domingo, 4 de julho de 2010

Há qualquer coisa nesta história que me cheira a esturro

Ai que a Dona Dolores deve estar doida. Tanto disse mal das mulheres, que o filho fez-lhe a vontade, e atirou-lhe com um neto (sem mãe, para não dar chatices e não lhe ficar com o dinheiro) para ela criar.

13 comentários:

Jojozinha disse...

hahah
essa é que é essa! estava à espera de quê? confiar na palavra de uma mulher quando se tem milhões no banco? xD

alexandra disse...

Segundo sei era o que ele desejava, ser pai.

Se lhe falta A Mulher para companheira de vida para ter um filho, criou condições para o fazer de outro modo.

Fez um negócio como tantos outros da vida dele... no caso, a mãe do miúdo será a avó.

Deu-o a conhecer ao Mundo, sinal que está feliz. Bom para ele e que sejam Felizes!

M. disse...

Qual quê? A senhora é que lhe deve ter massacrado a cabeça: ó filho, dá-me um netinho! E ele deu!
Bjs,
Madalena

Carolina disse...

bem.. eu acho q foi mais "ah, a minha prestação foi péssima no mundial.. arranjem-me aí um filhote para toda a gente voltar a ficar "awwwwhhh"comigo!"

Pedro Almeida disse...

Terá sido barriga de aluguer?
Que coisa estranhíssima...mas que mãe é que abdica assim totalmente da custódia???

Caty disse...

cheira mesmo... ainda vai dar muito que falar, aposto!

Brandie disse...

Eu acho que a história de estranha tem pouco, andou na noite com uma miúda (entre muitas outras, claro) não se protegeu devidamente (a dificuldade cognitiva não é apenas na verbalização após os jogos) e o resultado chegou a agora.
Pagou o silêncio e resolveu o assunto!

Filipa disse...

Para mim o pior é ainda por cima a criança ter o mesmo nome que o pai...

Homem disse...

One night stand, at the disco.

Aquele abraço,

rosaamarela disse...

Bem observado Kitty Maria, é o comuntário mais engraçado que li ... para que serve o dinheiro? Só para carros? não ! Tb para ter um filho sem ter que aturar uma mulher para isso JÁ tem a mãe e as irmãs. Todavia continuo a achar que vai ser um bom pai, quer dizer por o mesmo nome ao filho que o dele já não é um bom perságio.

besus

_ba_ disse...

Então ela já não tinha dito que queria um neto? Foi quase como ir a um hiper e dar-lho lol
Pessoalmente acho uma tristeza ter que pagar para ter um filho mas cada um sabe de si ...eu nunca lhe daria nenhum mas isto sou eu a falar claro.
E com tanta "tuga" disposta a isso foi preciso ir aos EUA?
Cá também encontraria alguém a quem pagar e que também lhe daria custódia total da criança: bastava pagar e bem.
Se bem que agora claro que vai haver muita tinta a correr e, mais dia menos dia, vai acabar por se saber quem é a Mãe... sim porque naquele País os "paparazzi" não são como os nossos lol

zebarrabe disse...

O Direito a ser PAI SOLTEIRO em sociedades Tradicionalmente Monogâmicas!


Ainda há parolos é que acreditam em histórias da carochinha... mas há que ASSUMIR a realidade:
- Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
- No entanto, para conseguirem sobreviver, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade!... De facto, analisando o Tabú-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos; Ver http://tabusexo.blogspot.com/.


CONCLUINDO:
- Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas é natural que sejam apenas os machos mais fortes a terem filhos, NO ENTANTO, as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!! Isto é, estas sociedades não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o caixote do lixo da sociedade!!! Isto é, os machos ( dotados de Boa Saúde ) rejeitados pelas fêmeas devem possuir o legítimo Direito de ter acesso a ÚTEROS ARTIFICIAS...


NOTA 1: Incompetência sexual não significa inutilidade... de facto, os machos mais fracos já mostraram o seu valor: as sociedades tecnologicamente mais evoluídas... são sociedades tradicionalmente monogâmicas!


NOTA 2: Hoje em dia, por um lado, muitas mulheres vão à procura de machos de maior competência sexual, nomeadamente, machos oriundos de sociedades tradicionalmente Poligâmicas: nestas sociedades apenas os machos mais fortes é que possuem filhos, logo, seleccionam e apuram a qualidade dos machos.
Por outro lado, hoje em dia muitos machos das sociedades tradicionalmente Monogâmicas vão à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas [mais dóceis] oriundas de outras sociedades...


ANEXO:
Existem por aí triliões de casos: a amiga [futura MÃE SOLTEIRA] que engravida do amigo e depois lhe dá com os pés...
Recorrer a úteros artificiais... é/será um mal menor...

rosaamarela disse...

Kitty Maria,

Espero que tenha a coragem de publicar o que abaixo fica escrito.

"a propósito da paternidade do Cristiano Ronaldo todos os blogs TODOS só publicam o que lhes interessa, publicam o que fomenta o preconceito, a inveja, enfim Portugal no seu melhor, o contraditório agora não interesa nada... "


Cumpts,