segunda-feira, 7 de junho de 2010

Palavras que podiam ser minhas

Eu ia fazer um post acerca do conselho que o nosso Presidente deu para não irmos de férias para o estrangeiro por nada deste mundo, mas depois li isto e achei perfeito.
...

Acho muito bonito este apelo ao patriotismo, conhecer o interior de Portugal, ir para junto das massas do Algarve, ou até mesmo ali para a linha, conviver com os compatriotas, passar o Verão todo a ouvir falar de Maddies desaparecidas, da criminalidade que aumenta (assaltos a bombas de gasolina, carrinhas de valores), de bocados de rocha que matam pessoas, dos acidentes, ver as reportagens da TVI na Caparica ou em Carcavelos para mostrar a malta toda à pinha e a perguntarem coisas como «costuma vir às horas de maior calor? usa protecção solar?». E as revistas Caras com as festas brancas em Vilamoura, as tias fazem-lhe o favor Sr. Presidente, ficam por cá a comer croquetes, sushis e cocktails.

Sabe Sr. Presidente, as pessoas até gostam de sair daqui um bocadinho, naqueles 22 dias que repartem durante o ano, se calhar meia dúzia deles preferem passá-los lá fora, a conhecer outras gentes e outros sítios, ou simplesmente a vegetar em praias que não tenham a marginal por trás e pensos higiénicos a boiar. Se calhar, muitos de nós, até gostávamos de ir conhecer esse Portugal desconhecido, Açores, Madeira, mas vamos a comparar os preços, e fica mais caro. Pois é, mais caro, ou ela por ela.

E se nós sempre fomos um povo de descobertas, que fica tão bem dizer isso, até quando cá vem o Papa, agora pede que fiquemos quietinhos no nosso lugar? Leva uma resposta do Vieira da Silva e vem dizer que ir passar férias lá fora significa importações? Por favor, uma pessoa quer relaxar, ter férias, e vem comparar isso com importações? É o Sr. Presidente que as paga? Sai-lhe do bolso se a malta agora decidir sair daqui e ir para Espanha? Bem me quer parecer que não. Mas a mim sai-me do bolso quando vai com a sua comitiva trabalhar lá fora.

...

R. L., no seu Asinhas de Frango

28 comentários:

MintJulep disse...

Sim, até porque no estrangeiro não há praias e cidades apinhadas de gente pífia e bimba, pseudo tias a torrar ao sol, assaltos, homicidios, violações, raptos...etc. Ah, e tal, deve ser mais chic.Acho muito bem que quem quer ir para fora vá, e certas pessoas faziam um grande favor ao país em ficarem por lá, mas ler achincalhar assim o meu país, a minha terra, o sitio onde eu vivo e crio as minhas raízes, ora bem, remexe com o meu estômago. Eu por mim contentava-me em ter férias, que é algo que só tive uma vez desde que há 15 anos inciciei a minha vida profissional...

a. disse...

assino por baixo... senhor presidente, ela tem razão!

Kitty Fane disse...

Mint Julep, antes de atirar esse comentário irado para cima de nós, faça favor de ler o post com atenção. Ninguém diz que só lá fora é que é bom. A questão é que tirar férias de qualidade em Portugal, é tão ou mais caro, do que ir para o estrangeiro. :-)

João e Sandra disse...

quem fala assim não é gaga :D

Mnemósine disse...

Se calhar até bastava que houvesse em Portugal o cuidado com o património que há noutros países. E já nos interessava mais passear pelas cidades portuguesas, em vez de se observarem monumentos verdes de tanta caca de pombo e centenas de prédios devolutos viam-se sítios conservados e fachadas cheias de história.
Acham que o investimento na cultura, no património e no turismo tem que ser mesmo só para inglês ver agora aguentem-se.
E já agora, as férias que fiz nos Açores foram as mais caras que alguma vez fiz.

R.L. disse...

Portugal tem sítios fantásticos, cara MintJulep e, se ler o meu post no meu blogue também lerá que passo as minhas férias entre Lisboa, Alentejo e Algarve. O que talvez ainda me dê mais direito para fazer a crítica que fiz.

