quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Desculpem, mas não consigo ficar indiferente ao que se tem passado ultimamemte (quer em relação a mim, quer em relação a outras bloggers)


Natalie Portman e Scarlett Johansson fotografadas para a W por Steve Klein

Depois estão sempre prontos a apontar o dedo e a cair que nem abutres ao primeiro deslize de alguém, como se fossem os donos da verdade. Eles é que sabem. Eles é que são os bons. E depois são posts sobre as referidas pessoas. E depois são os comentários. Sempre dos mesmos (que me dá impressão que não fazem mais nada na vida, a não ser analisar a vida dos outros - Será verdade o que ela escreveu? Será mentira? Olha agora como não tem nada que fazer na vida, decidiu inventar uma história de um namorado e de uma menina para que a sua vida ficasse interessante (como se eu fosse igual a eles e precisasse de inventar alguma coisa para me tornar interessante aos olhos dos outros, como se a minha vida vivesse deste blogue e da escrita e precisasse de inventar acontecimentos para depois mais tarde escrever colunas de jornais ou livros, como se eu conseguisse vir para aqui inventar desgraças só para que tivessem pena de mim). E depois sabem mais da nossa vida do que nós próprios. Analisam cada linha que escrevemos. Gozam com acontecimentos sérios da vida dos outros com leviandade.

Oh God, como são más as pessoas. Que horror. Ainda bem que não pertenço a esse mundo.

49 comentários:

Liana Andra Marques disse...

Já vi em vários blogues a falar nisto, mas só eu é que não reparo nesses maldizentes! E ainda bem, xô xô galinhas... :D Beijinho

Kikas_Lisboa disse...

Concordo em absoluto contigo.
Mas também acho que quando se dá destaque e importancia ao assunto, mais felizes eles ficam.
Ignora!

Um beijinho para ti.

saiko disse...

Não vale a pena darmos importância a esse tipo de comentários, perdemos o nosso tempo e gastamos as nossas energias.
Parabéns pelo Blog

Kahkba disse...

Já tinha reparado nisso..
É preciso avisar essas pessoas que telenovelas há sempre uma catrapázia delas na TVI.

Capitão Microondas disse...

Dás importância a mais a isso parece-me. E não és a única. A opinião dos outros, sobretudo quando nada nos dizem, vale o que vale. E certamente não vale um post. E quem o diz é alguém que se farta de "encher a mula" com comentários brincalhões acerca de tudo, inclusive acerca das idiossincrasias da blogosfera feminina. Ainda ontem fiz um comentário desses no meu blogue, e de alguma forma também lá estás. Não creio por isso que toda a gente o faça por maldade, por vezes é por puro humor. Mas quem o faz por maldade não justifica, penso um texto. É dar importância ao que não o tem.

Kitty Fane disse...

Capitão Microondas, é sempre muito engraçado brincar com os outros, não é? Pois eu acho que se querem tanto brincar, deviam brincar com eles próprios ao invés de andarem sempre a trazer quem está no seu canto para a baila.

Sandra disse...

Tal e qual como na vida, na realidade dos nossos dias, do trânsito, das filas para tudo e mais um par de botas, para as manhas e facadas do local de trabalho ou do bairro onde moramos...a blogosfera é uma aldeia. Com boa gente, decente, coerente e amorosa e com pessoas reles, medíocres, de olhos invejosos em bico, boca em constante esgar, prontos para alfinetadas e diz-que-disse insensível e afiado.

Há quem se alimente de polémicas e entretenha os dias apenas com o "mal" dos outros...

No entanto, conta a sabedoria popular com infindável razão: "Os cães ladram e a caravana passa!"

Ana C. disse...

Eu acho que o desprezo é muito bonito e inteligente sim, mas chega uma altura em que o sangue de barata se esgota e a vontade é contratar um bando de ciganos com serras eléctricas para dar cabo dos saltos dos Louboutins alheios.

Clau disse...

... ando alheia ao que se passa no mundo blogger, talvez porque a minha silly season já tenha terminado oficialmente e, como tal, ao 1º cheiro a mostarda, me salte a tampa! Se há comentários desses por aí só te digo isto: as pessoas são más, mas podiam ser inteligentes; infelizmente, não só são más, como ESTUPIDAS também... (De resto, já disse o que te tinha a dizer via FB ;) ) Beijinhos!

Patty disse...

Concordo. Existem pessoas que para terem protagonismo são capazes de tudo...

prada disse...

Mas é que não pertences mesmo, e ainda bem.
Quando se faz esta exposição publica da vida , é obvio que fica se exposto a tudo de bom e mau.
O que deves é ter arcaboiço para ignorar, e deixá-los com as suas dúvidas existenciais a roer-se de inveja, porque apesar das vicissitudes( e quem as não tem), tens uma vida fantástica
Imagino-te uma pessoa bem sensata e equilibrada,pois quando comecei a comentar este blog disse que se tivesse filhos, gostaria que fosses sua educadora!
Vive como tens de viver e se o blog te dá alegrias e te tranquiliza, ignora.

