quinta-feira, 15 de outubro de 2009

E para encerrar de uma vez por todas o assunto

Eu não sei o que é que me irrita mais, se a Maitê Proença ou se as pessoas que agora aproveitam este episódio para dizer mal dos portugueses - que somos uns provincianos, que não temos sentido de humor nenhum - como se aquele vídeo tivesse um humor muito refinado a que só os inteligentes acharam piada. É óbvio que não se justificam as petições e afins que circulam por aí, mas também, calma aí, não nos tomem por parvos. Experimentem pôr um vídeo no Youtube com uma criatura a dizer mal de Espanha e dos espanhóis, ou dos Estados Unidos e dos americanos, ou de outro povo qualquer com o desprezo e a estupidez com que a brasileira o fez, para ver qual é a reacção. Experimentem, vá. Até podem ser vocês que escrevem tanta barbaridade como as que acabei de ler num blogue perto de si.

13 comentários:

Clau disse...

Olha Kitty... a única coisa que concluo com esta epera bufa toda, é que já me chateia ouvir falar do assunto. Já todo o Portugal viu o vídeo, já comentou, já aproveitou para dizer mal dela, mas dos brasileiros, mal de outras nações e sinceramente não sei para quê tanta confusão. Acontecem coisas bem piores, olha, como aquele caso daquela miuda britânica que "desapareceu misteriosamente" no Algarve há uns anos, cujos papás tiveram a lata de dizer inúmeras vezes mal de nós e a ver se alguém se lembrou de assinar uma petição contra os senhores. Só assim de repente. Sim, as opiniões começam a ser exarcebadas e já não há grande pachorra. Oh well... sempre nos resta o Walter Fane. (Vivo de preferência..)

Luna disse...

Kittyzinha
eu não achei piada ao vídeo, mas também não me ofendeu por aí além, quero lá saber o que a Maitê diz ou deixa de dizer, fazendo figura de tonta enquanto o diz. Mas acho de facto um exagero esta onda de indignação, como se mulher tivesse morto alguém, ou dado pontapés em cães. Sinceramente, não sei o que é pior, se fazer um vídeo parvo, se assinar em consciência uma petição que tem no título a sequência de palavras "cospem em".

Chérrie disse...

Falam mal, desdenham mas o facto é que estão cá sempre metidos!

Anônimo disse...

Dentro deste caso existem dois em um.

Qual deles mete mais nojo, o que a Burra Maitê disse e fez no vídeo ou o que o parvalhão Miguel S. Tavares disse que (Isto é uma Reacção Saloia dos Portugueses), em defesa desta Burra?

Este parvalhão com esta frase, intitulou-se a ele mesmo aquilo que é, a não ser que ele não seja Português.

E como dizes aqui neste post Kitty,
nós Portugueses, somos enxovalhados e mal tratados por sermos um povo de bom acolhimento e ainda por cima dizem mal de nós por reagir-mos a coisas como estas.

Francamente isto é de bradar aos Céus, mas calar é consentir e isso é que nunca devemos fazer porque, se o fizer-mos estaremos a acobardar-mo-nos perante tais situações.

Em Portugal existem duas qualidades de Portugueses que são:

Os Pretugueses e os Portugueses, com isto está tudo dito.

Força na tecla Kitty porque o que tem que ser denunciado não pode ficar impune.

A nossa identidade não pode ficar manchada por uma Burra ou um Parvalhão qualquer.

Beijinhos.

Português de Portugal..

estrela cadente disse...

ola,
tens um desafiozito no meu blog...
espero q gostes
***

MissBlueEyes disse...

Kitty discordo! Quem não se sente não é filho de boa gente!

Agora concordo que, já passou, já batemos o pé, dissemos que não gostamos, assim em jeito de vou ali e já venho, Ela pediu desculpa, por isso... CASE CLOSE!

Um bom dia! :)

costela de adão disse...

Que não se tenha gostado do video, tudo bem. Também já escrevi uma coisita sobre isso. Mas parece-me parece um exagero andarmos a assinar petições, boicotar livros e aproveitar este infeliz episódio para ataques xenófobos e para destilar fel sobre os emigrantes brasileiros (os que estão cá para trabalhar e melhorar a vida).

Anônimo disse...

Concordo plenamente com a Kitty. No entanto há alguns pseudo-intelectuais que acham que defender o seu próprio país de insultos é algo que está abaixo do seu nível e que 'no estrangeiro é que é bom'. É triste, sobretudo porque tal como diz se tentassem 'dar uma de Maitê' em países que tanto admiram teriam consequencias bem piores.

No entanto, estas situações dão sempre origem a reacções exageradas e a comportamentos racistas, e há exemplo já aqui nos comentários:
'Em Portugal existem duas qualidades de Portugueses que são:
Os Pretugueses e os Portugueses, com isto está tudo dito'

Para ser sincera não sei o que me enoja mais se 'as Maitês' ou esta gente que não pequenina.

Abraço.

Anônimo disse...

errata do comentário 9:38

...esta gente que é tão pequenina.

joana disse...

