terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Corta-interesse # 6

Homens com mais de vinte e cinco anos viciados em jogos da PlayStation.

Para mim, é das coisas mais assustadoras, juro. Há tempos fui aos anos do filho de uma colega minha e lá estavam eles. Homens na casa dos trinta agarrados àquilo como umas criancinhas histéricas. Enquanto as mulheres tratavam das crianças e conversavam sobre os prazeres da maternidade, eles, de comandos na mão, gritavam, esperneavam e riam que nem uns maluquinhos. Eu pensei para comigo mesma, se é para arranjar uma criatura destas, que fique eternamente sozinha. Credo.

45 comentários:

JL disse...

Sou completamente louco pelo Pro Evolution Soccer da PS3 (a.k.a. deste lado do Globo "Winning Eleven"), a que jogo compulsivamente em longas noitadas em minha casa com amigos. E agora?

Kitty Fane disse...

Agora é que me estragaste tudo. Bolas, ainda por cima o próximo corta-interesse tb n abona nada em teu favor. Não pode ser. Estás a trocar-me as voltas. Se calhar vou ter de repensar certas coisas, como o "antes ficar eternamente sozinha".:-D

tatanita disse...

Também partilho a tua opinião... "marmanjos" viciados em jogos (quer seja playstation ou PC ou qualquer outra consola) é dos piores contra-interesse, tive sorte, o meu Príncipe não é nada ligado a essas coisas. Uffff que sorte :D

Anônimo disse...

A menina Kitte Fane foi apanhada. O JL é o que está do outro lado do mundo e q já deu aqui tanto post. LOL

Detective Silva

Artur disse...

Epah, sabes que ir para uma festa ter longas conversas sobre a maternidade tambem me faz pensar um pouco... :-)

GATA disse...

No outro dia, num jantar, uns homens falavam em PSP... eu achei estranho... seriam todos agentes?! Afinal a PSP não era a Polícia de Segurança Pública mas sim a PlayStation Portable! :-)

I. disse...

Entre as longas conversas sobre as alegrias da maternidade e a playstation, venha o diabo e escolha...
(eu ia brincar com os miudos, lol)

Kitty Fane disse...

Artur e I., é verdade. Venha mesmo o diabo e escolha. LOL :-D

Oh Frau e não é que uma vez estava a ver a lista dos blogues mais populares em Portugal e à cabeça estava um que era qualquer coisa PSP-NeWs. E eu num momento completamente dahh disse para com os meus botões: "Mas ca raio, como é que um blogue da Polícia consegue ter tanta visita?". Depois quando fui a ver é que descobri que eram notícias, mas da Playstation. Um dahh para mim. :-D

GATA disse...

Ah Frau, afinal não sou a única! :-)

P. disse...

também não compreendo bem a paranóia, mas enfim.

Capitão Microondas disse...

Um "corta interesse" é sempre uma coisa subjectiva logo há que respeitar.

Neste particular seria até confortável para mim, como homem e cada vez mais distante da PS3, afirmar que compreendo o ponto de vista.

Mas não, penso que é estranho até porque mais do que homens agarrados à PS3 existem diferentes tipos de homem. E entre os agarrados à PS3 existem certamente os que cortam o interesse e os que nem por isso.

Alguns dos amigos que tenho com mais saída ou que reúnem entre as mulheres o maior consenso (possível) quanto a serem homens interessantes são fãs de PS3, mais ou menos viciados. Não os vejo passarem a ser menos interessantes por isso e sobretudo vejo-os muito mais interessantes e bons parceiros, ocasionais ou duradoiros, que muitos gajos que não ligam a consolas.

Referes aliás dois corta-interesse num só: um conjunto de homens a brincar com uma PS3 é um cenário confrangedor, concordo. Mas não é menos confrangedor do que assistir a uma dessas conversas de fraldas, sobretudo quando um conjunto delas são mães e uma não é, assistindo-se ao martírio voluntário ou inconsciente da "falhada ou atrasada na vida".

Penso aliás que uma das características que os homens (e mulheres) vão perdendo ao longo da vida é a capacidade de brincar. E isso é pena. Porque quem brinca até tarde ou mesmo até sempre mantém em si um lado de sonho e fantasia que é util em tudo na vida e que é fuel de criatividade. As consolas podem aliás ajudar os homens de hoje a manterem esse lado, que não vi nos homens da geração anterior.

