terça-feira, 17 de novembro de 2009

Os eternos descontentes


Eva Longoria

Há pessoas que, tal como na vida, quando viajam só conseguem ver o lado mau de cada cidade, de cada país. Em Amesterdão só reparam na água suja dos canais. Em Nova Iorque só reparam na confusão que é andar de metro e na fast food (quando há restaurante maravilhosos). Nas ilhas gregas só reparam no calor insuportável. Em Roma só reparam no lixo das ruas. Países árabes? Nem pensar. É só gente doida.

Eu, como amo viajar, fico sempre mais impressionada com as coisas boas de cada sítio, e são essas que guardo na memória. É que, afinal de contas, coisas menos boas há em todo o lado, mas não é tudo assim? E isto incomoda-me. Incomoda-me porque além de não suportar pessoas que só vêem o lado negativo das coisas e da vida, incomodam-me porque mal ouvem uma pessoa dizer : - Ah e tal estou a pensar ir para ali. - começam logo com a conversa do costume - Ai, que horror, eu estive lá o ano passado e não gostei mesmo nada. Vais mesmo para lá? Não vás. Que horror.

É por isso que a maior parte das vezes só digo o destino depois de voltar. Não há paciência.

32 comentários:

Anônimo disse...

Acho que a tua atitude é a mais acertada, sem dúvida!

Claudia

Carrie disse...

Acho ainda mais triste são aquelas pessoas que viajam e depois vêm dizer mal de Portugal... ah pq lá é assim e aqui n sei quê...
Sou uma pessoa bastante viajada e sei ver as coisas boas que o nosso país tem em relação aos outros. Claro que também sei ver as más mas não viajo para fazer comparações.
Não sei para que viajam essas pessoas de que falas... se n obtêm nada de bom para q viajam?

Kiss kiss

Me disse...

Ainda à hora de almoço aplicava essa minha opinião quanto ao Sr. Medina... que tem muita razão, mas que discursos pessimistas, deprimentes e desanimadores a nada levam!

Haja gente optimista, bem disposta e que gosta de ver e enfatizar o que há de bom na vida!

Cate disse...

Como te compreendo. Também odeio que façam isso.

Pinkk Candy disse...

Há pessoas que só vêem o lado negativo das coisas, isso também me aborrece! Algumas há, que parece que andam à procura dos 'defeitos' disto e daquilo.

Deve ser muito chato ser-se assim!

JoanaCampos disse...

A Eva Longoria esta linda :O

_ba_ disse...

É isso e antes de lá chegarem nos perguntarem se existe algum Macdonald's ou semelhante bah
Faz parte da experiência de ir a um País estrangeiro provar a sua comida portanto faz-me uma certa confusão nem sequer terem experimentado e já dizerem horrores ...e eu até sou muito esquisitinha com a comida mas enfim ...podiam poupar-se, dar-me os eurinhos e ia eu em vez deles lol

Marta Albuquerque disse...

Se se vai para o calor na passagem de ano é porque a passagem de ano deve ser no frio e na neve. Se se vai para o frio e para a neve é porque "ai que horror, eu quero é calor". Mas quente ou frio ou recuerdo não é esquecido e todos pedem.

Gaja com G maiúsculo disse...

Não posso falar de um modo geral, mas na minha opinião ou temos espírito aventureiro e amamos viajar, ou seremos os eternos insatisfeitos.
Essas pessoas têm algo positivo, não devem preocupar-se muito com as férias...afinal têm sempre o Algarve :D
Quem gosta realmente de viajar, chega a um local e liberta-se de todos os preconceitos, pois cada lócal é único e as culturas também.

ffiffas disse...

Eu respondo sempre: "há quem tenha amado, há quem tenha odiado, por isso tenho que ir lá para saber"... É que se fosse pelos outros, não conheceria das cidades que mais me impressionaram até hoje... por exemplo, Roma!

kiss me disse...

Conheço uma pessoa assim. Eu respondo-lhe sempre que não vou aos sítios para ver coisas bonitas, eu viajo para ver e conhecer realidades diferentes, com as suas coisas boas e más. Claro que quanto mais coisas bonitas melhor mas a mim encanta-me o global das cidades/países onde vou, saber como vivem, o que fazem, ver as pessoas nas ruas sejam elas sujas ou limpas, ver os seus monumentos, as suas casas, os seus cafés, restaurantes etc etc etc. A conversa com esta pessoa começou por causa da Índia. Ele quando pensa nesse país só pensa na pobreza, eu penso no Taj Mahal, nas cidades construídas em barro cor de rosa, nos tecidos, nas cores, nos perfumes. São visões da vida, e eu gosto da minha.

TinkerBell disse...

Olá
Sigo o teu blog há um tempo e acho-te divertidissíma!! Parabéns pela forma impecável como abordas os assuntos!:-)
Por acaso, isso acontece-me muito muito...A primeira vez que fui a Paris era ouvi-los: são uns antipáticos, vais sentir-te pouco bem-vinda, etc... Pois posso dar aqui o meu contributo...Fui, para quem não sabe francês fluente e, basicamente, só se expressou em inglês...Muito bem tratada! Foram impecáveis comigo!
De todos os locais onde fui (poucos) fui sempre muito bem tratada! E procuro sempre trazer na recordação o que de melhor existe...se fosse para trazer os "lixos" nem valia a pena viajar...
Azar, Azar na minha modesta opinião é viajarmos...e o nosso descontentamento não nos permitir "sair do mesmo lugar"!
Beijitos TKB

Laetitia disse...