Blondewithaphd disse...

Subscrevo! A última frase então até emoldurava.

Melissinha disse...

Bem, não concordo mesmo nada. Acho um apelo bastante razoável, em tempos de crise, pedir que as pessoas deixem cá os seus recursos. Em tempo de vacas gordas também, já agora. É um país lindo, digno de se conhecer (sim, podia ser um pouco mais barato, mas há por onde escolher.)

Ana disse...

Gosto imenso de te ler, mas desta vez não posso concordar

O que o sr. Presidente da República fez, foi mostrar ao povo português e, sobretudo, ao sr. Ministro da Economia que temos que defender o que é nosso e contribuir para fazer crescer a nossa economia. (Além de ter mostrado ao ministro da economia que dessa pasta ele percebe muito pouco..)

=)

Fernanda disse...

O Presidente não está a fazer mais do que os espanhóis fazem, defender o que é nosso. É mais caro? E depois? Gasta-se menos em lembranças futeis que não interessam a ninguém.

Angel in the dark disse...

Subscrevo inteiramente!

Angel

BUBBLES disse...

Era mesmo só o que faltava agora não se poder ir de férias "para fora". É com cada parvoíce que estes políticos de meia tijela dizem...

Antonio Branco disse...

huuummm... e digo mais... um dia vou e já não volto... só falta decidir quando...

Foxy Ni** disse...

Pasmem-se e isso é tão verdade como marcar mini-férias no algarve nestes feriados e por uma agência portuguesas ficar assim por uns bons euros (banca rota!), e por uma agência espanhola, para o mesmo local, mesma epóca, mesmo hotel por metade do preço!!!!!

alguém me explica este roubo?

carolnyna disse...

Olá...
Parabéns pelo seu blog...
Adorei...
Realmente concordo com você: o amor é um lugar estranhissimo...rs

Bjinhosssss

jopurdida disse...

Mai nada.

Bokwus disse...

Só é pena que os políticos curtam as suas férias longe deste "jardim à beira mar plantado" e às nossas custas....

Martini Bianco disse...

O último parágrafo está soberbo...

rosaamarela disse...

GOSTEI MT DO POST!

Agora o Sr. Presidente esqueceu-se que turismo é INTERCÂMBIO !!!!!
...os guias turisticos, os restaurantes,a sardinha assada fechavam até dias melhores ?

Ainda assim convido os portugueses num raio de 100 km de Lisboa, que venham fazer o que fazem os turistas: apanhar o 28 e ir até ao Castelo e ver o Tejo, apanhá-lo na volta e ir até ao Chiado ver o nosso jet set mostrar-se, apanhar o 15 até aos pastéis... ir aos fados.

E Sintra já foram a Sintra? NUNCA!!! ??? mas já foram a Porto Galinhas...
BOM DIA!

ffiffas disse...

Eu adoro viajar para fora do país e conhecer outros países e culturas. No entanto, o que Sr. Presidente da República disse é verdade e faz todo o sentido. O único problema em toda esta teoria, para mim, é que o turismo português não é feito para os portugueses nem para as suas bolsas... Mas que o que ele disse, economicamente falando é verdade, é.

prada disse...

As importações são pagas por todos nós bem como as viagens do Sr Presidente.
Sou louca por viajens e normalmente todos os sitios para onde vamos lá fora,mostram-nos o melhor que têm e nunca as misérias !Se estiver numa praia do Mexico com certeza que vai ouvir á sua volta tudo o que refere na Costa da Caparica..
Tinha muito a dizer, mas refiro apenas que o Sr. Presidente fez bem.
Agora só esperamos que os nossos politicos deem o exemplo!

cristina.viula disse...

E se os presidentes dos outros países fazem o mesmo (?)

Parabéns Kitty pelo melhor blog em circulação. Identifico-me com muitas das suas opiniões :)Coerentes e humildes.

Beijinho,
Cristina

amora disse...

