quarta-feira, 30 de setembro de 2009

E agora virou moda os nossos escritores arranjarem namoradas brasileiras


António Lobo Antunes e a ex namorada que não sei como se chama

O meu amigo João há dias dizia-me o seguinte a propósito do romance do António Lobo Antunes com a brasileira - eheh, mais uma que quer é dinheiro. Sim, só por dinheiro é que ela poderia estar com um velho daqueles. E foi aqui que se me revolveram as entranhas. O meu amigo João não teve sorte com a mulher com quem esteve casado dois anos, já que esta lhe tentou extorquir todo o seu (muito) dinheiro e agora acha que todas as mulheres são todas umas interesseiras como ela. O meu amigo João, que só se chama João aqui neste post, não percebe que por detrás do velho de sessenta e muitos anos, está uma pessoa interessantíssima. Não percebe que por detrás daquelas rugas e das peles flácidas, está uma pessoa que se admira e por isso se torna atraente. Eu entendo perfeitamente a rapariga. Mas essas coisas só nós mulheres, e só algumas, entendemos. Eles irão sempre achar que uma mulher nova com um homem velho só pode querer fama ou dinheiro.

Post que tinha na gaveta há já umas semanas, escrito antes deste romance ter terminado

(Mas, pronto, parece que o que o meu amigo João dizia não estaria assim tão longe da verdade. É que afinal foi sol de pouca dura, e a moça tratou de contar todos os pormenores, ainda que de uma forma mais ou menos bonita, e ceder fotos deles juntos, a quase todas as revistas. O Lobo Antunes que adora privacidade, não deve ter achado muita graça. Digo eu. )

45 comentários:

VidasTecidas disse...

Conheces um livro que se chama Aquele verão em Paris de Abha Dawesar?
Susana

prada disse...

É claro que L.A. tem charme, e não só.
Por isso não admira que tenha tantas paixões, embora sejam pouco duradouras, pois, segundo dizem é insuportável.

Marta disse...

Eu continuo a achar que uma relação entre pessoas com grandes diferenças de idades pode funcionar. Claro que há casos e casos. Mas quem diz,à partida, que não acredita na relação sem conhecer todos os factos, não está a ser mais do que meramente preconceituoso.

Já aqui o disse antes, e volto a referir, eu namoro há quase 9 anos, com um homem fantástico de 40 anos. Bom, eu tenho 24. São 16 anos de diferença... que não se notam em (quase) nada! Ele é uma pessoa interessantíssima que me proporciona a estabilidade emocional e a maturidade que eu preciso, e eu faço os possíveis por manter viva a sua jovialidade.

Contra todas as expectativas (das más linguas) continuamos juntos e felizes. E com muitos planos para o futuro.

fafiaes disse...

Na realidade, ela queria conhecer os romances sem ter de lê-los. A melhor forma passou transformar o escritor num audio-livro.

Ana disse...

O António era senhor para me encantar e com quem eu casava num ápice, por isso mesmo que escreveste. O que está para além de um homem de sessenta e muitos anos. Em relação à namorada dele.. Bem, do que li ela admirava-o imenso portanto deveria saber que ele evita a todo o custo ser uma figura pública e andar em capas de revistas. Revelar fotos e detalhes íntimos é de péssimo tom.. Enfim, António se me lês, estou aqui pronta para casar contigo! :p

Anônimo disse...

E não são só os escritores!São as actrizes que namoram brasieiros,veja-se o caso da locutora Marta Leite Castro,que anda com o (velhote)actor brasileiro Paulo Béti!
Os brasileiros estão na moda,e infelizmente nem sempre pelo melhor motivo,mas isso é outra história.
Penso que ás vezes o que está em jogo nem é o dinheiro,é mais o desejo de destaque e boa vida social,uns por um motivo,outros por outro,anda tudo á procura do mesmo!

Anônimo disse...

O que eu qcho que aconteceu é que ela queria casar e ele não. Se foi isto, ela tem todo o direito de acabar com a relação.

