segunda-feira, 22 de março de 2010

Constatação do dia


Angelina Jolie fotografada por Michael Thompson

Tenho para mim que aquelas pessoas que passam a vida a dizer que os professores são isto e aquilo, que não fazem nenhum, que ganham bem e saem cedo, que estão sempre de férias, são aquelas pessoas que passam dias inteiros - desde que entram até que saem - no messenger, a criar blogues, a comentar, a twitar e a actualizar as páginas do Facebook. Nos intervalos desta intensa actividade, fingem que fazem qualquer coisita. Que rica vidinha. Olarilas. E depois ainda podem tirar férias quando querem.

29 comentários:

Me disse...

Aplaudo de pé! Bravo!

Bluebluesky disse...

É bem verdade o que dizes...e olha que eu não sou professora!
By the way, adoro a foto!

ML disse...

Ora nem mais!

Clap! Clap! Clap!

Catherine disse...

nem mais!

;) Catherine

Shadow disse...

Nem mais.

Jade disse...

Apoiadíssimo!
Ou a maltinha não tem mesmo noção, e mais vale estar calada, ou é mesmo para chatear e... mais vale estar calada.
Resultado: essa maltinha está bem é caladinha...

(e, já agora... fotografia de óptimo gosto)

Wings_Of_Angel disse...

E chegam a casa descansadinhos da vida, sem mais nada com que se preocupar, enquanto que os professores têm aulas para preparar, testes para corrigir, planear actividades, etc, etc....
E não passam os dias a ouvir miudos mal educados a gritar de um lado para o outro...
Mas pronto...A culpa principal é do ministério da educação que passa uma má imagem dos professores e depois quem é pobre de espirito apoia....Enfim, é o país que temos... :p

Kahkba disse...

Eu não passo a vida a falar dos MEUS professores, mas é porqe passo a semana toda na faculdade, com eles :D
Mas percebi do qe estavas a falar e não me encaixo nesse grupo, até porqe na minha família há imensos professores e sei qe vivem uma realidade diferente daqela qe imaginamos no secundário ou na escola, quando temos o papel de aluno.
E concordo a 100% contigo, qe qem mais critica os outros é qem menos faz na vida.
Mas tinha uma professora, no 12º, qe dizia qe tinha a melhor profissão do mundo, com imensas férias e praia. Ainda não entendi aoonde é qe ela ia buscar essa vidinha.. ;p

mal nascida disse...

Para não falar que estão sujeitos a regras ridículas que não lhes permitem virar-se para lado nenhum. Nem para o ministério, nem para os pais, nem para os alunos.

A mãe que capotou disse...

Não quero ser péssima lingua mas ... se um dia se fizerem estatisticas sobre este assunto acho que se chegaria à conclusão que a profissão que mais blogues tem é a dos professores ... isto é so uma impressão ...

Mas, e aqui tento salvar a situação, não quer dizer que pense mal dos professores ou bem da situação que vivem actualmente. Tenho para mim que é das profissões mais importantes que existem e que é mais mal tratada.

Espiral disse...

Bem, eu sei que o "tenho cá para mim" está errado.
Eu sei bem o que produzo tanto a nível de tempo (essa piada de vamos para casa e não temos que nos preocupar é uma rica piada), como a nível de capacidade intelectual (a anos luz de qualquer professor de secundário) como a nível de vários outros parâmetros que os professores nem sonham e que a grande maioria nem tem capacidade para tal (pelos conhecimentos obtidos academicamente).

E ganho menos. E tenho os dias de férias normais das pessoas comuns. E também não posso escolher férias assim tão facilmente.

E como eu há muitas outras pessoas que trabalham em empresas e similares igual.

Continuo a achar que os professores são bem pagos para aquilo que fazem e ainda têm regalias que outras profissões que mereciam mais não têm.

E sei o que digo. Um ex namorado meu era professor e tinha grande vida. Além disso tenho várias amigas professoras e todas elas tem vidas muito tranquilas e sem metade das responsabilidades que eu tenho.

Só é dificil se tiverem turmas problematicas em escolas complicadas... fora isso....

De resto respeito muito os professores, e sim, está a perder-se o respeito que os alunos deveriam ter por eles.

Mas de resto... não pensem que são uns coitadinhos porque estão muito longe disso.

Olga disse...

Ola.O comentário que vou fazer não está relacionado com o post mas queria perguntar-te onde arranjas as tuas imagens?...são muito giras.
bjs.

Loja dos Desejos disse...

Sabes querida, à pessoas que só estão bem com a vida dos outros...


Beijocas

Por Tentativa e Erro disse...

