terça-feira, 27 de abril de 2010

Tolerância de Ponto



Eu até sou católica e até trabalho numa escola do estado, portanto sou funcionária pública, mas esta tolerância de ponto que estão a pensar dar aquando da vinda do Papa está a deixar-me à beira de um ataque de nervos. Não se justifica. O nosso país está em crise. Não se pode desperdiçar assim um dia, mesmo que a bem da segurança. Serão milhões de euros desperdiçados. É mais uma oportunidade de melhorar a produtividade que se perde. E eu queria ir trabalhar, porque tenho imensa coisa para fazer até acabarem as aulas. E os dias começam a faltar.

E já que se fala nisto, podiam acabar com os feriados religiosos quase todos, uma vez que ninguém liga, uma vez que ninguém sabe o seu significado, logo não fazem qualquer sentido. Por exemplo, o Corpo de Deus. Alguém sabe porque é feriado? Quase ninguém. As pessoas sabem que é feriado, querem é laurear a pevide por essas praias fora, mas sabem lá elas o significado. E o pior é que muitas nem sequer querem saber, pois o que interessa é que não se trabalha. Deste modo, deixavam ficar o dia de todos os Santos, o Natal, o Ano Novo, a Sexta-feira Santa e o dia de Páscoa, e aboliam o Corpo de Deus, a Assunção de Maria e a Imaculada Conceição, uma vez que não têm qualquer significado para a maior parte das pessoas.

37 comentários:

Martini Bianco disse...

Finalmente estamos 100% de acordo numa coisa :) Esses dois feriados religiosos não se justificam de forma alguma. Acrescento também um feriado político que é o 1º de Dezembro.. de 1640! Restauração da independência há 370 anos.. Justifica-se isto? Alguém liga? Para mim os feriados são um atraso de vida. E as greves dos chantagistas dos transportes nem se fala.

anita disse...

Dia Corpo de Deus são 60 dias depois da Páscoa.(Pentecostes))
Muitos feriados tem a sua importancia num povo que é na maioria Católico. Temos que pensar que os feriados muitas vezes podem servir para passar mais um dia em familia. Existem mães que apenas tem 1 dia por semana para tar com os filhos, e os feriados só ajudar.

BJ**

Su disse...

Totalmente de acordo!

Precis Almana disse...

Apoiado! Ao contrário do que se pensa, há muita gente que quer trabalhar...

rosaamarela disse...

Aboutement d´accord !!!

rosaamarela disse...

... além disso na maior parte dos paises da Eurupa, JÁ HÀ MTS ANOS, epara melhor aproveitar o feriado, umas pessoas escolhem falta na 6ª f e outras na 2ª F.

Cátia Gomes disse...

Que giro. Eu que só gozo um feriado por ano, que é o 25 de Dezembro, e trabalho os outros todos, não me importava nada de ter mais algum. E afinal há tanta gente que não quer feriados. Estou admirada. O mundo anda mesmo ao contrário.

CM disse...

Para mim a tolerância de ponto dada pela vinda do Papa a Portugal, também me mete coçeira confesso! Apesar de ser católica, acho que a vinda do Papa é importante para nós católicos, para os outros espero que seja, parecido a vir a Portugal qualquer outro chefe de Estado.
Quanto aos outros feriados, também costumo dizer isso, mas a verdade é que até os agradeço, porque são para mim de facto festas católicas e que comemoro!
De qualquer forma e para explicar à Anita, o nº 60, não tem significado, o Pentecostes são 50dias após a Páscoa. E é a descida do Espírito Santo sobre os apóstulos, o que nos relembra que foram eles que pregaram a palavra de Jesus em todas as formas e linguas!
O corpo de Deus, este ano feriado a 03/06/2010, é a celebração da Eucarístia, de Cristo Eucarístico. A festa é movél, porque se comemora na 5ª-feira a seguir ao Domingo da Santissima Trindade, que é o Domingo que se segue ao Pentecostes.

Peço desculpa pela explicação longa, mas que pelo menos se saiba o porquê das coisas. E de facto a Igreja tem muitos dogmas, mas na maioria das coisas explica o porquê do porquê!!!

Maria de Lurdes disse...

Feriados políticos e históricos estou de acordo que existam, fazem parte da história de Portugal, quer festejemos quer não.

Feriados religiosos numa república laica é que já não faz muito sentido, independentemente de a maioria religiosa ser oficialmente a católica. Digo oficialmente porque se fôssemos mesmo a contar, a maioria dos portugueses seria não católica, mas sim agnóstica/ateísta/não praticante...

rosaamarela disse...