Capitão Microondas disse...

@ Kitty

No meu caso, e só posso falar do meu caso, brinco tanto com os outros como brinco comigo, o meu humor autodepreciativo é mais conhecido dos que me são próximos mas não está ausente do que escrevo. Ainda agora acabei de explicar no Facebook que a razão pela qual chamo "Astérix" ao meu pénis é porque é pequeno logo essa carapuça não me serve.

Concordo no entanto que para brincarmos com os outros temos de saber brincar connosco e sobretudo aceitar que os outros brinquem connosco também. Essa é aliás a diferença entre quem tem sentido de humor e quem julga tê-lo. Há muita gente que acha "ter piada" mas que quando a piada é o próprio afina. Isso é verdade, e é pobre.

N disse...

Oh Kitty, então e alguns deles não brincam também? Olhe que sim. Há sempre quem exagere, mas tb há quem goze com piada, é um facto. E sem maldade e muito menos inveja. Não concordo com tudo o que se diz de nenhum dos lados da barricada, mas acho que uma coisa é certa: ninguém deseja (propriamente) mal a ninguém. E quem deseja é doente.

Li disse...

Kitty,

seja quem for te levou a este post, nao merece um unico pensamento teu.

Imagino o danada que estejas, mas sabes que na vida, uma das piores coisas é a inveja e a incapacidade de ver que se não se está melhor (e como os outros que se invejam) é porque às tantas não se tentou...

Por isso, seja quem for, borrifa-te para isso. Só lhes estás a dar o que querem - atenção e não vale a tua perda de tempo.

tiago disse...

Gosto mesmo é de ler o que escreve, e nunca em circunstância alguma vi post's de ninguém a tentar denegrir a imagem da Kitty Fane... Mas ser-me-ia igual, afinal a Kitty Fane é a Kitty fane, e esses e outros que a provocam, quem são??? pois, ninguém sabe!

Beijo

Helena Barreta disse...

Não faço a menor ideia do que quer que tenha sido dito ou escrito e que desencadeou estas suas palavras, mas uma coisa lhe digo, não dê importância.

Há muita gente invejosa e de mal com a vida, são uns tristes, é o que é.

Um beijinho

Miss G. disse...

Não fazia ideia que a tua vida também tinha sido comentada. Tal cmo escrevi no meu blogue tenho andado um bocado a leste da blogosfera. Mas também há coisas que me fazem muita confusão. E às quais não consigo ficar indiferente. O dizer mal gratuitamente é uma delas. Mas acho que é cmo alguém disse. Tanto aqui cmo na vida fora disto há pessoas decentes e outras sempre prontas a criticar sem olhar para si próprias. E o melhor é mesmo não dar importância.

a mulher certa disse...

Verdade. A Kitty Fane é a Kitty Fane. Nisso não temos dúvidas.

António Prates disse...

Pela qualidade da voz do povo que somos, cito o grande António Aleixo:

Se te censuram, estás bem,
P’ra que a sorte te perdure;
Mal de ti quando ninguém
Te inveje nem te censure!

Mami disse...

Olá.
Sou completamente alheia a tudo o que se está aqui a falar. No entanto, sempre ouvi dizer " A palavras loucas, orelhas moucas". Sei que não é fácil quando não se tem sangue de barata...mas ignora!

Beijinhos e adoro o teu blog!

rosaamarela disse...

Criticar “vem no pacote” quem tem um blog aberto não pode esperar que toda a gente nem em todos os posts haja sempre acordo, da discussão nasce a luz.

Dás mt importância ao assunto, só com o último paragrafo tinhas dito tudo, terias usado mais inteligência e mostrado menos a “cauda”

Talvez não saibas mas eu digo-te que em determinados blogs não se permite o contraditório, e só publica o que lhes soa bem, o que demonstra uma ENORME insegurança e INFANTILIDADE.

BOM DIA!

A. disse...

Não costumo comentar, mas hoje acho que o devo fazer.
Concordo em absoluto com a Sandra.
Tal como na vida fora da blogosfera, há sempre alguém que não tem mais o que fazer senão apontar o dedo, que se acha superior e dono da verdade, e que tem necessidade de criticar tudo e todos.
Aprendi a não ligar, a fazer um "filtro"...A filtrar o que leio ou oiço e a dar importancia só ao que realmente me interessa.
E não é que resulta?
Parabéns pelo blog! Venho cá todos os dias :)
Ana

Ana disse...

