segunda-feira, 2 de maio de 2011

Oh God!

Alessandra Ambrosio fotografada por Solve Sundsbo para a Vogue Nippon, Outubro de 2010

Eu dantes condenava as pessoas que andavam sempre às voltas com o telemóvel, mas entretanto tornei-me numa dessas pessoas. Tornei-me naquilo que não queria, para dizer a verdade. E que bem que sabe, caramba. Tal e qual uma adolescente que sabe a localização de cada letra sem precisar de olhar para o teclado, neste caso para o ecrã, não largo o telemóvel nem por nada. Pareço uma tontinha, confesso. Uma anormalóide, segundo alguns. Com o meu Amor e com a Princesinha, quando não estamos juntos, devo trocar umas boas centenas de mensagens diárias para cada um. O cartão de memória do telemóvel já não suporta tanta mensagem linda que quero guardar. As pastas de cada um estão a abarrotar de fotos e de palavras. Tudo isto graças ao tarifário moche.

10 comentários:

icas disse...

O moxes tem coisas boas :)

Anna disse...

Pois é! Eu nunca condenei porque, para dizer a verdade, há muito tempo que sou uma viciada em telemóvel! É tudo uma questão de estar mais perto das pessoas de quem gostamos, de ter à mão uma ferramenta para resolver um qualquer problema, pessoal ou profissional, é poder escrever por SMS (discretamente, portanto) alguma coisa que apetece dizer no momento e que não se pode fazer pessoalmente ou de viva voz...
Enfim... reconheço que é um vício muito difícil de controlar, mas reconheço igualmente que este é um vício "inofensivo" e muito útil!
Beijinho

Mnemósine disse...

Passa esses dados todos para o computador, assim podes guardar mais e tens a certeza que não acontece nada ao que tens guardado.

Y2000k disse...

Oi,

Sempre podes ir guardando as fotos e as mensagens no computador. =:-)

Precis Almana disse...

Ê pá, algumas centenas diárias parece-me doentio...

Marta disse...

Olá!

Visita o meu blog novinho e participa no 1º sorteio.

http://llgoodllbetrue.blogspot.com/2011/05/1-sorteio-do-2-good-2-be-true.html

Boa sorte!
:)

Isabel disse...

Eu não tenho paciência para telemóvel e, apesar do jeito que dá, é verdade, não compreendo como é que pessoas que vivem juntas conseguem passar tanto tempo agarradas ao telefone uma com a outra. Não percebo.

Paulo Nunes disse...

Sempre detestei falar ao telemóvel.. e continuo a detestar. Prefiro falar ao vivo. e claro... irrita-me ver os meus sobrinhos Teens que não largam os telemóveis sempre a mandar msg's e a ouvir mp3. irra :)
Beijinhos

Pilar disse...

desde que vi uma pessoa a demorar mais de 3 horas a tentar apagar 3.000 e tal mensagens de um tlmv [e não conseguir] apago todas assim que chego às 50. é como guardar roupa que não serve no armário, só ocupa espaço.

Destination disse...

Já reparaste que te estás a tornar em muitas coisas que antes criticavas?? ;-)) Isto faz-nos repensar as nossas opiniões e críticas e ser mais tolerante, certo? Afinal só quando passamos pelas experiências é que descobrimos como nos vamos comportar...!