terça-feira, 13 de outubro de 2009

One night stand


Will Ferrell e Heidi Klum

Se há coisas que eu nunca entenderei são os one night stand. Não condeno quem o faça. Aliás, se ambos estão para aí virados, porque não? Eu é que não tinha perfil para esse tipo de ramboiadas. Eu que sou uma romântica incurável disfarçada, para quem o amor e o resto andam sempre de mãos dadas. Enfiar-me numa cama, ou lá onde fosse, com uma pessoa que acabei de conhecer, que não me diz nada, pela qual apenas tenho uma atracção física, só por uns minutitos de prazer? Antes ficar a pão e água, que é como quem diz - celibatária, durante longos meses. Mas, pronto, isso sou eu.

30 comentários:

Gaja com G maiúsculo disse...

Como eu te entendo, chega a altura e simplesmente não faz sentido, porque atracção é atracção, mas se falta o sentimento...falta tudo! Portanto podemos sempre formar um clube ou associação, já que somos duas... e convinhamos, nos dias de hoje somos uma raridade! :)

James Lewis disse...

Lacunas emocionais diferentes daquelas que coabitam com os românticos por natureza... dão o primeiro passo na busca incessante pela "one night stand". Parece-me um modo diferente de dar e/ou receber por “breves” instantes, “meia dúzia de carinhos”.

Solteira disse...

One night stand...pois, já estive quase, quase,...mas sem algo mais que atracção física não dá. E não sou minimamente complexada, gosto de sexo e assumo. Mas assumo também que gosto de sexo com sentimento.
Resultado: longos, longos meses sem sexo.
Gosto deste blog!

Aninhas disse...

Conheço pessoas que já tiveram algumas experiências de one night stand... Não condeno, mas como tu, não faz muito o meu género.

Sexo só por sexo não me atrai minimamente. Tem que haver um sentimento mais profundo integrado no acto do que simplesmente ter prazer e passar um bom bocado. Sou romântica, que se pode fazer? :-)

Bjx

Ana Filipa Oliveira disse...

"One night stand" é o nome? Muito bem. Claro que é sempre preferível um relacionamento, quer sexual ou não, com base no sentimento. Mas somos humanos e também temos um lado animalesco. Há quem se controle, por N razões. E há outros que não. Viver uma (espera aí. Como é que é nome?)"One night stand", é uma experiência que pode ser intensa e perpetuar-se nas nossas recordações ou uma frustração (e desejarmos que a nossa memória se apague). A primeira hipótese parece-me muito mais interessante. Mas fazer disso um modo de vida, como sei que muitos fazem, parece-me pouco Humano. Quase como uma falte de respeito por si e pelo outro! Todos nós somos merecedores de Amor e aceitar esses jogos continuamente é negarmo-nos a ser dignos de o receber.

Mary disse...

Acho que é preciso dizer que uma One night stand não acontece só para quem está há muito tempo sem fazer sexo. Apenas um exemplo: acontece por vezes conhecermos alguém que achamos que nunca mais vamos ver, frequente nas viagens a lugares distantes e acaba por acontecer.
Claro que existe sentimento: paixão também é sentimento.
Sim, eu já tive uma One night stand e não acho que seja nada doutro mundo.

James Lewis disse...

...uma questão:

- será que a “one night stand”, também procura o romantismo que possa advir do acto em si?

apipocamaisdoce disse...

É da idade. Já teve a sua época. E na altura tinha graça.

guessWho disse...

Concordo com o James Lewis que é um modo diferente de procurar mimo e carinho. E antes de chegar ao sexo ( até porque as noites hoje em dia são cada vez mais longas!!) claro que tens que te sentir atraída não só fisicamente mas também pela suposta conversa, parvoíces, brincadeiras que acontecerem antes com o dito do rapaz. É um outro passo a seguir a uma noite de flirt. Digo eu :)
GU

Anônimo disse...

O "One night stand" tem muito que se lhe diga.
Concordo contigo Kitty mas por outro lado também entendo que por vezes nos deixemos ir.
É verdade que tem de haver algum tipo de sentimento, penso que na maioria das vezes as pessoas o façam por paixão, paixão a uma imagem que têm do outro.

Não sou apologista deste tipo de relacionamento, isso não. Mas entendo.

Beijinho

P.S Adoro o teu blog =DD

paula'maria disse...

Ontem li um artigo deste na revista HAPPY :)

Anônimo disse...

és tu e muito bem! As mulheres têm cada vez mais que se dar ao respeito!

Anne

Capitão Microondas disse...

O "James Lewis" é que a sabe.

Há muito bom partidário do "one night stand" que no fundo, mesmo sem saber, está à procura de algo mais.

Quanto aos homens... conheço muitos que o fazem, adoptam a política de "uma queca e nada mais". Nunca percebi se é adoptada ou forçada, pois parece-me que um gajo que vive bem só com uma única queca numa mulher que o atrai, mesmo que sem sentimento, o mais certo é não as saber dar como deve ser, até porque uma boa queca, mesmo que circunscrita no tempo, é como as cerejas, tràs pelo menos mais 2 ou 3 agarradas.

prada disse...