É tudo no entanto uma questão de meio termo. Concordo que tenha o homem 20 ou 40, passar dias agarrado a uma consola é triste fim pois há mais coisas para fazer na vida. Mas se o fizer com conta peso e medida, e se o fizer do modo em que estou convicto que 90% dos trintões que referes o fazem, num misto de gozo pela consola em si e pelo convívio com os amigos, só advêm daí benefícios e é uma coisa saudável. Mais que não seja porque os que hoje se juntam em redor de uma consola (depreendo pelo teu descritivo que o exemplo que referes reunia homens comprometidos, no mesmo cenário onde estavam as suas companheiras) tinham noutros tempos muitos deles pais, avôs e bisavôs que se reuniam... em noitadas de copos e putas.

Deixem lá os rapazes com a sua consola e encontrem também vocês os vossos interesses. Há espaço para tudo na vida, desde que com conta peso e medida.

Kitty Fane disse...

Ora e sai uma salva de palmas para o capitão Microondas pelo seu comentário. :-D

kitty disse...

Vai ser dificil encontrares algum que não seja viciado na Playstation... Falam nisso a toda hora, trocam jogos, etc. É uma seca é verdade. Mas nós também temos os nossos vícios!

Sanxeri disse...

Eu gosto de jogar Playsation, pelo que o vicio nao me incomoda. :D

Anônimo disse...

Então começa a mentalizar-te que vais mesmo ficar sozinha.
O meu companheiro tem 30 anos, joga playstation, mas não é mais ou menos tolo que os outros. não passa horas agarrado à máquina mas diverte-se imenso, sozinho ou com os amigos. e já me mostrou como um jogo a dois pode ser estimulante, no que diz respeito à competição saudável e pura brincadeira.
antes a playstation que pornografia na net...
há que respeitar...

Ervi Mendel disse...

Kitty,
Tenho fé que um dia concordemos em alguma coisa mas ainda não é hoje!!! :)

joana disse...

olá Kitty,

Não podia estar mais de acordo com o post. Felizmente o meu "marmanjo" odeia Playsation,não percebendo mesmo o que atrai os seus "colegas" trintões nesse vício. Conversas relacionadas com maternidade é outro drama com que se tem de conviver...

Femme Fatale disse...

É que não ha mm paciencia!

Laetitia disse...

Há que tirar partido disso. Pessoas perfeitas nunca haverá :)

joana disse...

Há gente mesmo triste. Desocupados, frustrados ou simplesmente mal formados?!?!Deixar aqui este tipo de comentários, a criar "mau ambiente", é no mínimo feio...Não gosta: não vê, não critica, não opina(olha até podiam deixar de respirar que tal?)...get a life!!!

23 disse...

Realmente já estava na altura de fazeres uma filtragem aos comentários...

Anônimo disse...

Kitty, concordo com a/o 23! comeca a fazer uma filtragem dos comentarios, pois tudo bem que cada um tem direito a sua opiniao e de comentar, agora falta de educacao NAO. Antes de comentarem que aprendam a ter boa educacao.

BJ da Sandrina

Su disse...

Não podia estar mais de acordo. É simplesmente ridículo!

Anônimo disse...

Oh mulher tens que ser mais descontraída, q mal tem umas horas de jogatana de PS? ... Mas lá está, a continuar assim, talvez fiques mesmo sozinha!

Ana C. disse...

10 da noite no Cascais Shopping, janto tardia e apressadamente com o meu mais que tudo. Olhamos os dois em simultâneo para um casal de braço dado. Ela muito lânguida, cabeça encostada no ombro dele e braço dado. Ele... A jogar PSP em andamento!!!!!
Pensei que estava a ter uma alucinação, mas para ela parecia normal, continuava a ronronar no seu ombro, como se passear ao seu lado fosse a coisa mais romântica do mundo.

tanya disse...

Mas olha, que acho que muito poucos são os homens que quando vé em esses comandos não ficam histéricos!!!
Beijinhos*

Anônimo disse...

Alguns comentários dispensavam-se pela falta de espinha dorsal dos seus autores.
Tomem consciência de que num casal, existem duas pessoas, com interesses e personalidades diferentes, e que esta tendência feminina de condicionar, moldar, ou mesmo modificar quem vos ama ou mesmo quem procura-vos conhecer melhor tem efeitos nefastos.
Façam favor de respeitar as diferenças e tirar prazer das mesmas.
Menina Kitty Fane, o blog é seu, a liberdade de escrever também, mas certas opiniões pecam por serem parciais quando não devidamente reflectidas.
Lembre-se que muita adolescente imberbe lê o seu blog e repete comportamentos descontextualizados sobre outras pessoas.`
É só uma opinião e vale o que vale.