O Lobo Antunes pode ser uma pessoa muito interessante e fazer-nos apaixonar pela sua escrita, mas viver com ele é outra coisa absolutamente diferente! Não é um homem de fácil convivência! Como é que uma miúda vai agentar estar ao lado de um homem que passa horas (dias?) sem falar?
Uma coisa são as pessoas a nível profissional, neste caso era um óptimo psiquiátrica (e não lhe invejo a posição), outra coisa é aquilo que vêmos na TV (ou ao vivo), outra coisa é o que a pessoa naturalmente é na sua esfera provada. De um ponto ao outro, vai uma distância como daqui ao sol. ;)

Rubi disse...

Concordo em absoluto. Compreendo perfeitamente que uma mulher seja capaz de se apaixonar por um homem muito mais velho, se for uma pessoa fascinante. Beijinhos

Anônimo disse...

E com idade de serem filhas deles!!!
R

Alexandra disse...

Sempre tive um fraquinho por homens mais velhos precisamente por isso.

São mais experiências para partilhar e admirar.

Cate disse...

Eu tenho alguma "raiva" das pessoas preconceituosas em relação aos namoros com grandes diferenças de idade. Talvez porque namoro com alguém que tem mais 10 anos do que eu - que nem é uma diferença nada de especial.
E espero sempre que haja alguma figura pública - porque são as que todos conhecem e de onde se tiram muitos exemplos, etc. - que venha provar que o estereótipo da rapariga mais nova (ou rapaz mais novo) que só quer dinheiro ou do homem mais velho (ou mulher mais velha) que é um tarado e um pervertido, estão errados...
Mas parece que não é com o exemplo do Lobo Antunes (de quem eu até gosto bastante) que isso vai acontecer, visto que a brasileirinha provou que ainda é mais infantil do que a própria idade.

Anônimo disse...

Tenho um amigo de 37, divorciado e com filhos, que namora com uma miuda de 20. Claro que os pais dela estão preocupados, penso que será normal, afinal têm receio pela filha. Mas como Homem que ele é, já se foi apresentar aos pais dela. E estão a pensar viver juntos.

A Marta Leite Com o Paulo Betti, acho aceitável, porque não?

Esta menina (brasileira)tem os seus trinta e poucos, ele setenta e poucos, acho.

Ora estamos a falar de 40 anos de diferença. Uma coisa são, 10 ou até 20 anos... agora 40, não me venham com conversas. Se não pelo dinheiro, de certeza pelas portas que abrirá, ou então pelo óbito do senhor.

Flower disse...

O mais curioso ainda é o preconceito que existe em relação ás mulheres mais velhas!
Por exemplo se uma rapariguinha anda com um senhor capaz de ser seu avô,o homem é um portento(gajo capaz de andar com uma miúda daquelas,alguma coisa deve têr especial)um ás na cama,têm um cérebro fantástico,é charmoso,e interessantissimo!Se uma senhora (que pode parecer a mãezinha mas não é)anda com uma rapazola,é uma desavergonhada,que raio é que o moço viu na velha,deve estar cheia de teias de aranha,só boas coisas!
A senhora pode ser interessante,atraente e inteligente
mas não passa de uma velhota,com idade para têr júizo!

Laetitia disse...

Acho que aqui a nacionalidade é o menos importante.

Mi disse...

O que me parece é que ela não se apaixonou por ele, apaixonou-se pelo imaginário Lobo Antunes que tinha criado na cabeça dela ao ler os livros dele. Até porque acho que eles pouco falaram antes de toda esta "aventura" começar. Toda a história daria um novo romance ;)
kiss

Anônimo disse...

Eu era capaz de casar com um velho desses,se tivesse a certeza que ele era rico,me deixava a fortuna,só,com os pés para a cova!
Matava três coelhos com uma cajadada.Ficava viúva,rica,e com tempo para dedicar depois a um mais novo!
Como eu há aos milhares,brasileiras então,é só abrir os jornais,e eles caem que nem patinhos!

Anônimo disse...

Eu acho que ela se apaixonou foi pelo dinheiro que podia ganhar, (desconhecida até então)cunhas e publicidade!Ser namorada do Lobo Antunes,significa muitas portas abertas!
É que a coisa tá preta!

Cate disse...

E de facto, a nacionalidade não importa absolutamente nada.

Cate disse...