Depende dos valores que cada um vai assimilando,ao longo da vida..., mas penso que adolescentes e por aí .." one night stand " seja muito comum, pois se até engravidam sem saber quem é o autor!!
Simplesmente condeno, chamo a isso "prostituição gratuita", o que é um contrasenso.

Ana disse...

Eu também me considero uma romântica incurável e é claro que o sexo num relacionamento com alguém de quem se gosta realmente tem sempre outro sabor, no entanto, não concordo que uma aventura de uma noite tenha de ser obrigatoriamente uma coisa desprovida de qualquer emoção. Quando se sente uma forte atracção por alguém (e não tem de ser necessariamente alguém que se acbou de conhecer) existe emoção, existe desejo, existe a "magia" do momento, a vontade... e se existe tudo isso, nem que seja por uns momentos, aquela pessoa diz-nos alguma coisa sim.

Mas claro, isto é apenas a minha opinião também.

beijinhos

Precis Almana disse...

Mas a questão é o one night stand ou ser sexo só com atracção e sem amor?
Quando se vive anos sem uma relação amorosa/paixão porque simplesmente ela não aparece, e se precisa (porque se precisa, pelo menos quem goste) de sexo, às tantas as pessoas vêem-se a fazer as coisas que nunca se imaginou fazer... Digo eu que não sou dona da verdade. Mas é uma visão da coisa ;-)

Kitty Fane disse...

A questão é o one night stand. O conhecer alguém assim do nada numa discoteca ou noutro sítio qualquer, e terem sexo, só por ter. E no dia senguinte nem se falarem, por exemplo. É a isso que eu me estou a referir.

Canu disse...

Respeitinho é muito bom!Embora conheça pessoa que o façam e respeite! Não tem a ver cmg entregar-me a um homem numa só noite ! Deve ser porque sou uma fiel ao amor, acho mesmo que não tem o mesmo singnificado se não for com o nosso principe! Isso ultrapassa-me:)

joana disse...

Nunca me aconteceu, não condeno, nem nunca digo nunca.LOL

estrela cadente disse...

há casos e casos e n critico ninguem q o queira fazer, para as mulheres é q é mais complicado pq muitas vezes em vez de ser apenas um envolvimento a nivel sexual, pode passar a nivel sentimental tambem... eu n sou apologista dessa forma de envolvimento mas cada vez mais há pessoas q o são...
***

Catwoman disse...

Burra como sou era capaz de me apaixonar pela pessoa e era mais uma cabeçada..

Beijinho :)

A. disse...

Eu achava que era incapaz... mas já me sinto é incapaz de estar a pão e água..lolol

hierra disse...

Eu acho que acaba sempre por ser frustrante digam o que disserem...

Verytonta disse...

Li alguns comentários aqui e fiquei um pouco estupefacta! Não creio que alguém que seja adepto do "one night stand" tenha que se "dar ao respeito", porque creio que essa pessoa já se respeita o suficiente.
Quanto à questão levantada, o sexo é algo natural... Nós, seres racionais, é que complicamos tudo, com questões religiosas, culturais etc. O desejo sexual é natural, não?
Se há desejo sexual entre dois seres, por que não avançar? Qual é o mal disso ou o onde está a falta de respeito?!
Pode parecer um contra-senso, pois eu tenho esta opinião, mas não "pratico" este "desporto"! Não é por não praticar que vou condenar ou achar errado! Desde que as pessoas tenham cuidado com a sua saúde física, emocional e sentimental, não vejo mal nenhum! Obviamente, que se houver um sentimento mais forte envolvido é melhor... muito melhor!

Mary disse...

Concordo com a Verytonta e penso que está-se a confundir duas coisas: one night stand com promiscuidade. Quem já teve uma one night stand, não quer dizer que deixe de lado qualquer possibilidade de ter um relacionamento ou mesmo deixar de ser romântica. Alguém escrever: "As mulheres têm cada vez mais que se dar ao respeito!" LOL
E que tal respeitarmos os nossos desejos?
Viva a sexualidade saudável.

R. disse...

Me too, Kitty Fane!

so_risoIncógnito disse...

és tu ... e eu!
e fui sempre assim um pouco incompreendida por uns ou por outros.Mas não o fiz para que esses me entendessem , mas para que o eu que existe, fosse o eu que gosto de ser. Há coisas que m e ultrapassam e se há ramboias que me agradam as one night stand não se encontram no pacote!
so_Risos**

Fofocas disse...

até acontecer todas acham que não vão nunca fazê-lo!

Lorelai disse...

Não vou dizer «Dessa água não beberei» nem nada do género, até porque não me parece que fosse esse o intuito do post, sequer.

Mas compreendo absolutamente - também não tem, de todo, a ver comigo envolvimentos de uma noite só. Sejam propriamente "one night stand" ou as ditas "curtes"... comigo não funciona. Só atracção física, para mim, não chega. E assim, é preferível "pão e água", sem dúvida.

Parabéns pelo blogue, adoro lê-lo! :)

Lorelai disse...

Ah, e já agora, um pequeno aparte que não referi no meu comentário anterior: adoro essa sessão fotográfica da Heidi Klum e do Will Ferrell. Um must de comédia!