terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Kitty Fane - 0 Monte Everest - 1

Não tentem travar uma batalha matinal com o Monte Everest em forma de borbulha que vos apareceu no nariz há alguns dias, é que correm sérios riscos de serem derrotados. Como foi o meu caso. Quando me vi ao espelho logo pela manhã e vi aquela coisa monstruosa e nojenta que nunca mais desaparece na minha cara, aproveitei o facto de já ter um cumezinho amarelo para começar a atacar (rebentar, espremer, como quiserem chamar). Pois, o problema é que não só não rebentou como ficou muito maior e, como se não bastasse, toda a zona do Nepal e do Tibete ficaram com uma cor vermelho-sangue. E agora já não há santa "Erase Paste" que resista. Quase que arriscaria dizer que este Monte Everest, tal como o real, é visível do espaço.

13 comentários:

Jaime Piedade Valente disse...

Não se esqueça que a verdadeira beleza é interior e que o corajoso Dr. Fane gosta de si de modo profundo e incondicional.

Luna disse...

Mas aposto que tens uma cor linda nas bochechas para compensar!

Anônimo disse...

Eu também sofro do mesmo mal, mas geralmente é no queixo. Há cerca de meio ano descobri uma solução quase milagrosa: Clean & Clear SOS anti-borbulhas. Tens é de colocar religiosamente logo que sintas a borbulha a nascer e nunca nunca tentar espremer, ao fim de dois ou três dias a borbulha seca. Também podes colocar maquilhagem por cima depois de secar uns minutos. Não, não ganho comissão! :))
Aqui fica o link: http://tinyurl.com/yhhec3y

ladybird disse...

Como eu compreendo! Mas nesses casos espremer nunca é boa ideia! Eu que o diga, é que eu sou das que não pode ver uma dessas desgraçadas nojentas que não vá logo com as unhas tentar dar cabo delas. E o resultado é, em geral, pior! É esperar que passe e dar-lhe bem com a erase paste! Eu também sou fã... pa disfarçar olheiras e borbulhas! ;)

Anônimo disse...

Se aplicares Halibut na borbulha, passa. Basta ao deitar, pores um pintinha de halibut sobre a borbulha....que, no dia seguinte, o monte Everest torna-se numa bela planície alentejana ;)

Anônimo disse...

lol às vezes o melhor é não mexer nessas coisas. Disfarçar só e pronto :)

Teresa disse...

E é justamente aí (e em mais coisas, vá lá) que reside a diferença entre realidade e ficção.
Essa tremenda chatice vai levar dias a desaparecer. A monstra e horrenda borbulha que apareceu à Carrie do SATC, numa viagem de comboio NY-San Francisco, desapareceu como por artes mágicas a tempo de ela fazer a apresentação do seu livro em SF. :))))

Nuno disse...

esse será talvez um dos motivos para que se possa fazer uma cirurgia plástica, a acrescentar à lista do post anterior. =D

Beijitos,
Nuno.

Nox Lilin disse...

Já tentou picar a borbulha com uma agulha?
Não dói nada porque aquela parte amarela não tem sensibilidade e este método evita que fiquem maiores e com vermelhidões que é o que as espremidelas com os dedos fazem.
E depois dê uma leve ajuda com os dedos para o pus sair e ponha logo um pouco de oléo em cima da área.
Espero ter ajudado.

Anônimo disse...

Tapando-a só faz com que leve mais tempo a sarar. À noite ponha betadine. Seca num instante.

Isso é só uma borbulha; não cai o Carmo e a Trindade só por isso.

Anônimo disse...

Sôdona Kitty, hoje ia ali a passar de carro ao pé do Hospital de Santa Maria quando me pareceu que a senhorita passou por ali. Vi uma moça alta, magra, de casaco branco e saia preta, mala pela mão e um cabelo igual ao teu, assim brilhante brilhante brilhante como muito poucos se vêem! Eras tu? :)

Beijinhos!
Cátia Afonso

Anônimo disse...

Betadine na borbulha? No dia a seguir seria bonito...Disfarçar o Monte Evereste e o Lago em redor :D

Paula disse...

Credo!!! Que exagero!!!

:P