«Como eu há aos milhares,brasileiras então,é só abrir os jornais,e eles caem que nem patinhos!»
O importante aqui é não se generalizar. Há brasileiras que querem dar o golpe? Há. Mas não são todas e não é algo que lhes venha no sangue ou na raça.
Até porque falam muito das brasileiras, que gostam de dinheiro, vida boa, isto e aquilo, mas não olham para muitas tias e figuras da revista cor de rosa portuguesa que vivem à conta destes e daqueles, nem precisam ser os maridos!

Cátia disse...

Pelo amor de Deus. Mas há aqui alguém que realmente se acredita que ela estava com aquela carcaça por amor? Vocês devem é ser todos crentes. Só pode. Se fosse um Miguel Sousa Tavares ainda estou como o outro.Ainda tem muito charme. Mas um Lobo Antunes? Poupem-me.

art.soul disse...

esse senhor é uma pérola!
ela pelos vistos era um falso cristal...
mil vezes ela a muitos que por aí andam. quem escreve o que ele escreve só pode ser boa pessoa e a pele engelhada todos vamos acabar por ter... embora uns disfarcem com uns retoques aqui e uns botox ali...

Anônimo disse...

Eu estou de acordo com a Cátia!
O homem mete impressão,e deve têr um humor de cão!
Pois eu nem que me pagassem dava um beijo na boca daquela "carcaça"!
Blhac,até me estou a arrepiar!

Maria disse...

Por muito interessante que seja a personalidade, dormir com um homem tão muito mais velho significa que haja atracção sexual.....no meu caso nao me parece que seja possivel desculpa la.

Amizade. Sim. Sexo. Não.

bondearte disse...

Eu concordo com voce!!!
Mas devo confessar que quase não consigo ler o texto pois não conseguia tirar o olho daquela foto da entrada, não sei se aquela é você , se for!congratulações:D
Tenha um bom dia

Recantos e Pensamentos disse...

Concordo que há tipos de personalidade distintas, mas talhar estes conceitos e associá-los à nacionalidade é uma imbecilidade; que bom que pensam assim, Cate e Laetitia!
Quanto aos relacionamentos, a idade não tem nada a ver com dar ou não certo, mas a convivência, as expectativas e o sentimento que os envolve. Não estou a par do relacionamento ou fim de Lobo Antunes com a brasileira, que pode ou não ter se aproveitado de seu prestígio aí em Portugal, a mim não interessa, afinal, só quem vive a história pode contar o que realmente aconteceu e, também cada um tem sua personalidade e valores; Já com relação à Paulo Betti, posso dizer que não é do perfil deste ator se aproveitar da fama de namoradas, além do que, aqui no Brasil, ele é muito respeitado e famoso, por isso, não precisa da fama dela, que é só aí em Portugal.
O mais importante de tudo isso é não julgar as pessoas por sua nacionalidade ou qualquer outro tipo de preconceito. Eu, por exemplo, sou brasileira, independente, mestranda e luto pelos meus objetivos, não tenho pretensão de encontrar um homem a quem venha "usar" como meio de prestígio ou por seu dinheiro, acredito que tenho que ter o meu, o dele pouco importa! O que me interessa é que tenha qualidade moral, personalidade, gentileza e que os sentimentos sejam mútuos, além de possuir algum charme, claro!

Allie disse...

Por acaso, em alguns casos partilho a opinião do teu amigo João. Mas não só em relação a elas, a eles também. Conheço avozinhos muito interessantes, mas para uma relação completa, os 40 anos de diferença pesam e muito. Com 28 anos, procuro muitas coisas numa relação e só boa conversa não me chegaria com certeza.

Laetitia disse...

Cate completamente de acordo. Mas sabes, os portugueses esquecem-se que antes de os brasileiros virem para Portugal centenas deles foram para o Brasil fugidos da miséria. E foram mal recebidos? Muito pelo contrário.Muitos, mas mesmo muitos,gostaram tanto que nunca mais voltaram.

Anônimo disse...

eu estou apaixonado por um homem q tem mais 20 anos do que eu, ou seja ele tem 49 anos...Só não namoramos pq tenho receio , tanto charme q até me mete medo...

