domingo, 25 de julho de 2010

E ontem ainda tivemos tempo de ver os ensaios dos bailarinos no São Carlos


Abigail Breslin e Catherine Zeta-Jones em “No Reservations

As nossas tardes na esplanada do "Café no Chiado", embaladas pela música do largo de São Carlos, já se estão a tornar um hábito. Ela chega sempre tímida. Mas depois, aos poucos, começa a falar. Acabamos invariavelmente a falar dele. Ela conta imensas histórias dele. Rimo-nos dele. Por ele ser sempre tão perfeito e ter sempre a frase correcta para dizer. Ele, por razões que não interessam aqui mencionar, é assim uma espécie de herói para ela. E para mim ele é tudo. Ele nem sequer sonha que nós estamos amicíssimas e que temos passado a maior parte das tardes juntas. E eu estou cada vez mais viciada na companhia dela. No sorriso dela. No silêncio dela.

20 comentários:

MissBlueEyes disse...

:)

Kitty por existirem pessoas ressabiadas, não deixe de nos dar novidades, sim?!?!?!

Beijo e bom domingo.

Glamour disse...

se ELE é tão especial para as duas é porque deve ser especial como pessoa :) e ela deve ser um autentico doce! com os teus posts fica-se com muita vontade de a conhecer ou de a ver por lá perto da estátua :) passo por lá tanta vez e nunca vi ninguém com cabelos assim longos e loiros, que pena... :)

Graça disse...

Que bom, KF! Palpita-me que se anda a dar com a mãe com seu amor. Acertei? A letra do bilhetinho é a letra de alguém com outra idade que não a sua. Muitas felicidades. Tenho a certeza de que está a fazer alguém muito, muito feliz. Beijinhos **

Quatro de saltos altos disse...

:) a parte maravilhosa da vida é isso, pessoas dessas e momentos desses!

no outro dia estava na brasileira com uma amiga e lembro-me de ver uma miúda linda com cabelo loiro comprido, seria ela??? chamou-me a atenção porque estava sozinha com um ar muito tristinho a embalar os pés... Se era ela... tem um ar tão adorável... agora quando lá voltar vou andar mais atenta de certeza para ver se vos vejo! só de pensar que posso ter estado à frente da Kitty Fane e dela já me apetece ir para lá tomar café outra vez! :)

bom domingo!!

Susana

Kitty Fane disse...

Quatro de Saltos Altos, se calhar era ela mesmo. Essa descrição encaixa nela, sim. :-)

Graça disse...

Ohhhhh então é filha. Irmã não me parece. Se assim for, a fotografia que ilustra o post foi muitíssimo bem seleccionada :))
Rores de felicidades para ambas!

Patricia disse...

Não importa da onde e como o amor chega ate nós... Nesse caso, enquanto o amor "sensual" espera, o amor fraternal veio te visitar! Lindo de se contemplar... Parabens por saber reconhecer e receber tão bem o AMOR!!
Com carinho,
dessa carioca que a visita diariamente. ( amor virtual:-)

Kitty Fane disse...

Não é irmã, nem filha, nem tem qualquer afinidade familiar com ele. Lamento desiludir.:-)

Marta disse...

o amor é mesmo um lugar estranho... neste caso amor fraternal :) concordo com a Glamour, apetece mesmo conhecê-la :)

prada disse...

Alguem que surgiu na tua vida para a tornal mais leve.
Fernando Pessoa uma boa companhia, sempre.
Aproveitem

Batom vermelho disse...

há pessoas assim viciantes e que nos preenchem, e é tão bom :) e depois já nem sabemos viver sem elas

Silvia disse...

Mimo é bom de dar e de receber. Fico muito feliz por ambas. :)

Graça disse...

"Não é irmã, nem filha, nem tem qualquer afinidade familiar com ele. Lamento desiludir." - Não KF, não desilude. Antes pelo contrário. Fizeste-me recordar o capítulo XXI de "O Principezinho"- Cuida bem dessa flor*

Vânia disse...

Um dia li num blogue uma história de uma menina-mulher, uma menina guerreira e lutadora com uma história de gente grande...

... ;) beijinho, muitas felicidades, ele deve ser mesmo uma pessoa impecável *

_+*Ælitis in Paris*+_ disse...

Minha tentativa/imaginação mode on: ele é médico. Ela é/era paciente dele. Encontraste-o, cruzando no hospital. Encontraste-a numa sala de espera. Ele tem uma devoção tipo pai/irmão mais velho/anjo da guarda sobre ela. Quanto mais te ligas a ela, mais ligada ficas a ele. Um trio magico.

Pronto, imaginação mode off ;)

Kitty Fane disse...

Menina Elite, parabéns, anda lá pertinho, pertinho. :-)

Quatro de saltos altos disse...

Era não era? Despertou-me a minha atenção e a minha amiga ficou apaixonada pelo cabelo dela e eu fiquei mais foi enternecida pelo ar dela a embalar os pés. Achei-a tão tristinha... Mas ao mesmo tempo tão adorável que sinceramente deu-me vontade de levá-la connosco :)

quando lá passar outra vez vou estar mais atenta ainda!

Susana

analis disse...

Hum, a Elite chegou perto:) História bonita Kitty Fane. Bem sei que é desagradável ler comentários intrusivos, mas há umas quantas pessoas que aqui vêm à espera de notícias, porque realmente querem saber que as dificuldades foram superadas. Tão simples quanto isso (obviamente que a blogosfera não é nem nunca será o local ideal para partilhas deste teor). Força de qualquer das formas.

Kitty Fane disse...

analis, logo que haja novidades concretas, vocês serão os primeiros a saber. :-)

River disse...

Minha cara, está a despertar as nossas mais "assanhadas" veias de cuscas! :D
No meu caso, "pecadora" me confesso ;)
Mas, acredite, é "cusquiçe" da boa. Nada de mal.
Vá contando, vá!
Tudo de bom!!!!