Acredito que assim o seja, mas que eu no secundário tive uma professora que vendia produtos da avon na escola: a alunas e professoras, tive. para além disso, para não ter que corrigir muitos testes, aqueles que tinham notas acima do 14 não tinham que fazer o segundo teste no período. e depois dizia que ganhava balúrdios e que pouco fazia... fofinha ela.

rosaamarela disse...

BOM DIA!!!
hah
hah
hah

kss

Simplesmente mulher disse...

claro , claro e até têm empregos das 8 da manhã ás 8 da noite, e nem sequer podem tirar férias porque têm responsabilidades....e sim, ganham bem, e não fazem puto...è função pública ao seu melhor...

Vee disse...

Eu não sou professora mas também gostava encontrar um emprego em que pudesse chegar a casa descansadinha sem mais com que me preocupar. Isso existe?
Qualquer profissão tem os seus prós e contras, com vantagens, vícios, defeitos. etc. Ainda não encontrei nenhuma profissão perfeita.
Pronto, pronto ser rica não conta.

lilispereira13 disse...

Ola Bom dia
Antes de mais parabéns pelo blog é a primeira vez que deixo um comentário, mas tenho vindo a acompanhar a algum tempo...

Eu não vou aplaudir de pé este post... não tenho nada contra professores, médicos, enfermeiros nem pensar, são profissões muito importantes e tenho amigos e familiares a exercer estas profissões... mas na minha opinião acho um exagero a quantidade de graves que têm vindo a acontecer... parece que não têm noção de quanto mal está o país... só profissões do “estado” se dão ao luxo de fazer greves porque sabem que ao outro dia não vão encontrar no seu posto de trabalho outra pessoa... agora pensem comigo qual é o ordenado em média de um professor??!! Pois... eu tenho 23 anos sou trabalhadora-estudante, trabalho em comercio para pagar os meus estudos... vivo sozinha e ganho o ordenado mínimo 475€ mas o que é isto 475€ (basta eu levantar 10x 50€) e puff lá se foi um mês de trabalho ... trabalho 40h semanais... e muitas vezes levo trabalho para casa ... em todas as profissões levamos trabalho para casa (acho)... ah e tenho o meu patrão sempre por perto... como eu a maior parte da população deste país, e a maior parte famílias com filhos, não sei como têm comida, 475€ não chegam para nada, chega a ser ridículo... ah e não tenho dia certo para receber!!!! ,) isto sim é razão para fazer grave ,) mas pedir, e fazer grave em cima de grave para aumentar o salário mínimo ninguém se lembra...
Tenho um professor na faculdade que trabalha 16H semanais, o seu ordenado é 2000€, as aulas que esse senhor dá estão preparadas á uns anos... não responde aos alunos no correio electrónico ou seja 16H e casaaa... e a maior parte dos professores são assim, é uma verdade... É UM BOM EMPREGO ,)

CarlaB disse...

Falando da minha experiencia nessa area, a minha casa anterior estava integrada num condominio privado com 6 vivendas, logo eramos 6 familas. Destas 6 familias 3 tinham professores, e o que posso dizer-te, é que quando tinha dias de ferias e que ficava em casa é que notei a boa vida que tinham. Chegavam cedo a casa, tinham tempo com os filhos e no verão passavam a tarde na piscina...isso num dia normal de trabalho. Algo que nunca consegui fazer.
E tambem levo trabalho para a casa ou entao tenho que sair mais tarde. Mas acredito que existe o inverso, aqueles que estao deslocados de casa, com horarios curtos logo com vencimento baixo, ou que tem más turma. Mas comparado com a nivel medio do comum portugues, acredito que ganhem mais.
Desculpa mas é a minha opinião com base no que já assisti.

Inês disse...

Só me apetece bater nessas pessoas... a minha mãe é professora e vejo o que ela passa..

Cantinho da Pipoka disse...

A verdade é que muita pouca gente sabe o que passa um professor, desde mal-tratado pelo estado que volta e meia vem com uma ideia que pensa que vai melhorar a educação aos pais dos filhotes que pensam que basta deixar ali os meninos e eles já saiem educados. Não sou professora, mas tenho consciência que um professor hoje em dia sofre imenso e com todas estas coisas aos ombros ainda consegue dar aulas a 30 alunos se não menos. As pessoas deviam começar a tomar consciência que os professores são pessoas que talvez até trabalham muito mais que outras pessoas e que não, não é só entrar dentro da sala e dar aula é muito mais que isso. Por isso não vamos começar a pensar que a culpa é sempre do professor e que tem a sua vida muito facilitada como muitas vezes oiço por ai.

P.s. penso que devo ultrupassado um bocado, mas ás vezes revolta-me os media e as pessoas que pensam tal coisa de um professor. Bj**

Tixa disse...