E foi com ele q cresci como pessoa..

pó de arroz num ataque de escrita crónica disse...

Eu acho que um homem pode ser interessante idependentemente da sua idade.
Um homem pode ser giro e no entanto ser uma seca, assim como um menos bonito pode ser uma pessoa fascinante.
Não é por ter sesentas que se deixa de viver e sentir.
Quanto a relações com diferenças de idades, conheço uma bem de perto e posso dizer que apesar de uma das pessoas ter 31 e outra 59 se dão lindamente.

Anônimo disse...

Marta: tinhas quinze anos quando começaste a namorar um homem de 30?!

Não estranho que um homem de 40 namore uma rapariga de 24, mas um homem de 30 com uma miúda de 15! O que vê nela? Ainda é uma criança!

Ana

Leo Mandoki, Jr. disse...

será o mesmo caso da Pilar com o Saramago?

Anônimo disse...

Na minha opinião (e é apenas a minha opinião), não vejo qualquer sentido numa relação destas. Concordo que 10, vá 20 anos ainda seja aceitável... Agora 40??? OMG! Quem é que namora com o avô? Esqueceram-se que numa relação conta sempre a atracção física? É claro que não é o principal, mas conta! Como é que eu ia dormir, ter relações e que mais com uma pessoa que parece o meu avô?

No outro dia vi numa revista uma diferença abismal! O Carlos Areia(s) (não sei a idade ao certo) com uma mocinha (para não dizer criança) de 17 anos! OMG! Ao que este mundo chegou!

Não é normal! E brasileiras ui... Quem não as conhecer que as compre...

Alice

aespumadosdias disse...

Ah! Coisas da idade...

Recantos e Pensamentos disse...

Vejo que precisam conhecer melhor as coisas antes de expor suas opiniões de forma discriminatória e burra... Alice, quem é você? O que sabe sobre o Brasil e as brasileiras??? Por acaso, conhece? Como todo lugar no mundo, aqui existem pessoas de todo tipo e de índole, por isso, não se pode generalizar em nada. Ou vai me dizer que aí em Portugal não existem mulheres vadias, ladrões e etc.??? Isso deve ser inveja das brasileiras, nada mais...

Anônimo disse...

A verdade é que se deu mais ênfase a este relacionamento porque ela é brasileira.
Mas a verdade é uma, como será dormir ao lado de uma pessoa daquela idade?
Já de pensar no ressonar de um mais novo, já enerva quanto mais...

Eu vejo a fotografia, e por mais que olhe, parece o Hugh Hefner com uma coelhinha. É impossivel elas gostarem, acho.

Anônimo disse...

Bem feito! Que se deixasse estar com a velha dele!

Anônimo disse...

Está tudo muito bem! Eu queria ver era se fosse ao contrário! Porque é que as velhas com as rugas e as peles flácidas nunca são interessantes?

Maria

Anônimo disse...

Recantos e pensamentos:

Desculpe, mas a Alice não está a exagerar. É claro que não se pode generalizar, mas para aí 99% das brasileiras que vêm para cá, vêm trabalhar na horizontal, e as que já são velhas fazem bruxarias e deitam os búzios, que é outra forma fácil de ganhar a vida. Pelo menos aqui em Braga é assim, pergunte a quem quiser; e mais, há prédios inteiros só com prostitutas, que ninguém quer morar lá.


Maria

Anônimo disse...

Eu não tenho nada contra as brasileiras,espanholas,portuguesas,norueguesas,finlandesas,inglesas
ou o raio,mas que as brasileiras dão cabo de uma casa dão!
Eu moro num meio pequeno,embora seja de Lisboa,comprei uma casinha no "campo"para pelo menos durante a noite ouvir os grilos,não os grelos a uivar.Eis senão quando me mudo,e começo a pensar que estou no Brasil,de tanto -oi tudo bem..oi gato..e idas e vindas,num movimento e ruido nocturno ,que de certeza não eram grilos!
Passado pouco tempo,certa noite batem-me á porta,dois marmanjos,....oi cara onde tá as gaja!
Eu fiquei naquela de perguntar se andava á procura da mãe dele,mas depois vi onde estava metido.
No dia seguinte fui tirar apontamentos sobre a zona,e eis que descubro que assentei arraial no meio de brasileiras ilegais caçadoras de fortunas.Eu como sou um teso,(em todos os sentidos)dei logo á sola e rescindi o contracto de de compra e venda com justa causa.Venho posteriormente a saber,que aquilo estava minado de gajas ,que já tinham chupado o tutano aos velhotes sedentos de uma noite de prazer,e estragado uma série de casamentos:E os parolos a crêr que gajas boazonas como aquelas iam ficar com eles para o resto da vida.LOOOOOOLLLLL.

