lista dos "filmes da minha vida" :p

Beijinhos *

assembleiabelem disse...

meu blog

http://pt.netlog.com/aguia_real_das_montanhas

novidade minha coletanea de fotos, feita com midia, além de minha coletanea de imagens

http://pt.netlog.com/aguia_real_das_montanhas/photo/setid=250557

Sherazade disse...

Enquanto diretor, o WA escolhe sempre atores que consigam imitar os seus traços. Há já uns anitos que isso acontece, não é lá grande novidade.

Novidade é o filme ter - se estreado há muito...parece - me que só foi há duas semanas.

R.L. disse...

Ainda não fui ver, mas a vontade é muito pouca. A partir do momento em que o realizador faz um filme por ano, é de esperar que percam qualidade.

Conheço quem tenha adormecido...

aespumadosdias disse...

Eu cá gostei. É 1 filme simples mas original.
Quando virá próximo de Woody Allen?

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
É isso, deu p'ra ver... esperava melhor. Muito básico.

prada disse...

Gostei, acho que Woody Allen surpreende sempre. Uma viagem no tempo, tendo Paris que adoro, como pano de fundo.
Sou suspeita, porque é o meu realizador de eleição.Preferia que fosse ele o actor. Não apreciei o Owen Wilson,porque as imitações irritam-me, aliás em tudo:-)

C* disse...

Para gostar do filme é necessário compreender a paixão da personagem por Paris e pelos loucos anos 20.

Perceber o encanto dessa cidade, as cores, as luzes, a paisagem, o ambiente.

Sem dúvida a maior fonte de inspiração do mundo!