Concordo!!! e é triste estar sempre a ouvir isso! porque só vêm o horário escolar... mas há muito mais trabalho para além disso (e que carraga de trabalho), e tudo isto nos ombros de alguem que 5 dias por semana tem que ter boa cara para mostrar aos seus alunos... tem que estar minimamente descansada para poder atender a todas as necessidades diárias que exige ter uma turma (ou várias)... essas pessoas sabem lá do que falam ! e não estou a dizer que a nossa profissão é a pior que por ai há e a que exige mais sacrificios... mas também não é o mar de rosas que pintam... ou pelo menos tem muitos, mas muitos espinhos!

ah... e há muitos trabalho que não levam trabalho de casa e há outros que podem adiar esse mesmo trabalho... nós não, porque não podemos dar aulas sem as preparar, digo eu!!!


beijocas

me, myself and I disse...

Olá!
Para quem já teve a oportunidade de estar dos dois lados da barricada, se bem que no ensino superior, que é substancialmente diferente, uma certeza fica...
Não há VIDA como a de professor! E ponto final.

(por muito que custe a muito boa gente...)

Aline disse...

Concordo plenamente. Deviam passar 5 horas por dia com uma turma do 1º Ciclo, para ver o que era bom para a tosse!

Purple Petunias disse...

Concordo a 100% com o comentário da lilispereira13.
Também eu sou trabalhadora-estudante. No meu trabalho temos prazos para cumprir e se o trabalho não estiver pronto dentros nos prazos estabelecidos, tenho que fazer horas extras. Horas essas que não me são pagas. Além disso faço todos os dias 40 km para ir trabalhar. E recebo apenas o salário mimimo.
Acho que todas as profissões tem as suas exigências. E os professores por serem funcionários públicos tem as suas regalias. São recompensados pelo seu trabalho, ao contrário de pessoas como eu que não veem um aumento há anos.

Pisquilinha disse...

Correndo o risco de haver um linchamento neste blog, não posso deixar de me manifestar.

Eu bem percebo que a vida dos professores não está fácil.

E digo está porque, quando andava no ciclo (e não foi assim há tantos anos) os meus professores eram a companhia dos meus avós nos lanches na pastelaria - não porque saíssem da escola para ir comer qualquer coisa, mas porque o dia de trabalho estava terminado.
Eu não questiono que tivessem testes para corrigir, mas sinceramente, eu não conheço muitas profissões cujos horários tenham este benefício.

Também sei que só podem tirar férias nas alturas de férias escolares (como os funcionários judiciais ou magistrados), mas a verdade é que com excepção de dois ou três dias reservados para reuniões, gozam essas férias na íntegra (ao contrário dos anteriores), ou seja, muito acima dos 22 dias úteis que goza a maioria dos trabalhadores portugueses.

Também tenho perfeita consciência que aturar criancinhas pré-adolescentes, ou adolescentes ou whatever deve ser de mandar um tiro na cabeça, mas isso é uma opção feita quando escolhem a carreira.

Todas as profissões têm vantagens e desvantagens, disso não tenho quaisquer dúvidas, mas a verdade é que, na minha opinião (que, atenção, não passa disso mesmo) os professores só há bem pouco tempo começaram a ter desvantagens.

lilispereira13 disse...

Olá ,)
Só mais uma coisinha, sim porque este assunto "tem pano pa mangas" ,D...

Eu sei e tenho consciência de como deve ser dificil controlar miudos... Mas nós escolhemos a nossa profissão… já sabemos para o que vamos!!! ou não!! era optimo chegar á aula dar a matéria traquilo, isso é que era bom ,) mas infelizmente em todo mundo existem crianças mal educadas e pais mal formados ... é a vida... Portugal nao deve ser dos piores paises!! Tal como na medicina não é facil ter paciencia por exemplo para as pessoas de idade é complicado... mas é a profissão que escolhemos... temos que gostar (acho)… trabalho numa loja de telemoveis e tambem já trabalhei num balcão de informação… não imaginam como já fui tratada !!! existem pessoas mtmtmt más e sem qualquer respeito pelo o que fazemos… Em todas a profissões não só dos professores……
bem ... bjnhos´fiquem bem

' Claudjinha disse...

sempre detestei as pessoas que so sabem falar mal dos professores. então "nós", alunos, caimos sempre no erro de os acusar de nos darem demasiado trabalho, quando eles se calhar têm o triplo ou mais do que nos. enfim...

ordep disse...

Eu sou professor mas conheço os dois lados da barricada, pois durante bastantes anos trabalhei na indústria, em duas multinacionais. Da minha experiência posso dizer que tinha muito mais situações de stress do que agora, mas por outro lado não tinha que aturar tanta falta de educação, que é o pão nosso de cada dia na escola onde lecciono (3º ciclo do ensino básico, numa escola TEIP). Resumindo ,se pudesse voltava para a indústria, sem pestanejar.
Cumprimentos
Pedro