SLB31 disse...

Concordo com o Bondearte.. a foto é fantástica.. quanto ao assunto..40 anos é seguramente um exagero que não permite muitas teorias.. quanto á nacionalidade.. também temos por cá muita gente desse nivel...

Anônimo disse...

Sinceramente 40 anos é simplesmente um exagero, elas (independentemente da nacionaidade,pois as portguesas também andam por aí) só querem tirar algum proveito, nem que seja só fama e eles ao aparecerem com uma menina nova deve-lhes aumentar o ego e t a l v e z levantar algo mais. Não conheço nehuma relação nem nunca ouvi falar de uma menina nova e um tipo 20 ou 40 anos mais velho em que ele seja um pobrezinho...amor? Sim mas não ao cota. Se bem que não me incomoda minimamente,só passa por lobo quem lhe veste a pele.
Para a Marta:

Quando diz que namora há 9 anos e têm muitos planos, deduzo que o seu namorado (que agora já não é pedófilo) ainda a vai convencendo que um dia vai assumir a relação a sério consigo ou será ainda não o fez porque o divórcio dele ainda não saiu?

Marta disse...

Ana:
Sim, tinha 15 anos quando comecei a namorar. Ele era meu professor e o contacto diário aproximou-nos bastante. Para além de que eu sempre fui demasiado adulta para a minha idade (consequência de situações de vida que agora não vêm ao caso).

Anónimo (1Out, 3h26):
Em primeiro lugar o meu namorado não precisa de me convencer de nada, porque convencida já eu estou há muito tempo. E a nossa relação já está mais do que assumida (e aceite por quem nos interessa). E já agora, o que o/a faz pensar que ele é divorciado? Na verdade nunca foi sequer casado! Como vê, impedimentos não há nenhuns! Só a mentalidade das pessoas!

Anônimo disse...

Pelos vistos houve quem não gostasse do meu comentário, mas queridos... Eu apenas dei a minha opinião! Não sou xenófoba, mas vivo numa localidade mediana (20000 habitantes) e isto está minado de brasileiras! Não vejo uma, mas é que nem uma a trabalhar decentemente! Acredito que haja muitas que trabalhem (as que ficaram por lá), mas por cá... O único exercício físico que fazem é abrir as portas e as pernas!

Alice

Cate disse...

Alice, isso é preconceito do mais puro que existe. Teve azar com a vizinhança, provavelmente. Agora não venha dizer que não há brasileiras e brasileiros decentes a viver em Portugal. Eu conheço alguns que são bem melhores do que muitos portugueses. E não fazem ronha para trabalhar.

Tenho dito.

Anônimo disse...

Gente ridícula!
Quem disse que a brasileira esta afim de ganhar algum com o velho carcamano está completamente fora da realidade. A Raquel´faz doutorado numa universidade federal, é pesquisadora, editora de uma revista academica e professora universitária, pra que ia querer o escritor?? Acho que a menina foi enfeitiçada, em Portugual tem muitos magos negros, os jornais portugueses estão cheios de noticias dos mesmos.
O certo é que a menina tratou de sair fora quando deve ter percebido algo anormal, pois sabemos que estava apaixonada realmente por este velho neurótico.
Ela foi madura e não infantil como dizem os que não a conhecem e,para quem não sabe, Ela não foi à Lisboa para casar e sim para conhecer o escritor e decidir depois.
a propósito, a menina pagou seus próprios bilhetes de ida e volta porque não quis recebê-los do escritor.
Fala sério, ô cambada de caluniadores, vão arrumar algo interessante pra fazer!
No Brasil está cheio de puta velha portuguesa colocando cornos em seus carrancudos tugas!