Anónimo de sempre

aespumadosdias disse...

Nunca brinquei com uma playstation.
:(

Teresa disse...

Deve ter sido gira essa festa...

Acho que me teria juntado ao gajos na Playstation, apenas porque odeio conversa de fraldas.
E sou mãe!... "Muito mãe". Mas às vezes tenho a sensação que a maioria das mulheres quando é mãe "morre para a vida" e o seu mundo fica reduzido a dodots e halibut!

E além do mais tb eu adoro Playstation.... na versão singstar, mas adoro!!!!

Beijinhos
T

joana disse...

Caros incrível e companhia,
Por estranho que pareça há pessoas que gostam deste blog. Se não é o vosso caso porque o lêm?é masoquismo?!?A blogosfera é tão rica, de certeza encontrarão blogs mais adquados ao vosso(falta)nível.
Só não percebo é tanto comentário negativo neste blog...um blog é uma coisa que se segue porque se gosta, porque há uma identificação.Não percebo mesmo!no fundo será inveja?recalcamento?..Continue Kitty..Os cães ladram e a caravana passa.

fuschia disse...

São TODOS assim! Incomoda-me pouco, porque a não ser que seja jogos de futebol eu também alinho na Playstation. Agora se o gajo delirar com o Benfica ou o Sporting, ou o que seja...bem para mim seria bastante mais secante assistir a um jogo.

Anônimo disse...

@ Joana

Não vejo aqui nenhum comentário ofensivo... Algumas pessoas não concordaram com a KF e então? As críticas também podem ser interessantes!

Já os teus comentários, em vez de serem sobre o post, são sobre os comentários dos outros, que não te agradaram talvez porque discordam da KF.

Tu é que não estás a criar bom ambiente, já reparaste? Se nem a KF se queixou...

By the way, o meu namorado adora jogar, apesar de não jogar muito, e já me pegou o vício! Este inverno divertimo-nos imenso os dois em casa, lareira acessa enquanto chovia lá fora, algumas vezes a jogar play station.
E, aqui concordo com o Capitão, cada um deve ter os seus interesses/hobbies, mas também é giro descobrimos que podemos partilhar com prazer um hobby do outro!

Carlota

Kitty Fane disse...

Oh Carlota não viu nenhum comentário, porque eu fiz o favor de os apagar. Eles estavam lá. E não me queixo,nem tampouco respondo, porque jamais em tempo algum desceria ao nível desse tipo de criaturas. Credo. :-D

pinky disse...

é isso e ouvir homens dessa idade a discutir qual a fase do Songoku (desenho animado) que mais gostaram. O que se passa com esta gente?!

Tone disse...

..."gritavam, esperneavam e riam"; deduzo pela descrição que estavam alegres e divertidos nesse convívio, entregues ao vívio da ps e da saudável competição.
Pergunto se justifica "antes ficar eternamente sózinha"...ou antes convencer esses cavalheiros a participar na interessantíssima conversa sobre a maternidade.

JL disse...

Embora a Kitty precise de pouca ou nenhuma ajuda em defesa dos seus pontos de vista, não resisto a deixar algumas palavras, sinteticamente, sobre o comentário do Anónimo de Sempre:

1. Por falta de espinha dorsal do autor, peca, hoje e sempre o anonimato.

2. Agradece-se que tenha "dado" à Kitty o direito de lhe escrever o que aprouver que num blog que é da autoria dela, mas pergunta-se até que ponto seria o estimado anónimo de sempre o guardião da liberdade de expressão, para se permitir concedê-la com semelhante magnanimidade.

3. Se é imparcialidade que procura, talvez um blog, por natureza opinativo e ergo, parcial, seja o destino errado. Sugiro-lhe quiçá um jornal.

4. Estou certo que a Kitty lhe agradece o estatuto de "opinion maker", capaz de enformar, ou, na sua opinião, deformar as susceptíveis e vulneráveis mentes adolescentes que leiam as suas palavras, mas parece-me sinceramente que (ainda) não será caso para tanto. Em todo o caso, ficou-lhe bem o lápis azul de outros tempos.

5. Realmente a opinião vale o que vale. Lamenta-se é que no seu caso tenha valido tão pouco.

Obrigado a quem teve paciência para ler.