A dor de cotovelo, dói muito! Amiga o melhor é o desprezo, fingir que não existem...Afinal de contas ñós somos superiores, essas pessoas são tristes pois não tem vida própria e então preocupam-se demasiado com a vida dos outros!
Beijocas
Ana

Sandra disse...

António Prates: Que linhas tão bem escolhidas!!!
MUITO BOM!

River disse...

Miss Kitty, ora diga lá onde stão escritas essas maldades!
É que estou a leste! Enfim, tenho mais que fazer...
Vamos "ralhar" com eles! :)

Não ligues ;)
Walk on!

Capitão Microondas disse...

Os comentários que têm chegado só reforçam o que disse: muita importância dão vocês umas às outras. Isto é aliás cíclico, as quesílias bloggers entre mulheres sucedem com a mesma regularidade e frequência que os solistícios. Coolness, boa disposição, relativizar e, se necessário, desprezo parece-me a medição aplicável a toda a quarentena.

Eu vou ali tentar despertar 4 ou 5 bloggers masculinos para a cacetada que nós somos uma pasmaceira, nunca nos chateamos.

SuperSónica disse...

Eu estou de acordo, não te deixes abalar por gente k não merece. Pensa sempre que és superior aos comentários malignos...Essa gente não deve ter mais nada para fazer...

hierra disse...

Enfim, é a sociedade que temos, têm de escamotear linha a linha para tentarem apanhar o que se passa para comentar e para darem opiniões que ninguém lhas pediu...enfim nada a fazer, haverá sempre gente dessa!

Serena disse...

É inveja. No entanto entendo-te" Quem não se sente não é filho de boa gente". De positivo, ficas a saber da forma de pensar de algumas pessoas. Para mim é um privilégio consultar o teu blog. Continua como és. Obrigada.

R* disse...

Muito sinceramente acho que não devias dar importancia! Qualquer dia as pessoas cansam se de o fazer, e de viver uma vida que não a delas. Ou morrem na ignorância...
Vive a tua vida, faz o que queres, escreve o que queres. O blogue é teu! E nem que estivesses a inventar! Ninguém tem nada a ver com isso! =)
Força com isso =)

rosaamarela disse...

Já agora queria dizer-te que trabalho com o PC todo o dia e algumas noites e alguns fins de semana, uma das funções é responder a emails em várias línguas (já ando baralhada), assim sou obrigada a usar a net Tb por motivos profissionais.

Tenho um trabalho solitário embora rodeada de mt gente, em determinada altura as coisas estavam no particular a correr mt mal e comecei a entrar em foruns relacionados com a profissão, foi uma terapia, salvou-me a vida particular e profissional, às noites falo com gente do outro lado do mundo, fiz amizades que se mantêm e já “nos vimos as caras” não me desiludiriam.

Mas com o tempo tornou-se uma rotina, foi então que descobri os blogs, por enquanto está a ter graça e aliviam o stress.

Mas afinal nem sei pq te estou a contar isto tudo…

Abraço

Z disse...

Não faço ideia de quem estarás a falar. Pelos vistos felizmente não leio o blog dessa pessoa. Já te leio há dois anos e confesso que és o blog que mais gosto de ler. Continua assim e tenta não ligar! Compreendo que seja difícil.
Beijinhos

Ritinha disse...

Foi refrescante ler este post e identifico-me totalmente. Cada vez mais ao ler vários blogs chego à conclusão que cada um deve escrever exactamente o que quer sem criticar outros.
Aliás, quando leio um blog só coloco em questão a sua veracidade se tudo parece um "mar de rosas"...quando tudo é muito perfeito, desconfio...
Mas nunca ao ponto de pensar que alguém se daria ao trabalho de escrever algo que fosse totalmente falso! Isso seria MUITO desequilibrado! lol

Isto tudo para dizer, sim, concordo:)e contento-me só em criticar figuras públicas/celebs!
Hipocrisia da minha parte? Talvez! Ninguém é perfeito!

Ritinha disse...

E adorei o post da Ana C.!!!

ordep disse...

Há bloggers que se dedicam totalmente a publicar as suas fantasias, a criar uma personagem, logo aqueles que te lêem não sabem se tu também serás um deles. Eu acho que não, embora creia que algumas coisas sejam inventadas ou empoladas, aliás como tu própria já o afirmaste.
Continua a escrever, sendo verdades ou mentiras, as pessoas gostam (eu gosto).

fatima disse...