Olá Kitty Fane
Gosto muito de Portugal e até já reparei que muitos dos que viajam para fora nem conhecem o pais onde vivem. Entendi a mensagem do senhor presidente, como um apelo ao turismo "cá dentro". Também não gosto de praias apinhadas, nem de objectos a flutuar no nosso mar... Concordo que a comitiva do senhor gaste muito, mas não me parece que a questão tenha sido essa! Existem muitos sítios bonitos por cá...

Parabéns pelo blog :)

I. disse...

Acho que o presidente se referia àquele pessoal que se empenha até às orelhas para ir a banhos para Pipa ou Fortaleza, quando por cá há praias tão jeitosas. Esse pessoal, a única coisa que os diferencia dos que vão para a Costa da Caparica (praias bem boas, atenção), é o dinheiro, que no resto são igualinhos, seja em educação seja em civilidade.

E nisto concordo. Deuzmalivre de gastar o meu rico dinheiro para ir dar banho ao pipi do outro lado do mundo, no meio gente nova rica e deslumbrada, jasus.

Agora passear lá fora, sempre pronta. Se há dinheirinho bem gasto, é a passear, a conhecer gentes e culturas novas. Já praias e resorts, dispenso.

rosaamarela disse...

I.!
Eu igualzinha a ti!!!

kitty marie, obrigado por nos deixares dizer o que nos vai na alma mesmo no horário do patrão.

Picoli disse...

Quando se vai a um país estrangeiro passar férias não ficamos a conhecer tudo o que esse país tem. Conhecemos uma pequena parte que em 99% dos casos é boa. De certo que há algum motivo para muitos estrangeiros escolherem o nosso país como um destino de férias. Talvez seja porque o que eles vêm não são
"praias com a marginal por trás e pensos higiénicos a boiar".
Faz todo o sentido numa altura de crise o presidente da república apelar para que se gastem aqui os recursos.
Os portugueses (os outros povos não sei se são iguais) têm sempre a mania de deitar abaixo tudo o que é nosso e elevar o que é estrangeiro. Mas esquecem-se que se morassem noutro país qualquer também iriam ter problemas como " Maddies desaparecidas, criminalidade que aumenta (assaltos a bombas de gasolina, carrinhas de valores), bocados de rocha que matam pessoas, acidentes".
E se queremos um país melhor, como somos portugueses, que tal começar pelo que nos toca a nós?

MintJulep disse...

Miss Kitty Fane, em primeiro lugar li com atenção, felizmente sou uma pessoa atenta e concentrada na sua leitura, e em segundo lugar não atirei com o comentário irado para cima de ninguém, a menina publicou-o porque quis, atirei sim com um desabafo desgostos pelo tom depreciativo com que se escreveu sobre o país. Foi o tom que me feriu e não peço desculpa por me ter sentido ferida com o tom da R.L. ;)

Descalça disse...

Férias em Portugal ficam mais caras do que no estrangeiro se estivermos a comparar preços entre o Algarve e as ilhas espanholas ou outro pacote do género. Nas pesquisas que fiz para marcar as minhas férias foi muito fácil verificar que duas pessoas passam uma semana nos Açores pelo preço que uma pagaria, por exemplo, em Cuba.
Adoro viajar! Conheço muito bem o nosso país e acho que tem recantos lindíssimos. Também adoro ir para o estrangeiro e confesso que as férias além fronteiras têm sempre um sabor mais intenso a férias. No entanto, não me parece nada desadequado que o Presidente da República faça este apelo. Todos nós conhecemos muita gente que conhece muito bem a República Dominicana (leia-se o resort onde ficou instalado), e até conhece o "nosso Allgarve", mas nunca foi ao Gerês, nem a Trás-os-Montes, não conhece o fantástico turismo rural que existe no Alentejo ou os pequenos-almoços maravilhosos das nossas pousadas. Tenho muita pena que muita gente continue a pensar que se é português é mau, que todos os portugueses são "pimba" e mal-educados e que ir passar o fim-de-semana a uma aldeia do xisto é um disparate, pois esse dinheiro faz falta para uma viagem com mais glamour.