Estou de partida para a minha KDD anual 12 mulheres á solta 4 dias, aproveitamos todos os anos para comemorar o dia da mãe A NOSSA MANEIRA.

kss
vou tentar resistir á tentação e não vir ao blog até lá...

joana disse...

Então aqui no porto tolerância sexta de manhã, deve-se trabalhar muito sexta de tarde...

elisa disse...

pá, eu não ligo nenhuma aos feriados mas gosto de os ter. sabem bem. A mim parece me que 22 dias de férias por ano é pouca coisa. Os feriados vão ajudando a aguentar até às férias. mas isso sou eu que sou bem preguiçosa.

rititi disse...

Tirar o Corpo de Deus e manter o Natal... Porquê? Porque o povo tem a tradiçao de partilhar prendas? E nao me lixem: TODOS OS SANTOS?? Ahahahah!
Um Estado ou se assume como laico a cem por cento ou entao aprende a viver sem complexos com a sua tradiçao secular e católica que é implícita à sua história.
Agora, estar a brincar ao laicismo mas sem querer perder as regalias é que me parece absurdo.

hierra disse...

Eu por acaso acho mal a tolerância de ponto, precisamente porque não podemos ser mais produtivos, se tivermos sempre parados...n faz sentido! Realmente não faço ideia do que significam os feriados religiosos :)

Conde disse...

A Rititi tem toda a razão.
Este blogue está muito melhor...o que se passa?!

Conde disse...

Hum...já percebi, não são aceites comentarios anónimos, algumas dores de cabeça tinham sido evitadas se tivesse sido sempre assim.

rosaamarela disse...

Este blog é um lugar onde REALMENTE se podem discutir ideias.

PARABÉNS!!!!!!! Kitty

Jaqueline disse...

Onde é que eu assino?

Detesto feriados...

Nana disse...

Há aí tanta gente sem fazer nenhum e a ganhar tanto....
Venham mas é feriados com fartura!! E quando calham ao fim de semana??? Deviam passar para 6ªf ou 2ªf!!!

Ana Sofia Santos disse...

Tenho uma turma apenas a quinta, vou ficar com poucas aulas, se acrescentar a greve de quinta mal os vou ver. E eles são lentos

Tixa disse...

Pois na minha opinião, que vale pelo que é, o feriado dá mesmo muito jeito a muita gente e acreditem que digo isto porque trabalho aos feriados e ganho a dobrar,devia ser a triplicar, por isso para mim de pouco ou nada adianta darem dias de ponte ou feriados porque eu trabalho-os na mesma.
Agora, se tivesse filhos queria é que me dessem todos os dias livres que pudessem,porque ajudam a organizar a nossa vida, porque ás vezes é naquelas 8 horas em que não fomos trabalhar mais as tantas que passamos nos transportes,quer sejam publicos ou próprios,que conseguimos arrumar a casa e ainda ir passear com a familia, ou que conseguimos ir visitar aquela pessoa, ou que conseguimos até pintar aquela parede....

Didá disse...

Pois eu acho que todos os feriados são bem-vindos. A vida não é só trabalho e os feriados são os dias que nos permitem estar com a família e relaxar. Isso sim, é viver.

fatima disse...

Por favor, Kitty, não seja mais papista que o Papa. É por ter tolerância de ponto que não consegue terminar o seu trabalho? Como professora, trabalho muitíssimo em casa e será para trabalhar que usarei o dia 13 de Maio. Quanto aos outros feríados que quer abolir, recordo-lhe que lhe têm dado jeito para viajar (a si e a mim, também), não se incomodando em perder um dia com as pontes. Para muitas famílias, os feríados são tempo muito útil para passar com os seus e em alguns sectores da economia também há muitas vantagens. Confesso que não concordo com esta tolerância de ponto, mas vai saber-me muito bem, tal como os outros feríados.

MintJulep disse...

Os feriados estimulam a economia. A malta vai ás compras - é ver os centros comerciais cheios, apesar da crise - a malta vai á praia enfardar gelados e batatinha frita, a malta mete-se no carro para ir á praia e toca de pôr gasolina, a malta vai ao cinema com os filhos, a malta vai pra fora cá dentro...acho tacanhice abolir os feriados, a mim servem-me para descansar, visto que trabalho 7 dias por semana. Ando sempre a rezar por um de modo a poder ter descanso. As greves dos palhaços da função pública e transportes é que lixam o povo.

