quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O Amor é um Lugar Estranho - Pelos Leitores # 9


Ellen Pompeo e Patrick Dempsey em "Anatomia de Grey"

Da autoria da Cristina David.

"Partilho a mais estranha história de amor que já vivi…a começar pelo local onde começou: à porta do estádio José de Alvalade.

Eu e o H. éramos voluntários nesse projecto que foi o Euro 2004 e nesse dia, por recaírem sobre nós responsabilidades maiores do que as dos restantes dias, foi marcada uma reunião com responsáveis de todas as áreas envolvidas. Devo confessar que de início não lhe prestei grande atenção (até o apelidei mentalmente de “pintas”) mas com o decorrer do projecto fomos conversando, a provocação era mútua até que surge um convite para almoçar. Foi nesse dia que trocámos o nosso primeiro beijo (ele muito mais nervoso do que eu… nem sei porquê… sou uma moça simples) e um mês depois começámos oficialmente a namorar (oficialmente porque desde o dia do primeiro beijo que fazíamos vida de namorados).

Nove meses depois fomos morar juntos e cá estamos felizes até agora.

Depois de uma relação enorme (5 anos) e falhadíssima aos mais variados níveis confesso que não esperava de todo encontrar alguém de repente, nem que tudo começasse assim, tão casualmente…tão na boa.

O amor é mesmo um lugar estranho porque só estamos felizes se a pessoa que amamos estiver feliz e se sentirmos que nos completa a 101% , que sente o mesmo que nós, que gosta de nós mesmo quando o nosso humor anda pelas ruas da amargura. E que nos telefona para saber se chegámos bem a casa, por muito curta que tenha sido a viagem (e foi com estes pequenos gestos que me conquistou).

Neste momento temos um filhote com um ano e uns dias, não somos casados nem pensamos nisso. Gostamos apenas de estar juntos com a certeza que nos amamos muito e que nunca vamos encontrar que nos complete mais e melhor.

Vendo bem as coisas a minha história não é assim tão estranha.. o amor só é um lugar estranho quando não temos a companhia certa."

12 comentários:

salgados disse...

Bem!
ou
Bom!
ou
Bem Bom!

Tou fã do seu blogue. Oitenta e três croquetes óne láine... xiça.

comcretulaxianes

;)

costela de adão disse...

Gostei muito da última frase. A lembrar um provérbio ou ditado popular. Parabéns à autora pelo texto.

Miss. Chocolate com Pimenta disse...

Gostei muito.
E parece escrita por mim, embora a relação anterior tenha sido mais longa e a actual mais recente.

Parabéns às personagens principais da bonita história de amor.

Beijinhos à autora do blog.

Foxy Ni** disse...

Creio que nos ultimos tempos nunca uma frase fez tão sentido como " o amor só é um lugar estranho quando não temos a companhia certa."

é sempre bom voltar aqui para te ler a Ti Kitty Fane, e aos demais sobre o amor é um lugar estranho.

beijinho
Ni*

Anônimo disse...

A ultima frase resume tudo. Muito boa.

Claudia

Brandie disse...

Adorei o texto e a mensagem de que há sempre alguém que anda por aí que é ideal para nós.

Jibóia Cega disse...

Bonita, esta história...

Lady R disse...

bom,eu achei seu blog pq tava lendo outra coisa de Agar Agar e dai achei estranho vc falar em Anatomia de Grey...sei la,nunca vi isso traduzido; é como traduzir Lost. Fica estranho...enfim,meu namorado marcou nosso primeiro encontro,advinhe onde??? numa padaria,hahahah!!

Guerreira disse...

Uma história bonita sem duvida, mas a ultima frase diz tudo e a mim é o que me falta a pessoa certa...!

Marisa disse...

Que história linda :)

Helena Barreta disse...

Adoro estas histórias de amor, tão verdadeiras e tão simples.

E o blogue? cada post mais bonito que o outro. Não passo sem vir aqui diariamente.

Um beijinho

Helena

costela de adão disse...

Já comentei este post mas era só para dizer que gostei tanto da última frase, que resume tudo, que precisei fazer um post sobre ela, com as devidas menções à autora do texto e à autora do blog.
É tão bonita que precisei partilhar.