sábado, 27 de fevereiro de 2010

Demasiado belo



De vez em quando, muito de vez em quando, assim quando o rei faz anos, ou nem isso, aparece um filme que nos toca a alma como mais nenhum o consegue fazer. Que nos emociona. Que nos delicia com todos aqueles grandes planos maravilhosos. Que nos comove com aquela banda sonora fantástica. Que nos maravilha com todos aqueles fantásticos desempenhos (até aquele modelo espanhol lindo, sem qualquer experiência no cinema, nos convence). Que nos marca com a sua história. Um filme absolutamente arrebatador e belo. Demasiado belo.

15 comentários:

César disse...

Ainda não vi,mas espero que seja tão bom ou melhor que "Sweet November".Este foi um dos filmes que me marcou pela positiva.Uma bela história de vida e de Amor.
Bom sábado a todas e todos.

Angie disse...

Nem sabia que o Tom Ford agora era realizar. Mas pelo que contas há que ver, há que ver!

Bags&Books disse...

Com essa descrição, ainda fiquei com mais vontade de o ver!!

Um bem haja para este blog e para ti, Kitty!

beijinhos
bom fim-de-semana

prada disse...

Adorei, vi-o na semana passada e acho que nasceu um grande realizador.
Há muito que não via um filme tão sublime!

Marta disse...

Eu também amei. É daqueles filmes cuja mensagem toca bem lá no fundo!

s. disse...

acabei de o ver. é absolutamente sublime. de uma elegância absoluta... sente-se a presença do tom ford em todos os detalhes.

e o rapaz espanhol... bem, o rapaz espanhol...

joana disse...

Não é uma obra prima mas é bom, dá que pensar...Viver cada dia e não ficar preso ao passado.

Dany & Ju disse...

adorei seu blog, seus posts!

da uma olhada no meu blog tb, to começando rsrsr
http://ritmosentimental.blogspot.com/

Bellona disse...

Não assistir o filme. Devido a sua descrição do filme, sinto que devo assistí-lo imediatamente.

Valéria Gomes disse...

Esse "demasiado belo" deixou-me enlouquecida de curiosidade. O verei o mais rápido possível, totalmente confiante no teu bom gosto.

B-jão!!!

... disse...

Concordo em absoluto contigo, Kitty. Muito antes de o filme estrear em Portugal eu já sabia que tinha de o ver, e mal saiu foi ver-me a correr para a sala de cinema mais próxima.

O filme é de uma delicadeza sublime. Em cada detalhe, em cada respiração, em cada plano.

Lindo, lindo, lindo.

Marta

Andreia disse...

Concordo a 100%...é um filme profundamente poético, com uma história linda e excelentes desempenhos/banda sonora/planos e dimensão estética. A rever!
"We're invisible..."

Jo disse...

belíssimo. mesmo.

Sara L. disse...

100% de acordo!

S. disse...

Quero tanto ir veeeeerrrr