quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Apaixonados de fresco = chatos


Sarah Jessica Parker

- Ai ele é lindo!

- Ai nunca me aconteceu nada assim antes (as trezentas vezes anteriores não contam).

- Ai amanhã vou pela primeira vez dormir à casa dele.

- Ai olha lá nós nesta foto tão bonitos de mãos dadas.

- Ai adoro-o.

- Ai ele é o que sempre procurei.

- Ai não o consigo largar.

- Ai estou tão apaixonada.

- Ai ele é lindo. Já te disse?

- Ai conheço-o há uma semana, mas é como se o tivesse conhecido a vida inteira.
...

As pessoas apaixonadas de fresco são tão chatinhas, benzás Deus. Eu também sou assim quando estou nesse estado? Amigos que lêem o meu blogue, digam-me, por favor. É que se sou, vou já ali cortar os pulsos sem hesitar.

Tudo bem que a pessoa fica assim a modos que eléctrica e só pensa naquilo e tal. Mas não conseguir falar de outra coisa, parece-me exagerado. Irra, que canseira. Não se aguenta.

22 comentários:

Signora S. disse...

Eu prefiro ficar contente e rir me com a felicidade óbvia dos recem apaixonados! Acho que é lindo, lindo!! MUUUIIITOOOO PIIIEEGAAASSSS, mas cheio de piada! Ri-te da situação, do amor ainda simples, e tambem um bocadinho da figurinha de totó que se faz! mas RI!! é bem melhos que ficar irritada ;)

Rosa Cueca disse...

Eu achava que não ficava assim.
Mas tenho em crer que sucumbi a essa doença nos últimos tempos.
Estou na esperança de encontrar cura.

GATA disse...

DAAA... é só leres os teus próprios posts!!! Até tenho que calçar umas Hunter ou escorrego na baba...

ergela disse...

Não me parece, apenas estas com um "pé atrás" o que é natural, mal fosse que te atirasses de cabeça, se calhar magoavas-te, não sei? Digo eu!

Beijocas natalícias.

Last Angel disse...

É normal ficarmos assim um bocadito pró lamechas e tal, mas daí a não se falar noutra coisa, brrrr, é demais...

Nina disse...

lollol ... acho que por vezes somos arrebatados todos por grandes paixoes e isso acaba nos deixando meio patetas. Daqui a umas semanas passa-lhes (talvez).


Adorei o blog, leve ...!

ADEK disse...

Às vezes são bem mais chatas as pessoas que não param de perguntar porque temos um sorriso estampado na cara mesmo que nos estejam a falar do atropelamento da bezerra (ou algo mais dramático que isso, pronto). Cuscos...

Andorinha disse...

:)))))
Como eu concordo contigo! E esta semana que tive cá a visita duma (cheira-me q ex amiga depois dum dos meus últimos posts dedicados à excelência) miúda que nos últimos 5 anos já lhe conheci 4 homens da vida dela? Um dia o meu Mano que não tem papas na língua (sim, é de família) gozou com ela numa mesa de 10 pessoas e juro-te que foi de ir às lágrimas e senti-me "vingada" pelas resmas de paciência que tive a aturar comentários desse género. Substitui o Ai ele é lindo por um Ai tão fofo, não achas romântico?
(vou ali vomitar e já volto!)

... disse...

Partilho do teu estado de espírito... aturar apaixonados de fresco é obra! :P

Jinhos!

Marta

Santo&Pecador disse...

Pois eu acho que somos todos assim, quando temos uma nova paixão, ou como descreve, quando estamos apaixonados de fresco. Não nos apercebemos que estamos sempre a falar e a pensar no mesmo, por vezes até temos atitudes que nos fazem parecer uma criança. Mas também tenho a certeza que ao depararmo-nos com um "apaixonado de fresco" o achamos chato, lamechas, etc...
Enfim, todos passamos por ambos os momentos. Temos é que compreender que essa pessoa neste momento está a atravessar um momento felicíssimo, logo fazemos um “esforço” e não vamos estragar-lhe esse momento de satisfação.
Um dia, (quem sabe!?) invertem-se os papéis.

Felicidades!
Santo&Pecador

GuessWho disse...

claro que se aguenta! E quando se tem filhos, não é a mesma coisa? Só se fala do baby, que muda a fralda, que arrotou, que é tão lindo a dormir, blá, blá! E quando temos um carro novo? Não falamos também até à exaustão de como é fantástico, e faz isto e aquilo e blá, blá? Não queria comparar umas coisas com outras mas prontos...Ainda bem que temos emoção, ainda bem que gostamos de partilhar ( mesmo correndo o risco de sermos chatas, chatas!) ainda bem que sentimos :)
GU

One Guy Alone disse...

Humm... não ficas bonita quando resmungas. Aliás, creio que ninguém fica.

Curte mais a "cena"...

:)

Raquel disse...

Não sei se és assim, mas... eu acho que somos todas... :)
Mas sim concordo contigo, tornamo-nos chatas sempre a falar do mesmo... :)

Bjs

Paulo Nunes disse...

Acho que és!! vá lá..corta lá os pulsos :P
No inicio somos quase todos assim.. uns mais e outros menos!
nao te preocupes :)

Anônimo disse...

Acredita, não se aturam mesmo!!
(mas acho que nós também somos assim no auge da paixonite, hehe)

Claudia

Driks disse...

Eu apaixonada fico boba,totalmente besta -)

Anônimo disse...

e o sismo?? aqui em España tremeu tudinho...

Angie

eu disse...

LOl
Pois é, é mesmo assim!!!
É uma fase bastante engraçada! ;)

morningstar disse...

aaaaai a mim também me irrita. confesso.

que só falem do gajo. que só falem dos filhos. que só falem da colega chata do emprego e da chefe que não lhes dá valor.

que lhes dê uma amnésia e "nãããão, eu sempre defendi que ", quando há dois dias atrás "não há nada melhor que ". seja no amor ou noutra coisa qualquer.

basicamente, não gosto de humores voláteis nem de assuntos repetidos. percebo bem à primeira!

Ana Rita disse...

Sim, nem sei o que é pior: se aturar bêbados estando sóbria ou aturar apaixonados qd não o estamos. Não há pachorra!
E aturar grávidas, a falar de partos e episiotomias?!

Hajam blogs como este para descobrirmos que não somos as únicas a apanhar grandes secas, nem somos piores pessoas por isso.

Beijo
RitaF

Anônimo disse...

estou assim!!!

Anônimo disse...

Não é por nada, mas palpita-me que todos nós somos assim...uns mais e outros menos...mas, no fundo, nenhum nós fica indiferente a esse sentimento fortíssimo que nos tolhe a razão... a que pomposamente chamamos paixão, mas que, mais correctamente, se deveria definir como estado de loucura sentimental, completa demência, mesmo!!! Lol
R