terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Sim, é mesmo isso

Uma anónima (afinal, os anónimos também escrevem comentários muito interessantes) escreveu no post anterior:

Eu penso (e sou prova viva disso) que as relações à distância funcionam. Mas com algumas condições/restrições. Uma delas (e a principal) é a distância ter os dias contados.

Sim, faltou dizer-me isso. No post anterior estava a referir-me a relações que sempre foram à distância. E não àquelas que tiveram "interregnos" de um ou dois anos.

9 comentários:

Anônimo disse...

Se a distância tiver os dias contados é possível. Se as vossas vidas estiveram programadas para continuar a ir por caminhos muito distantes então não!

Anônimo disse...

Assim já concordo. Até porque eu sou um exemplo tb :)

T

Vera disse...

Ah!! Assim já concordo!

Carrie disse...

Escrevi um post sobre isos no meu blog há uns tempos.. se não houver um plano comum de futuro a realção não tem pernas para andar... trust me, been there.

Kiss kiss

_+*A Elite in Paris and New York*+_ disse...

O que é o meu caso.

A Elite

Driks disse...

o meu é a distancia e tem suas vantagens, o problema é quando boatos poem a prova o sentimento.

Fuschia disse...

Com poucas palavras conseguiu exprimir o que normalmente demoro tanto tempo a explicar. É mesmo isso. Mas se formos a ver, qualquer relação caminha para a construção de algo em comum. E à distância, há sempre qualquer coisa que fica em suspenso, que nunca se concretiza.

Anônimo disse...

Concocordo contom os dois posts.

Nem amores há distancia, nem amores por internet, nem amores por chats ou ecrans.Vive-se com, para em contacto físico com as pessoas.

Mais uma coisa: Se se conhecer a pessoa pessoalmente e viver intensamente uma experiencia que passe para amor durante alguns anos...aí, quem sabe o futuro..mas se se conhecer as pessoas virtualmente, é para esquecer!

LCB

Anônimo disse...

Os meus pais vão fazer 30 anos de casados e derivado ás suas profissoões sempre estiveram longas temporadas um sem o outro... eu para lá caminho tb pelas mm circunstancia mas ainda só vamos nos 5 ano... são formas de estar! não ha mta diferença de um casal que só se vê ao final de um dia de trabalho e partinha uns minutos de converça entre si ou mm com os filhos remetendo tudo o resto para os fds pois nunca ha tempo para mais...se é que ouve um dia!