quarta-feira, 23 de junho de 2010

Isto não se admite


Lea Michele fotografada por Peggy Sirota

Não sei se sou eu que já estou velhota, se o que é, a verdade é que, ultimamente, para trabalhar opto sempre por sapatos rasos. Afinal de contas, há sandálias rasas lindas que dão para conjugar com todo o tipo de roupa. Os saltos altos, esses, guardo-os para sair à noite. No entanto, e como as aulas acabaram e começaram as reuniões, eu tenho levado saltos altos (afinal de contas passo a maior parte do tempo sentada). Não daqueles excessivamente altos, mas ainda assim altos. E a verdade é que chego ao final do dia com os pés desfeitos. Hoje, por exemplo, que foi um dia cheio, venho de rastos. Os meus pés estão feitos num oito. Eu estou cansadíssima. Não percebo. Eu ainda me lembro de andar sempre de saltos altos e nunca me doía nada. Sempre. E agora é esta pouca vergonha.

16 comentários:

Miss.Purple disse...

Como eu gosto de uns bons saltos altos...mas é verdade que alguns dão cabo dos pés a uma pessoa. Ainda assim concordo que há sandálias rasas lindas.

EU SOU EU disse...

é a PDI...a tal que todos dizemos que não..mas ela acaba sempre por aparecer...a famosa PDI

Roxanne disse...

como eu te entendo :/

Gelatina de morango disse...

Deve ser mesmo por teres perdido o hábito. A minha mãe usa todos os dias, religiosamente (tadinha, ainda consegue ser mais baixa que eu!) e chega a casa e nem se lembra de ir descalçar os sapatos!!
Já eu, doi-me só de pensar que daqui a dois meses vai ser todos os dias (juro que me apetece chorar!).

Dulce Alves disse...

de vez em quando também me apetece deixar os saltos altos de lado e calço umas sabrinas... são mais confortáveis e não deixo de me sentir elegante.. :) mas salto alto é salto alto :)

MagicWoman disse...

:)) oh, isso não é da idade não!!

é da falta de hábito, clarooooooooo :))

hierra disse...

pois eu digo o mesmo, nunca gostei tanto de rasos, claro que uso saltos mas não sempre:)

Ao Virar da Esquina disse...

Da idade não é, espero eu, que a poucos dias de fazer 28 anos tenho o mesmo problema que tu. Comecei a selecionar mais a vezes que uso saltos altos, mas a verdade é que sempre que vou a uma sapataria os meus olhos fogem logo para os sapatos de salto alto!

Dreia disse...

Se calhar é melhor acreditar que o sapato não era adequado e pronto!! Quando compro saltos altos, dou sempre importância ao suporte que o sapato me dará, desta forma, evito esses problemas e ando todo o dia neles, como se estivesse descalça!!
Detesto sentir-me desconfortável.
Melhoras para os pezinhos!
Bjim

Naz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jeunesse Dorée disse...

Eu, que sou um par de anos mais nova que a Kitty, já tenho o mesmo problema!!! Só em pensar que saio do trabalho, às vezes depois das 21h e que tenho que caminhar até ao carro de saltos, desmotiva-me logo em procurar saltos no armário.
E tens razão, há sabrinas e sandálias sem salto tão lindas que isso de que só os saltos conferem elegância já se tornou um mito!

Manuela disse...

Tal como eu, deves passar muitas horas em pé, que isto de ser professora, tem o que se lhe diga. Cada vez menos aguento os saltos altos. É da idade sim e do acumular de anos e anos sobre os ditos saltos.

rosaamarela disse...

Adoro aqueles sapatos altísssimos, mas nem tudo o que parece é, a minha filha tem uns lindissimos que comprou na Alemanhã mas que têm uma cunha protectora para "aliviar" a sola do pé. Eu tenho alguns de salto, que alterno uns dias com sabrinas ou sandálias razas que este ano as há lindissimas.
... algumas vezes para me poupar levo para o caminho as Havaianas.
kss

Natacha Solano disse...

Também faço uma análise ao dia antes de escolher o calçado. Mas confesso que tenho cada vez menos coragem para usar saltos... Conforto a cima de tudo.

raquel disse...

Como eu te entendo. Acontece-me precisamente o mesmo. Antigamente andava de sapatos altos todo o ano, todos os dias,nem conseguia andar com sapatos rasos.
Agora nem me passa pela cabeça trazer saltos para trabalhar e quando arrisco uii... Fico com os pés num oito.
Será a idade?!?

Eduarda disse...

O que chateia mais nem é o doer é andar na rua descansadinha e com pressa e o diabo dos sapatos a ficarem com os saltos presos na calçada! Fico sempre parada com tudo a olhar para mim