Reacção de Hitler à maitê!

http://www.youtube.com/watch?v=xSX3uO7Yw2Q&feature=player_embedded

muito bom!

Anônimo disse...

Kitty:

Desculpa lá mas publica isto por favor OK?:

Diz esta anónima aqui abaixo o seguinte:

----------------------

No entanto, estas situações dão sempre origem a reacções exageradas e a comportamentos racistas, e há exemplo já aqui nos comentários:
'Em Portugal existem duas qualidades de Portugueses que são:
Os Pretugueses e os Portugueses, com isto está tudo dito'

Para ser sincera não sei o que me enoja mais se 'as Maitês' ou esta gente que não pequenina.

Abraço.

16 de Outubro de 2009 9:38 Anônimo disse...

errata do comentário 9:38

...esta gente que é tão pequenina.

16 de Outubro de 2009 10:38

---------------

Respondendo a isto digo;

Esta anónima por certo que não sabe distinguir os sinónimos das palavras para considerar esta reacção como racista, porque quando refiro,

Em Portugal existem duas qualidades de Portugueses que são:

Os Pretugueses e os Portugueses, com isto está tudo dito.

cinjo-me ao modo de como somos considerados mesmo dentro do nosso país seja por estrangeiros ou Portugueses.

Os Pretugueses, são aqueles que labutam no dia a dia trabalhando por vezes que nem escravos e chegando à altura de se reformarem, tem uma reforma de miséria que nem sequer dá para manter uma casa além de que, ainda por cima nem lhes dão o valor de uma vida de trabalho (é como serem afilhados e não filhos de Portugal).

Os Portugueses, são aqueles que levam uma vida faustosa de tudo quanto é bom, com grandes empregos, e na altura da reforma ficam com uma choruda e não só, onde muitos tem duas e três reformas com benesses, mordomias etc..

Aqui é que está o cerne da questão, e ainda por cima, saber que somos gozados, achincalhados por uma pacóvia qualquer que se julga inteligente e outros afins, é de pasmar saber-mos que por cá existem pessoa que defendem isto.

Muito triste é este povo que tem estas ideias, e é precisamente por isso que isto está neste estado onde as mentes que não alcançam mais dão razão a quem por cá passa e achincalha quem cá está no lado certo.

Resta-me apenas dizer a esta anónima que (esta gente que é tão pequenina) é bem Portuguesa, ama o seu País que é Portugal, já deu muito do seu esforço fisico e mental por este país, e que não pactua com acções destas perante aquilo que é nosso Património nem com Portugal apesar de ser um país pequeno e de estar como actualmente está.

Quanto a comportamentos racistas como ela refere, se defender aquilo que é nosso é racismo, então alguém que me explique o que é racismo, considero sim racismo é da parte de quem defende acções destas perante nós portugueses.

Se lhe enoja esta gente que tem Portugal no coração e é bem Português, então tem bom remédio, (meta-se num avião e vá para o Brasil que lá pelo que vi quando lá estive, aquilo é um paraíso para gente com estas mentalidades).

Termino dizendo aquela frase bem Portuguesa e que é bem real:

Quem não se sente, não é filho de boa gente!..

De novo te peço Kitty que publiques este comentário OK?

Beijinhos..

Português de PORTUGAL..

Sheila disse...

Olá Kitty :)
Se tiveres tempo lê esta genial resposta/carta de um português com bastante humor e acima de tudo com nivel!
Está brutal!
http://falando-de.blogspot.com/2009/10/carta-maite-proenca.html#links
Tudo de bom para ti

Anônimo disse...

Ao português de Portugal:

Pois que agora o seu termo foi usado dirigido à luta de classes... risível no mínimo. Ficou claríssimo que era um 'nós versus eles' até pelo post a que se dirigia e a polémica dos últimos dias.

Eu sou, com muito orgulho e para usar o seu termo, uma portuguesa de Portugal. E não consegui deixar de me rir com o seu convite para ir sabe-se lá para onde... como se Portugal fosse propriedade privada.

Ah e perceba, o povo não me enoja. Quem me enoja é quem se acha superior aos outros por ter nascido em determinado pais ou por ser da raça tal...
Se leu o meu comentário original percebeu que concordei com a Kitty e até com algumas das coisas que disse. Não posso é fazer generalizações e muito menos dirigir-me a seja quem for com termos pejorativos como 'pretugueses'.

O nosso país é maravilhoso em muitas coisas, sendo uma delas esta mistura de povos e de raças. Desde que nos saibamos respeitar, claro.

No entanto lamento tê-lo usado como exemplo, até porque não estou em minha casa, e quando não estamos em nossa casa e não gostamos de algo levantamos e saimos sem fazer caso. Se o comentário em que usava o termo que considerei desagradável foi aprovado eu deveria tão somente ter fechado a janela sem mais comentários. E é só isto que lamento.

Agora se quiser insultar mais um bocadinho faça favor... informo-o de que não terá resposta porque bate boca não é exactamente a minha ideia de divertimento.

(Peço desculpas à Kitty por usar para isto a sua caixa de comentários)