Single Gal disse...

Muito grave... Mesmo!!!

joana disse...

LOL..realmente fora de contexto pareço uma lunática...lol

Quanto ao post, como já referi o meu trintão não liga nada a playstation, não deve ser assim tão raro!

Maria disse...

Lool.. São os Homens modernos.. E olha que há muitos que são completamente "viciados":.
bjnho.

Anônimo disse...

Resposta a JL :

1. em relação ao anonimato, perdoe-me a ousadia, mas fala o roto ao nu, pois a definição de anónimo não muda por colocar iniciais que em nada iluminam sobre a sua identidade

2.quanto ao que se seguiu, lamento mas nada acrescentou de inteligente que mereça comentário

3. Defendo a figura de anónimo de sempre, pela exclusiva razão que opiniões valem por si e não pelo nome que as acompanha, nem pelo tom de voz que as transmite

Agradeço por fim a importância dada ao comentário que fiz, realmente era a luz que me faltava

Respeitosamente

Anónimo de sempre

JL disse...

Caro anónimo de sempre,

1. A falta de espinha dorsal está evidentemente na crítica anónima (e também, convenhamos, na visita compulsiva de blog que reputa de tão fraca qualidade).

2. Lamento, mas certamente perceberá que a minha bitola de "comentário inteligente" não seja a mesma de quem se refere a adolescentes (mulheres) como "imberbes" (como se fosse expectável/desejável que elas um dia tivessem barba).

3. Parabéns. Sumariamente desconstruiu o conceito (ancestral) de associação de credibilidade das palavras à pessoa que as profere. Pastores de Unhais da Serra? Albert Einstein? São todos igualmente credíveis, só interessa o que dizem. Brilhante,onde é que toda a gente andava com a cabeça?

4. Lamento dizer-lhe, mas está necessitado de mais e melhor luz que a minha. Talvez luz de carácter profissional e que tenha um divã no escritório.

Cumprimentos

Anônimo disse...

Caro jl
aprecio a sua capacidade de nada dizer, escrevendo muito. Espero mesmo que este não seja o seu último comentário, pois o seu dom oratório só lhe acrescenta pontos na estima das donzelas, e longe de mim perder o resultado final, onde as palavras encontraram as acções, e onde a diferença será o seu verdadeiro valor.
Fico à espera de resposta como quem espera por D. Sebastião...por favor esmere-se na profundidade e na sintese, e não descure a assertividade que tanto aprecio em si.

P.S.- à menina Kitty, espero que este pequeno interlúdio não seja um abuso nosso, se o for mil perdões, mas não descure o divertimento que nos causa aos dois e espero que a si também

Respeitosamente

Anónimo de sempre

joana disse...

kitty, isto quase parece um "duelo" à moda antiga...Uma coisa há que admitir são gentleman na troca de galhardetes.

JL disse...

Caro Anónimo de Sempre:

Levou-me a melhor. Não só percebeu (fruto de clarividente percepção, sem dúvida) que escrevo muito, mas digo pouco, como me superou em poder de síntese, escrevendo pouco e não dizendo nada. Bravo.

Pelo uso repetido, vejo ainda que a palavra "descure" passou a fazer parte do seu vocabulário, Parabéns novamente.

Atento seu comentário plenode substrato, fico sem grande coisa para lhe dizer mais, excepto que a estima das donzelas só estaria ao meu alcance através do confronto com tão valoroso adversário.

No próximo capítulo, "ironia". Fique atento, já dá tanto valor ao pouco que digo. Pode ser que o D. Sebastião chegue no entretanto.

Cumprimentos

Anônimo disse...

Caro JL

quero desde já perdir-lhe desculpas, repeti suas iniciais sem o devido respeito que mereciam, um lapso ao qual não me perdôo.

Agradeço o comentário plenode substrato referente ao meu vocabulário... partidas da mente será a desculpa que invoco, mas espero que não a aceite de ânimo leve, só assim me faria justiça.

Por outro lado,malgrado a minha gênese, esperava referências literárias de peso,abuso de aspas, vocábulos estrangeiros cirurgicamente colocados...mas não, e assim espero que não tenha defraudado o seu público-alvo.

Mais empenho, algum cuidado antes de escrever, são pedidos feitos de alguém que espera muito de si.

Não demore, que o tempo não espera por nós e muito menos perdoa quem desiste à primeira estocada.

Respeitosamente

Anónimo de Sempre