domingo, 29 de agosto de 2010

Surpresa

Confesso que nunca vi ninguém melhor para fazer amizades do que a minha sobrinha M.. Num segundo sai da toalha em direcção à piscina natural que a praia forma quando a maré está vazia, e no segundo seguinte já ela está a conversar com uma menina da idade dela como se a tivesse conhecido desde sempre. Isto aconteceu diariamente.

6 comentários:

Mary Jane disse...

Eu conheço alguém mais velho capaz de tal proeza. Talvez não seja instantâneo, mas 5 minutos chegam para um tu-cá-tu-lá. Esse alguém é a minha mãe: http://mundocadentro.blogspot.com/2010/08/serie-que-eu-escreveria-have-you-met-my.html

Gelatina de morango disse...

Eu não sei que idade tem a tua sobrinha mas eu quando era criança também era assim e agora sou tímida. As crianças por regra são mais autênticas, não se põem com formalismos, é tudo muito mais fácil. Saudades desses tempos...

Ritinha disse...

Eu também era assim em pequenina... :b

Kat - カティア disse...

Eu era assim quando era pequena. Fazia amigos em todo o lado.
Hoje em dia acho que faço mais inimigos que amigos lol

PomPix disse...

As crianças numa determinada idade são mesmo assim, têm muita facilidade em se relacionarem com outras crianças da mesma faixa etária. Lembro-me de termos abordado este assunto nas minhas aulas de psicologia do 12º ano. Acho que os adultos também deveriam ser assim, as pessoas seriam muito mais simpáticas umas para as outras e não se veriam tantas caras sizudas por aí.

António Prates disse...

Embora o relacionamento entre as crianças seja mais puro e mais despretensioso do que é nos adultos, há pessoas que detêm essa faculdade espontânea. – Principalmente pela capacidade de diálogo e pela candura do seu olhar.