Raquel disse...

Concordo contigo em relação a tolerância de ponto, num país á beira da banca rota até soa a piada. Quanto aos feriados, eu não sou adepta de pontes e de aproveitar para marcar férias á toa só para não trabalhar. Até porque: gosto de trabalhar e não me dou sem fazer nada, muitos dias. Mas ás vezes sabe bem ter um feriado a meio da semana. Se bem que, concordo, a maioria das pessoas nem conhece o significado e querem é pretextos para ficar de papo para o ar. Depois claro: ai o desemprego, ai que a vida tá má, ai que o país não anda pra frente,... Típico.
Bjs

Vee disse...

As datas comemorativas, feriados, fazem parte da história e cultura de um povo.
Além disso podemos trabalhar à vontade todos os feriados que com a dependência energética do país que não é isso que nos vai valer. ;) Para mim é uma falsa questão, independentemente de achar bem ou mal a tolerância de ponto na ocasião da vinda do Papa.

Isilda disse...

Pois é...eu também não concordo com o feriado por causa do papa,mas pelo menos aproveita o dia de folga.
E olha que já começam a serem mais porque o nosso país é marcado pelas greves,manifestações e paralisações.

Soinita disse...

Eu não percebo a tolerância de ponto! Mesmo!

Pepper disse...

Se é para acabar com os feriados religiosos então o Natal e a Páscoa também se incluem certo?! Coerência!

A Pipoca Mais Azeda disse...

Dar tolerância de ponto porque vem cá o Papa é ridiculo SIM, por inumeras razões, desde religiosas a politicas... Num estado democrático onde cada um pode praticar a religião que quer, quem neste dia quiser comungar com o Santo Padre, deveria abdicar de um dia das suas férias... e nunca... tolerância de ponto.

Calíope disse...

Eu acho a tolerância de ponto absurda... Já agora, alguém se lembra se quando o outro Papa esteve em Portugal houve destas honras?! Sinceramente acho que não. De qualquer modo, julgo que as pessoas em geral sabem tanto de feriados religiosos como civis. Num 10 de Junho cheio de sol, parece-me mais provável encontrar mais gente em praias e esplanadas do que a ler Camões :)

Marta Inês disse...

Eu tenho exame marcado nesse dia, agora nao sei se há ou nao.
Odeio estas coisas

beijinhos*

João Casanova disse...

a sério? não sei de nada...mas não me parece má ideia. e não sou católico nem religioso sequer. mas um feriado é um feriado. e uma tolerância de ponto é uma tolerância de ponto.
;)

Bridget-Jones disse...

Sou funcionária pública e moro perto de Fátima e concordo perfeitamente contigo não faz sentido que o país que está na bancarrota e cada vez menos produtivo perca assim um dia de trabalho... ainda para mais todos os anos há 13 de Maio e nunca deram o dia de tolerancia para mais sendo um estado laico!

Nuno disse...

Eu não sou a favor desta tolerância de ponto, mas também não sou contra. Acho estranho que se esteja contra a tolerância de ponto por causa da produtividade, mas seja a favor das greves. Quando há greves não há quebras de produtividade? A mim tanto faz que haja ou não tolerância de ponto. Eu VOU TRABALHAR!!! :)

Beijitos,
Nuno.

Nuno disse...

Eu não sou a favor desta tolerância de ponto, mas também não sou contra. Acho estranho que se esteja contra a tolerância de ponto por causa da produtividade, mas seja a favor das greves. Quando há greves não há quebras de produtividade? A mim tanto faz que haja ou não tolerância de ponto. Eu VOU TRABALHAR!!! :)

Beijitos,
Nuno.

Onisa disse...

Eu também concordo que esta tolerância de ponto é ridícula. Até porque, só dá a entender que existem cidadãos de 1a (funcionários públicos) e cidadãos de 2a (os que trabalham no sector privado). A ser, teria que ser para todos. Isso sim, seria justo. Também concordo quando dizem que um estado dito laico não se deve "misturar" nas questões religiosas. Afinal de contas, quando cá veio o Dalai Lama não houve tolerância de ponto para ninguém. Quanto aos outro feriados anuais...eu acho muito bem que se mantenham. Já vi os do próximo ano todos...:D. A vida não é só trabalho. Mas quem quer trabalhar, até o faz nos feriados.

Bj