domingo, 27 de dezembro de 2009

Febre de domingo à noite


Closet da Carrie Bradshaw em "Sex and the City"

Por alturas da minha última cirurgia, a minha mãe, como sempre que eu estou doente, abancou aqui em casa durante uns dias para cuidar de mim. O que é sempre uma maravilha. O único senão é que a mãe - como não consegue estar parada, e aproveitando-se da minha fragilidade física - decidiu ir desbravar terreno para o meu quarto de vestir/quarto de hóspedes. O que não é de todo aconselhável, uma vez que a roupa, os sapatos e as carteiras, já são mais do que muitos e já não cabem dentro dos roupeiros. E, conhecendo a minha mãe como conheço, sabia à partida que ela ia começar a pôr coisas a um canto para pôr no lixo ou para dar. E assim foi.

Felizmente não chegou à roupa e às carteiras, começou e acabou nos sapatos. Ai estes estão velhos e são desconfortáveis, pimba para o lixo. Ai que sapatos são estes, e pimba para o lixo. Claro que eu, cheia de ligaduras e quase sem poder falar, ainda ia mandando umas ordens gestualmente, mas ela não me ligava, parece que estava possuída. Inacreditavelmente, só atirou mesmo aqueles que eu já devia ter deitado fora e nunca tive coragem. Se bem que ainda hoje choro uns sapatinhos verdes que desapareceram.

Isto tudo para dizer que eu hoje também estou possuída, e vá de entrar de catana em riste na dita divisão da casa e vá de começar a pôr sapatos e botas em sacos. Quase chorei, como sempre, ao desfazer-me de alguns, as recordações são mais do que muitas, mas teve mesmo de ser.
Neste momento, o hall de entrada está cheio de sacos para levar e o quartinho respira de alívio por ter mais um espacinho livre. Os domingos à noite fazem milagres, transformo-me numa verdadeira fada do lar.

11 comentários:

Angel disse...

Eu não sou nada de acumular. De vez em quando faço cada remodelação...
E tens muita sorte, a minha mãe nunca aparece cá em casa para fazer uma limpeza dessas!

Style&Stuff disse...

Eu fiz isso há uns mesinhos, mas já estou a precisar de repetir a proeza! Tenho alguns pares de calças que não pego há coisa de 2 anos e que estão a precisar de ser recambiados para novos donos... mas custa tanto uma pessoa desfazer-se!

Kiss*

Miss Kin disse...

Fiz isso há uns tempos com calças que já não me serviam... Big mistake! Agora não tenho calças para vestir porque emagreci outra vez...

Rita Moura disse...

Ao domingo à noite, a única coisa que consigo fazer é não mexer uma palha! ; ) ***

SaboneteDeGlicerina disse...

Há tempos também andei a fazer isso e consegui juntar dois sacos enormes repletos de roupa e sapatos/sapatilhas. O pior é que os sacos continuam encostados a uma parede do meu quarto à espera de serem levados para o lixo (o dos sapatos) e para uma instituição de solidariedade (a roupa que consegui aproveitar). Tenho que colocar na minha listinha de coisas a fazer no início do novo ano... :)

Beijinhos
SaboneteDeGlicerina

Anônimo disse...

E já agora, onde costumam entregar a roupa que é para dar? É que estive este fim de semana a rever a roupa dos meus 18 a 25 anos (+/-)e tenho lá uns 3 sacos que precisam de mudar de dono!

hierra disse...

Curiosamente tb estou numa fase de arrumações...é k acumula-se mta coisa que n se precisa :)

Anônimo disse...

Eu tenho roupa para dar...Onde é que se deve colocar?

Anônimo disse...

E não é que o meu sábado á tarde foi igualzinho?.. Entrou em mim um espirito de arrumação incrivel..
lool
: )
by: juh

Jojozinha disse...

lOooL
eu sou a tua mãe! LoL
é completamente ao contrário! Claro que não ia gostar se a minha mãe se lembrasse de achar que uma coisa está gasta e deitar fora!
Mas normalmente essas limpezas sou eu que faço, contra a vontade de toda a gente cá em casa!

Uma vez por ano eu inspecciono o que uso o que nao uso, o que esta bom ou o que já vai para a reforma, e também fico com o hall de entrada cheio de sacos!

Pensa numa coisa... quanto mais coisas tens, mais pó te aparece e mais demoras a limpar a casa.

Quanto mais coisas tens, mais demoras para escolheres o que vestir ou calçar.

***

Kitty Fane disse...

Eu costumo pôr esta roupa num daqueles contentores para roupa que há, por exemplo, em algumas bombas de gasolina.