Por acaso é verdade, isso acontece mesmo!E é de facto uma chatice.

Dulce Alves disse...

Nem de propósito, ontem escrevi sobre Filadélfia e, se bem me lembro, a Kitty também já lá esteve... ;)
Por acaso acabei por escrever pouco, foquei-me naquilo que vi (que não foi assim tanto quanto gostaria) e nada disse sobre o ambiente da cidade... que, confesso, foi do que menos gostei... há qualquer coisa de tristonho no ar, as pessoas são demasiado sisudas (em comparação com outras cidades dos EUA)... ou foi só impressão minha e, como diz, limitei-me a focar o meu olhar no menos importante? ;)

T disse...

É definitavamente um comentário que subscrevo.
Também adoro viajar Kitty, e realmente quando questiono alguém sobre algum lugar, as primeiras impressões são sempre as negativas! Enfim.... espero que o teu comentário faça a diferença porque TODOS os lugares têm as melhores e piores qualidades, mas é sempre importante descobri-las e crescer. Bajos

Anônimo disse...

Padeco do mesmo mal. Por vezes pergunto-me porque raio essas pessoas não se deixam ficar sossegadas em casa???

Sandra

erva doce disse...

oh kitty, isso é so inveja. pior que isso so mesmo os emigras nova geração que dizem que o pais em que vivem é k é civilizado e que Portugal é 3° mundo.

Clau disse...

Concordo plenamente. São o tipo de pessoas que, penso eu, só devem ir para determinados destinos só com o intuito de dizerem mal. Ah e tal, Portugal é horrível, mas a França é bem pior. Exactamente o género de pessoas que não deviam ir mais longe do que o fim da rua, para maldizerem os vizinhos somente.

Cátia Oliveira disse...

Ora aí está! Nunca concordo com a maioria das opiniões que me dão acerca de um local que vou visitar. Visão estreitinha a das pessoas....;)

Anônimo disse...

Nem mais :)

Beijinho*

Inês

PP_FANTASMA disse...

Miss Fane,
É sempre mais fácil dizer mal...
Ks

# Gabriela disse...

Eu cá adoro, tal como tu, viajar e assim apaixono-me por cada país que conheça.

Ana C. disse...

Esqueceste aqueles que foram a Veneza e o único comentário que trazem de viagem é: Cheirava mal.

prada disse...

Eu gosto é de viajar, trago sempre a mente limpa e a carteira vazia, mas não há melhor anti-depressivo!!!

costela de adão disse...

Para quê gastar dinheiro em viagens se vão com um espírito tão derrotista e negativo que não conseguem encontrar nada de bom nas coisas? Há pessoas que são mesmo assim, não há nada a fazer.

Lady Bennett disse...

A minha tendência até é a inversa: ver só o bom de cada cidade, de cada sítio. Tanto que se volto lá uma segunda vez tudo me pode parecer menos encantado - ou então ninguém fica tão maravilhado com o local como eu. Mas gosto de viajar é assim, tem sempre tudo outro ar :)

Louise Hazel disse...

E o pior são aquelas pessoas que vão para fora e querem comer sopa, sardinhas e cozido à portuguesa.

Não há paciência...

I. disse...

Sabes o que me disse uma "amiga" quando lhe contei, toda entusiasmada, que ia ao Egipto? Que havia quem se desiludisse com as pirâmides, quando as via ao vivo. WTF?
Se bem que, quanto a países árabes, uma vez de dois em dois anos chega. Aquilo é gente que me bule com os nervos...

Amarelo disse...

Isso é mau...mas e aquelas pessoas que fazem sempre o city bus em qq cidade que estejam?!Que a qq lado que vao ficam se pelo rest do Mac que ja conhecem..ou entao se a levas a outro restaurante pedem te um " Esparguete á bolongesa.." isso é péssimo!!
Viajar alem de se visitar e ver muita coisa diferente e daí extrair o melhor para nos, tambem é conhcer o mundo com os diferentes paladares..digo eu!

Marcia Parassol disse...

Quando fui à Paris, destilaram um veneno a dizer que tudo lá cheira a xixi. Se havia não senti, e amei...amei...amei...

GATA disse...

A fazer fé no que as pessoas dizem, nem saía de casa!!!

Ainda me lembro da 'invejosa' a dizer que Amesterdão era um horror... Pois, se calhar não teve a companhia certa nem foi aos sítios certos! :-)

HG disse...

Não sei se é pior quem parece que está sempre descontente ou quem fica deslumbrado com tudo. Eu diria que aquilo a que te referes se chama espírito crítico. É perfeitamente natural que haja cidades de que gostamos mais do que outras, e tanto é válido recordamos o que é negativo, como o que é positivo e, ponderando esses aspectos concluimos se gostamos ou não daquela cidade que visitámos. Já ouvi dizer maravilhas de cidades de que não gostei (Amesterdão, por exemplo, e nem é por causa da água suja dos canais) e vice-versa. Ver sempre o lado positivo das coisas parece-me filofosia new age de pacotilha