A Kitty Fane não é uma mera personagem criada para este blogue?
Tem sido aqui dito que não se deve levar a sério tudo o que é escrito, pois não é um retrato fiel da vida da autora. É na perspectiva ficcional que eu leio este blogue. Há vezes que acho que tem muita piada, outras vezes nem por isso; mas não se agrada sempre a gregos e troianos.
Se a autora do blogue afirma não descrever a sua vida privada, por que razão se irá levar a sério alguns dos factos relatados?
Cada um faz do seu blogue o que quer, é obvio, mas dizer num post "Vocês não acreditem em tudo o que eu digo" e noutro "Há pessoas muito más, que dizem que eu invento" parece-me estranho. Para mim, os blogues servem para uns minutos de distracção: não levo nada a sério e não me envolvo emocionalmente com as personagens que os habitam. A minha vida, os meus problemas e as minhas alegrias, bem como os dos que me são caros (na vida real, claro!) são suficientes para me inquietar ou aquecer a alma. Por aqui, desejo boa continuação - ficção ou vida real é-me completamente indiferente.

Kitty Fane disse...

Caríssima ordep, nada do que tenho escrito é inventado. Muito pelo contrário. Só acredita quem quer. O que ganhava eu em vir para aqui contar mentiras?

rosaamarela disse...

Fátima!

O nosso mais conhecido e lido mundialmente escritor desdobrava-se em heterónimos de seu nome: Fernando PESSOA.

“É considerado um dos maiores poetas da Língua Portuguesa, e da Literatura Universal, muitas vezes comparado com Luís de Camões. O crítico literário Harold Bloom considerou a sua obra um "legado da língua portuguesa ao mundo".

in Wikipédia

Destination disse...

Com tanta publicidade que fazes a esses blogues, estou curiosa... parecem bem mais interessantes a falar de ti que o teu próprio blog?! ;-))
Não queres dizer quais são esses blogues?

PFIA disse...

Sou uma blogger bebé (ou melhor, embrião) e já andei a "cuscar" o teu :)
Gostei muito!!
Quanto aos desocupados a que te referes... fazem-me lembrar uma frase de J. von Geothe - "Não há nada mais assustador do que a ignorância em acção!"
Ignora-os!!

A propósito... aquelas "Coisas medonhas que se vão usar"... são mesmo ME-DO-NHAS!!!! ;)

Coelhinha disse...

Eu quando li o dito post também fiquei a pensar mas porque é que essa pessoa não se preocupa mais com a sua vida e com o seu blog e para de se meter nas dos outros...ainda para mais não sendo a primeira vez...parece-me que neste momento as visitas ao blog dessa pessoa centram-se mais na polémica que tenta a todo o custo lançar a toda a hora do que no contudo cada vez menos interessante desse mesmo blog.

Capitão Microondas disse...

Mas só eu é que vim aqui assumir que já brinquei com tiques da blogosfera feminina usando também a Kitty como inspiração?! (as fotos dos pezinhos com unhas pintadas com paisagens em fundo tinha de ser, come on :))Mais ninguém?! Tinha de ser um homem a assumir uma coisa destas, não há uma loba que assuma? tell me news :)

Claudia disse...

A maioria das pessoas é invejosa por natureza. Infelizmente...

Ana Princesa disse...

Tenho só uma coisa a dizer: há por aí muita gente desocupada!!

Quem não quer, não lê, não segue, não volta.

fatima disse...

Kitty Fane, peço desculpa por usar a caixa de comentários para responder a outra leitora.

rosamarela,
Está a dar-me razão. FP criou vários heterónimos com identidades próprias e formas de escrever distintas.
Imagine um Fernando Pessoa do séc. XXI com vários blogues. Faria sentido um leitor perguntar ao Álvaro de Campos, envolvido na sua parafernália de máquinas: “Então, Ricardo, a Lídia vem sentar-se contigo à beira-mar, ou não?” e ele responder, qual Alberto Caeiro “Não quero pensar nisso. Há metafísica sufiente em não pensar em nada”? Claro que não, personagens diferentes para espaços diferentes.

Repito: não estou a querer insinuar nada, nem alimentar discussões, é apenas uma opinião entre tantas outras. Sejam felizes, amanhã já é sexta-feira :)

ordep disse...

Caríssima Kitty, não me troques o sexo. Lê ordep ao contrário e descobrirás o meu nome.
Quanto às invenções, peço desculpa mas foi a impressão com que fiquei num post teu.
Um abraço

rosaamarela disse...

Fátima,

Qdo postei para si, foi eacatmente porque você tem razão, aliás a meu ver é essa a essencia dos blogs.

BFS

Dada disse...

Pára mundo que eu quero descer?

Ás vezes é infelizmente isso mesmo!

Não ligue, os cães ladram e a caravana passa...

José Sousa disse...

Tenho lido o seu blog mas só hoje tive um pouco de tempo para comentar. Siga em frente, o seu blog é lindo e tem temas interessantes. Qualquer comentário é sempre interessante. Tenho andado muito atarefado, mas de hoje em diante já terei mais tempo para os meus amigos da blogosfera.
Vá até aos meus e deixe seus comentários
www.queriaserselvagem.blogspot.com
www.congulolundo.blogspot.com
www.minhaalmaempoemas.blogspot.com

Com um abração