sexta-feira, 25 de junho de 2010

Dantes escreviam-no nas tatuagens, agora escrevem-no nas folhas de papel

Uma das coisas que eu gosto mais e que mais me divertem, são aquelas entrevistas que fazem às pessoas depois dos jogos. As pessoas gritam. Mandam beijinhos para os filhos ou para a mãe. Gritam novamente. Em suma, fazem tudo menos analisar o jogo em si. E houve um que me deixou agora intrigada, confesso. Enquanto o jornalista entrevistava os que iam passando, um senhor esteve sempre imóvel com uma folha de papel branca que dizia - Amor de Pai - a tapar-lhe a cara.

6 comentários:

Silentlyforme disse...

Adorei seu blog.Essas comemorações de copa do mundo,são um pouco singulares.Particularmente...eu nem gosto de copa! :p Hehehehe

beijos!
:*

CurlyGirl disse...

Gosto mais desta tendência: antes em papel

Percebes?? disse...

Nem sei qual é que é pior se a piroseira das tatuagens se a piroseira dos cartazes.Mas antes em papel e nas tatuagens do que se lembrarem de o fazer nas Vuvuzelas!

prada disse...

Onde houver uma câmara de TV, aí estão como moscas á volta do mel!
Ela serve para tudo, até para essas manifestações publicas de afectos.
Mas entre pele e papel, eu prefiro diamantes!

The Closet disse...

loool
Escapou-me essa pérola!

selinho no closet*

Quando e como eu quiser disse...

Medo! Há pessoas estranhas.